Quinta-feira, 8 de Outubro de 2015
XICULULU . LX

O EURO E A CRISESabe quem quer afundar Portugal e a Europa, como um jogo de batalha naval? - Os Americanos, são mesmo uns amigos da onça...
As escolhas do Kimbo

Por 

dom1.jpg Domingos Ferreira - Professor investigador na Universidade do Texas - EUA, Universidade Nova de Lisboa

Sabia que a Goldman and Sachs, o Citygroup, o Wells Fargo, etc., apostaram biliões de dólares na destruição do euro? Se o EURO cair ou desvalorizar eles ganham milhões?  Sabia que obtiveram avultadíssimos lucros durante a crise financeira de 2008 e houve suspeitas de que foram eles que manipularam o mercado? Sabia que o Senado norte americano levantou um inquérito que resultou na condenação destes gestores que apostaram em tombar a Europa?

dom03.jpg Sabia que Ficou demonstrado que o Goldman and Sachs aconselhou os seus clientes a efectuarem investimentos no mercado de derivados num determinado sentido? Mas a Goldman realizou apostas em sentido contrário no mesmo mercado? Sabia que deste modo, obtiveram lucros de 17 biliões de dólares(com prejuízo para os seus clientes)? Sabia que estes manipuladores se estão a transformar nos homens mais ricos e influentes do planeta e se divertem a ver os países tombar um por um?

dom01.jpg Sabia que todos os dias são lançadas milhões de pessoas no desemprego e na pobreza em todo o planeta em resultado desta actividade predatória? Sabia que tudo acontece com a cumplicidade de alguns governantes e das autoridades reguladoras? Sabia que desde a crise financeira de 1929 que o Goldman and Sachs tem estado ligado a todos os escândalos financeiros que envolvem especulação e manipulação de mercado, com os quais tem sempre obtido lucros monstruosos? Sabia ainda que este banco tem armazenado milhares de toneladas de zinco, alumínio, petróleo, cereais, etc., com o objectivo de provocar a subida dos preços e assim obter lucros astronómicos, manipulando o mercado? Sabia que desta maneira, manipula o crescimento da economia mundial, e condena milhões de pessoas à fome?

dom4.jpg Sabia que a Goldman, com a cumplicidade das agências de rating, pode declarar que um governo está insolvente, como consequência as yields sobem e obriga-os, assim, a pedir mais empréstimos com juros agiotas impossíveis de sustentar?  (como fez com Portugal) - Em simultâneo impõe duras medidas de austeridade que empobrecem esse pais ?  De seguida, em nome do aumento da competitividade e da modernização, obriga-os a vender os sectores económicos estratégicos (energia, águas, saúde, banca, seguros, etc.) às corporações internacionais por preços abaixo do que valem e que para isso infiltra os seus quadros nas grandes instituições políticas e financeiras internacionais, de forma a manipular a evolução política e económica em seu favor e em prejuízo das populações.

dom5.jpg Sabia que (cargos de CEO do Banco Mundial, do FMI, da FED, etc. fazem parte quadros oriundos do Goldman and Sachs. E na UE estão: Mário Draghi (BCE), Mário Monti e Lucas Papademos (primeiros-ministros de Itália e da Grécia, respectivamente), entre outros.) Sabia que alguns eurodeputados ficaram estupefactos quando descobriram que alguns consultores da Comissão Europeia, bem como da própria Angela Merkel, tem fortes ligações ao Goldman and Sachs? Sabia que este poderoso império do mal, está a destruir não só a economia e o modelo social, como também as impotentes democracias europeias?

domo4.jpgNA MESMA LINHA DO QUE ACABARAM DE LER, OS NOSSOS "AMIGOS" AMERICANOS, QUE SÃO DOS MAIORES POLUIDORES DO MUNDO, SENÃO O MAIOR, ESTÃO A POR EM CAUSA, ATRAVÉS DA INDÚSTRIA AUTOMÓVEL DA EUROPA, TODA A ECONOMIA EUROPEIA. ISTO PORQUE A INDÚSTRIA AUTOMÓVEL EUROPEIA ESTÁ COM FORTE PENETRAÇÃO NO MERCADO AMERICANO. COMO NÃO PODEM PROMOVER NENHUMA GUERRA NA EUROPA, COMO O FAZEM NOUTRAS ZONAS DO PLANETA, FAZEM-NO ATRAVÉS DA ÁREA ECONÓMICA.

As opções do Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 10:48
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Terça-feira, 8 de Setembro de 2015
CAFUFUTILA . XCV

TEMPOS QUENTES NO PARALÉM – 2ª de 3 partes - O esquecimento existe mas, nós não somos só silêncios…John Wayne estava encontrado neste sítio encantado … 

Por

soba10.jpg T´CHINGANGE - Nasceu em águas internacionais num vapor chamado Niassa. É cidadão do mundo, Angolano na diáspora - Mazombo por condição; anda pelo Mundo à procura de si mesmo! Tem cédula de Brasileiro, B. Identidade do M´Puto. Anda às arrecuas para fugir à regra, um paradigma, só dele.

john3.jpg John Wayne mostrava-se ávido de rever aquilo que foi sua infância em uma outra encarnação. Ele não tinha certeza absoluta se aquela sua infância longínqua foi passada em Aivados ou Alcaria e tem uma ligeira certeza de que tinha familiares em Panoias pois que refere estar em um alto e de poder ser vista de muitos horizontes. A todo o momento parávamos para apreciar as coisas ínfimas, tirava fotos que viravam um holograma em 3 D com cheiro e forma de impressionar. Não sei do porquê ao apanhar uns cardos de cor amarela e mete-los em seu alforge; nem lhe perguntei, pois tudo era nele inusitado. Afagou uma minúscula carriça que lhe saltou para o ombro e de repente apeou-se junto a um frondoso sobreiro e de novo falou em seu inglês rachado: - You know the difference between a sobreiro and the azinheira? Rsss… Se eu sabia distinguir o tronco do sobreiro e azinheira?.

john5.jpg Só sei que a azinheira dá bolotas comíveis enquanto as do sobreiro não prestam, melhor são intragáveis! Disse eu! - Pois então fixa-te nisto, o tronco do sobreiro é de casca grossa, rugosa, irregular de fendas e nódulos irregulares enquanto a azinheira tem a casca fina, fendas regulares e longitudinais além de ter as folhas mais pequenas e, como dizes as bolotas comem-se; Lá na paralaxe do além de onde venho, utilizamos muito esta glande para nos dar energia atómica, podermos assim a partir de suas partículas radioactivas de nos transmutarmos num ápice de um para outro lado! - Assim como levitar e andar só de pensamento? Interroguei-o!

mess1.jpg Ele tentou então explicar-me: - Quando olhamos para o espaço, em seu conjunto, a distância das estrelas é tão grande que perdemos a noção de profundidade, num primeiro momento. Todas as estrelas parecem então estar à mesma distância, coladas numa grande esfera, a esfera celeste. Mas, na verdade, elas não estão à mesma distância, sendo o método de paralaxe usado para medir algumas dessas distâncias e, é aqui que nos movemos, na sombra da paralaxe. Estava explicada este seu entusiasmo em ver as moléculas expansivas alimentadoras de seus iões ou catiões feitos nuvens, assim como um orvalho cacimbado. Mas eu não consegui entender.

mess04.jpg Mais ou menos isso, teletransporte nos iões espaciais! Disse ele. Isto é demais para a minha caminheta, afirmei; É melhor ficarmos assim! Notei que ele não gostou deste meu momentâneo desinteresse. Neste entretém ouvimos um kwé-kwé de um pássaro grande e preto por mim nunca visto! Seriam os seus guardiões nesta terra do Paralém. Podíamos ouvir tudo ao mesmo tempo, um fenómeno até aqui nunca por mim observado, mas eram os badalos dos bois e das ovelhas não visíveis dali, que sobressaiam desta amálgama de sons. Eu estava leve como uma pena, fazia quase tudo, eu que tenho tanta dificuldade a atar os sapatos pela manhã; parecia ser um ser gasoso.

mess6.jpg Montamos de novo nossos cavalos holográficos e num repente estávamos bem no átrio da ermida da nossa Senhora de Assunção. De novo apeamos e, ambos nos sentamos no muro largo feito daquele xisto caiado. Num encantamento tirou nem sei de onde uma gaita-de-foles e começou a tocar uma musica volátil que trazia aos sentidos o cheiro de plantas distantes, pode dizer-se paradisíacas… Foi quando vi as nuvens virem até nós e fundir-se em uma senhora, pairando ali bem perto sem qualquer assentamento; tudo indica ter sido a Nossa Senhora de Assunção…Nunca tinha sentido assim uma sensação de tanta tranquilidade…

(Continua…)

CAFUFUTILA, (kifufutila): - Farinha de mandioca torrada misturada com açúcar. Do Kimbundo de Angola

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 15:15
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Segunda-feira, 31 de Agosto de 2015
CAFUFUTILA . XCIV

TEMPOS QUENTESNO PARALÉM 1ª de 3 partes - O esquecimento existe mas, nós não somos só silêncios…John Wayne estava encontrado neste sítio encantado …

Por

soba10.jpgT´CHINGANGE - Nasceu em águas internacionais num vapor chamado Niassa. É cidadão do mundo, Angolano na diáspora - Mazombo por condição; anda pelo Mundo à procura de si mesmo! Tem cédula de Brasileiro, B. Identidade do M´Puto. Anda às arrecuas para fugir à regra, um paradigma, só dele.

john0.jpg Seu verdadeiro nome era Marion Michael Morrison. Ele detestava seu nome e ao entrar para o cinema mudou-o para John Wayne, que tinha mais a ver com um rapaz de 1,92 Surgiu com destaque no cinema em 1930 em The Big Trail, faroeste dirigido por Raoul Walsh. Permaneceu vários anos estrelando filmes B até consagrar-se no papel de Ringo Kid em Stagecoach, clássico de 1939 de John Ford. A carreira de Wayne foi assim agraciada com esse divisor de águas inestimável, que o lançou ao estrelato. Esse filme tornou-se a obra que definiu todas as principais características do faroeste norte-americano.

john01.jpgEra o último domingo de Agosto; saí de mansinho da rua da Misericórdia faltava dez minutos para as sete horas da madrugada; o silêncio rondava o lugar do Paralém e, nem o cão rafeiro da rua do Outeiro me ladrou, procedimento incomum, talvez por ser cedo ou por não querer mostrar seus caninos cariados e, voltei à esquerda na rua de Alvalade pisando o asfalto, casas caiadas com barras azuis muito a condizer com o Paralém de Panoias, famosa por uma praia que não tem com o nome de Messejana. Passo a rua da Fonte Nova, que me fica às 10 horas, como dizem os aviadores, portanto à esquerda; já descendo noto no desperdício de figos da índia que caem na barreira sem aproveitamento.

john 00.jpg Os tabaibos deram lugar aos eucaliptos cheirosos a esta hora da manhã, batiam as sete badaladas no sino da igreja da Misericórdia estando eu em frente do chafariz Afonso Gomes construído a 15 de Julho de 1880. Via-se ao longe a ermida de Nossa Senhora de Assunção. Pude ler no cruzamento que liga a Rio de Moinhos um cartaz da CDU mencionando uma próxima festa do Avante na Atalaia e fazendo menção do PCP com uma estrela, uma foice e um martelo, e o PEV com um girassol.  

mess01.jpg Ouvi do lado sul e lá longe uns barulhos de petardo ecoando nos cabeços, talvez avisando da festa de Panoias ou então de caçadores dando tiros aos coelhos ou rolas, não tenho certeza disto mas eram estrondos aliados a um zumbido do ar e olhando o céu lá estava o rasto dum avião nas alturas a caminho do Sul, Áfricas e, estando assim olhando o azul rasgado ouvi um convincente “Good Morning”…

john4.jpg Mas, que grande susto! Segundos antes não estava ali ninguém e, num repente, saído do nada ali estava um homem vestido à vaqueiro, um autentico cowboy americano! E, surpresa das surpresas… mesmo espanto! Era nem mais nem menos que John Waine, vestido como se aqui viesse fazer um western. Não te assustes, disse ele no seu jeito meio fanhoso: -Don´t be afraid! I heard gunshots and came to see!... Em inglês! E, perante o meu franzir continuou a falar, mas agora em português com sotaque de alentejano de Aljustrel, bem cantado: - Na minha anterior encarnação andei por aqui e venho agora matar saudades; tu podes ajudar-me nos caminhos, agora tudo está diferente! Quero ir até Alcarias, Panoias e Aivados, lugares aonde ameninei nesse meu passado.

john02.jpg Caramba! Num repentemente surgiu um puro lusitano a seu lado! Let's ride! Let´s let's go! Vamos, monta! Estava tolhido e, assim tremendo e com a sua ajuda pulei com alguma dificuldade para o lombo do lindo exemplar de cavalo. E, lá fomos em direcção à Ermida de Nossa Senhora de Assunção… Fiz um rodeio em direcção a Sargaçal porque sabia ir ali encontrar bois e, lá chegados vi o encanto nos olhos de John! Os bois com os rabos a dar e dar, um e outro lado afastando moscas enquanto a passo rápido se deslocavam da barragem de água para as gamelas de pasto com a suposta ração que nós lhe dariamos; pensaram que seriamos nós, seus cuidadores.

john2.jpg Vou tentar reproduzir a imagem, o gado com crias seguiam o rumo da palha levantando o pó do chão, assim como uma mini boiada e mugidos de indicar presença aos bezerros e o moinho de vento rodando fazendo tric…tric…tric…tric nas palhetas duma pá desmazelada mais o riscar de uma tabuleta que teimava em amachucar um outra torta chapa pelo chik…chuk…chik…chuk, vento de sudoeste que entretanto se levantou! Era mesmo uma cena dum filme e, se gozei na imagem dos muitos filmes que me alegraram, olhos colados ao grande ecrã! Sim, sou mesmo da geração do cinema, das matinés de ver gado despencando com pó, rifles, ladrões e tiros de colt e winchester.  E, curiosamente o encanto não era só meu. John Wayne estava consolado! Sentia-se este mistério.  

(Continua…)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 15:01
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Sexta-feira, 26 de Junho de 2015
XICULULU . LVI

TEMPOS CINZENTOS - TOP SECRET - EU, ATÉ QUERIA GOSTAR DOS AMERICANOS...

XICULULU : - Olhar de esguelha, mau-olhado, olho gordo, cobiça

Por

soba0.jpg  T´CHINGANGE - Nasceu em águas internacionais num vapor chamado Niassa. É cidadão do mundo, Angolano na diáspora - Mazombo por condição; anda pelo Mundo à procura de si mesmo! Sente-se e respira Angolano, tem cédula de Brasileiro, B. Identidade do M´Puto e gosta imenso de toda a África - Anda às arrecuas para fugir à regra, um paradigma novo, só dele.

ame3.jpgame1.jpgame2.jpg

É do nosso conhecimento que países hipócritas, para se esquivarem de males internos, vão sistematicamente lançar duvidas, quando não calúnias e problemas sociais em outros países com o fito de desestabilizar, assim sejam negociações em curso ou adulterarem o curso da estória com manobras de diversão. Tudo isso para desencaminhar assuntos transcendentes para outros mais controláveis. A estória ensina-nos e adverte até, que quando livros são queimados e proibidos, e pessoas são condenadas e lançadas em prisões por crimes de consciência, algo de podre já anda no ar; foi assim em épocas recentes mas, agora com marqueting análogo e muito mais sofisticado, as verdades surgem escamoteadas, ocultadas, truncadas, desvirtuadas numa sofisticação nunca vista!

ame4.jpgAME8.jpgAME9.jpg

Institutos ou ONGS são criadas para purificarem os propósitos que são outros totalmente diferentes daqueles que pretendem. Os EUA são os campeões destas truculências. Eu, até queria gostar dos americanos, quer-se-dizer da sua política mas, eles são por demais estuporados, safados! Não tenho que ser um "Yes Men" de suas políticas porque tenho cérebro para analisar, pensar e daí tirar conclusões! Escutaram dias atrás e atrás da porta mas, coisa com sofisticação, o Francois Holland, o Nicolas Sarkozy, Jacques Chirac, amigos do peito, deles! Também o fizeram com todos os altos mandatários de França e Alemanha! Isto é uma bosta diplomática, ou não será!?... Isto já se passou com tantos outros e, depois deram-lhe o golpe na espinha dorsal como se faz com as cobras.

ame5.jpgUsaram mentiras, que era para os salvaguardar dos guerrilheiros, da intifada, dos mujaidines e não sei que mais com etecetera e tal mas, é tudo treta! Fizeram isso com Savimbi! Fizeram isso com Saddam Hussein! Fizeram isto com Muammar Al-Kadhafi! Fizeram isso com Bin Laden! Eles não têm amigos! Fizeram bosta e agora é a Europa que tem de suportar os refugiados de África. A África que eles sempre desestabilizaram! Os refugiados deveriam ser acantonados em frente à Casa Branca, ou Capitólio ou nos jardins de Washington! Mas são os patetas dos Europeus que vão suportar esta javardice! A nós que fomos escorraçados lá da África e agora aí estão na terra dos brancos, a moer-lhes a cabeça!

ame11.jpgHoje mesmo lançaram contra Portugal uma manobra de diversão e dispersão um relatorio da treta para entreter a malta! Dizem: "Violência contra mulheres e crianças, tráfico de pessoas para exploração sexual e laboral, uso da força policial excessiva, sobrelotação das prisões e exclusão social de ciganos  são mencionados no relatório de 2014 do Departamento de Estado norte-americano". Estes Americanos são mesmo competentes!? Como gosto deles!Ai.Iu.É...

AME10.jpg Eu também não queria falar assim mas, tenho de dizer isto para não explodir! Meus amigos negros, pretos, pardos, mamelucos, mulatos, cafusos, mazombos como eu, zebras e confusos que me perdoem mas tudo tem seu limite! Nem sempre posso mentir-me e manter um falso aprumo! Eu apoio sim o Francois Bonnet e as denúncias do wikileaks e os Franceses deveriam dar-lhe asilo político como gratidão! Também já tive o telefone grampeado e não gostei nada! Mas, não vou falar mais porque andam por aqui uns drones suspeitos, muito silenciosos a rondar-me a porta! Puxa vida, estou a ficar um perito nestasinteligências (Intelligence) e ninguém me aproveita como comentador das coisas tortas! FUI PARA O KIMBO!

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:02
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Domingo, 30 de Novembro de 2014
MONANGAMBA . XXI

TEMPO DE CICATRIZES TIGRES DE PAPEL – 1ª Parte

DOLÁR (PODER) AMERICANO EM QUEDA LIVRE!...

As escolhas de

isomar 2.jpgIsomar Pedro Gomes

 “Não há mal que tanto dure…” – Provérbio popular

iso8.jpgChina anunciou que deixará de comprar “bónus de tesouro” dos EUA, por já possuir uma enorme reserva de moeda dos EUA. Algum Pais na face do planeta, se assemelha a China na capacidade de compra de tal bónus? Numa única operação chegou a comprar cerca de 100 bilhões de USD, isto por várias vezes durante muito tempo… A reserva de bónus de tesouro dos EUA, propriedade da Rússia, em 2008 (Dados do FMI) era de 500 mil milhões de USD… Rússia deixará de utilizar dólares estadunidense, nas suas transacções comerciais a partir de 2016, privilegiando a moeda nacional da Rússia ou dos parceiros, pelo que tudo indica, China vai seguir a ‘melodia’ assim como os parceiros “registados” no BRICS…

iso7.jpgBANCO BRICS - Só para constar, o banco BRICS criou um fundo de 100 mil milhões USD (anti USD), para cobrir o intercâmbio comercial entre os membros e gerar desenvolvimento, em países fora da organização. Qual vai ser o impacto de tais medidas, na economia da “ainda” maior potencia mundial?

GUERRA ECONOMICA Vs. GUERRAS REAIS (de morte matada) - Muitos espectadores do panorama político internacional, aventam a hipótese cada vez mais verosímil (leia-se teoria da conspiração) de que os EUA, cometeram “auto flagelamento” sacrificando mais de 3.000 cidadãos norte americanos, no dia 11 de Setembro, para reinstalar a economia doméstica… Quem não ouviu falar da célebre “operação northwood” nos anos 60, que a CIA projectou para invadir Cuba, sacrificando um avião comercial de passageiros? Esta operação não foi “adelante” porque Kennedy rejeitou com categórica repulsa… (por isso foi morto, por "navegar" contra os interesses da industria militar).

iso6.jpgO melhor oxigénio para economia EUA, ė a industrial militar sinonimo de guerras vivas e a cores. Ora tal plano (northwood) foi “desenterrado” recentemente no caso do avião Malaio que sobrevoava Ucrânia (quem ė capaz, de sacrificar 3000 cidadãos…) para congregar animosidade internacional sobre a Rússia, “animar” a OTAN e “legalizar” a intervenção de políticos fascistas na Ucrânia... (mais teoria da conspiração) de proporções gigantesca, entenda-se, de que possa ‘parir’ a 3ª guerra mundial. As guerras provocadas, no Iraque, Afeganisthan, Líbia “e arredores” parece não estar a “dar lucros” visiveis, nem chegam a pagar os biscoitos do breakfast do pessoal do pentágono, John Kerry fez uma tournée pelos Países aliados integrados na OTAN, solicitando que os mesmos fizessem um aumento de 1-2% do seu produto interno bruto, contribto para a modernização da OTAN (entenda-se compra de armamento essencialmente estadunidense), para ajudar a “levantar a moral financeira” do Capitão América…

Monangamba - trabalhador sem especificação, faz-de-tudo (por vezes pejorativo).

As opções do Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:11
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Segunda-feira, 14 de Outubro de 2013
JINDUNGO . VII

USA . O segredo da CIA

Por

   Cesar Grossmann em 7.10.2013

As escolhas do

  KIMBOLAGOA        

Mantida por anos como segredo da CIA, existência da Área 51 é oficialmente confirmada

 Durante muito tempo, o governo americano negou a existência de uma base chamada Área 51 - um advogado da Força Aérea chegou a dizer a um juiz federal, em 1995, que “não há nome para a operação próxima a Groom Lake”. Isto acabou recentemente. A CIA, agência de inteligência dos EUA, atendendo a uma solicitação amparada pelo FOIA, Freedom of Information Act (“Ato de Liberdade de Informação”) americano, tornou público um documento de cerca de 400 páginas sobre a Área 51. Agora, a base – que ostenta placas afirmando que “O Uso de Força Letal é Autorizado” contra invasores – está oficialmente no mapa. O documento também cita a finalidade da Área 51: ela era base do avião espião U-2.

    Alguns dos objectivos das missões dos U-2, como o sobrevoo da China nos anos 1962 a 1975 para auxiliar a Índia, também são citados nos relatórios. Como não haviam satélites espiões na década de 1950 e início da década de 1960, as missões de sobrevoo eram comuns, mas precisavam ser mantidas em segredo. Em 1960, um destes aviões super secretos foi derrubado, dando início a uma crise diplomática, que só foi eclipsada por outra crise iniciada também por um U-2 – a dos mísseis atómicos em Cuba (duas fotos feitas por um U-2 mostraram o que parecia ser uma instalação de mísseis sendo construída em Cuba, o que serviu de gatilho para a crise).

O segredo da base infelizmente acabou servindo a uma finalidade menos nobre: trabalhadores que tiveram sua saúde prejudicada pelas substâncias testadas ali e produzidas pela incineração de tudo que era descartado (até trailers) não conseguiram que o governo americano pagasse os custos médicos ou a medicação que eram obrigados a tomar por conta do envenenamento. Agora, a Área 51 não é mais segredo. Ela de fato chama-se Área 51 e fica a cerca de 150 km a noroeste de Las Vegas.

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 00:19
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Segunda-feira, 16 de Julho de 2012
MULUNGU . XIX

{#emotions_dlg.meeting}AS ESCOLHAS DO SOBA

“O CALDO VERDE EVITA O CANCRO”

Por

 Manuel Luciano da Silva, é um médico, investigador e historiador português, residente nos Estados Unidos

Parece incrível, mas é verdade! No fim do século XX são os povos primitivos a ensinar ao homem civilizado, ao homem dos produtos sintéticos e das pastilhas qual é a alimentação mais saudável! Há mais de 40 anos visitei as Termas de Melgaço no norte de Portugal. Estas termas são especialmente dedicadas a doentes diabéticos, cardíacos e renais. Observei então que fazia parte do tratamento obrigatório, a todas as refeições diárias, um grande prato de caldo verde. E todo o doente que quisesse comer fora das três refeições só podia comer mais outro prato de caldo verde! O certo é que todos os doentes melhoravam das suas enfermidades! Ainda hoje em Coimbra quando os estudantes fazem uma farra ou há uma reunião de curso e se come e se bebe exageradamente... depois duma bela guitarrada, à meia noite, serve-se sempre um caldo verde - bem quente - para "limpar e acalmar as entranhas"... Quando tiver uma festa grande em sua casa faça o mesmo: ofereça aos seus convidados um caldo verde para despedida e para que tenham uma boa viagem!..

 RECEITA DO CALDO VERDE À MODA DE VALENÇA DO MINHO

Dois litros de água; 4 colheres de sopa de azeite português; 750 gramas de batatas; 1 ou 2 couves-galegas conforme o tamanho; sal, quanto baste; 1 chouriço (cozido à parte); broa. TÉCNICA: Deita-se a água numa panela com o azeite e as batatas descascadas cortadas em 4 pedaços. Põe-se sal quanto baste e deixa-se ferver. Quando as batatas estiverem cozidas, tiram-se e passam-se por um passador. Voltam à panela para apurar. Entretanto cortam-se as couves em tiras o mais fino possível. Lavam-se e deitam-se na panela QUINZE minutos antes da sopa ser servida, deixando a panela ferver DESTAPADA. Serve-se o caldo verde em tigelas de barro, com uma rodela de chouriço e um bocadinho de broa.

 Como já se encontram à venda na Nova Inglaterra as deliciosas sardinhas portuguesas congeladas, pode ser que algum dia algum comerciante se lembre de fazer coisa semelhante e nos mande as couves galegas já cortadas às tirinhas em caixinhas congeladas, prontas a meter na panela, para saborearmos, mesmo durante o Inverno severo na América, o nosso genuíno caldo verde!

Compilado com correcção ortográfica

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 01:34
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Terça-feira, 10 de Julho de 2012
MULUNGU . XVIII

{#emotions_dlg.meeting}AS ESCOLHAS DO SOBA

“O CALDO VERDE EVITA O CANCRO”

Por

  Manuel Luciano da Silva, é um médico, investigador e historiador português, residente nos Estados Unidos.

Analisando agora o CONTEÚDO DO CALDO VERDE: COUVES: – são a parte mais importante do caldo verde porque são muito ricas em fibras não reabsorvíveis. São ricas em vitamina A e complexos B (fiamina, riboflabvina e eniacina). Possuem também cálcio, ferro, fósforo, potássio e poucas calorias; AZEITE: - è aconselhável ser do português por ser muito rico em ácidos não-saturados que fazem baixar o mau colesterol. A usar outro tipo de azeite, que seja da bacia mediterrânea; BATATA: - Serve para tornar mais homogéneo o sabor do caldo verde, amaciando-o; o seu valor calórico é considerável. ÁGUA QUENTE: - Esta, é muito importante porque faz funcionar muito melhor os sucos gástricos e os fermentos, enzimas do aparelho digestivo. Faz descontrair esfíncteres ou válvulas do aparelho digestivo, estimula as contracções normais da vesícula biliar e relaxa o estômago e os intestinos delgado e grosso, tornando a digestão agradável e saudável;

 SAL: - Só o estritamente necessário; CHOURIÇO: - Deve ser cortado às rodelas e é cozido à parte para se deitar a água fora por conter produtos cancerígenos por ter sido defumado a fogo de lenha; BROA: - Deve ser à moda portuguesa feita com o farelo e farinha de milho: Quem comer uma malga de caldo verde todos os dias não tem prisão de ventre! Quem não tem prisão de ventre não tem hemorróidas! Por outro lado uma pessoa fazendo as suas necessidades diáriamente, o fígado é obrigado a produzir mais bílis e a vesícula a expandir mais sais biliares para untar a tripa por dentro para que os alimentos deslizem melhor. Deste modo saindo mais bílis (rica em colesterol) para o exterior através das fezes dá-se uma baixa de colesterol no sangue, diminuindo os riscos de ataques cardíacos e de pedras na vesícula (compostas por colesterol)! O caldo verde faz também com que a pessoa emagreça tornando-se mais saudável e feliz.

Intestinos Grosso e Delgado

CANCRO DO CÓLEN

Tem-se verificado uma relação directa entre a prisão de ventre e o cancro do cólon ou do intestino grosso. Porquê? Porque quando há prisão de ventre as fezes ficam paradas no intestino grosso, ou cólon e, assim, os produtos tóxicos contidos nas fezes retidas bombardeiam as células da mucosa intestinal de tal maneira que com a repetição deste processo desencadeia-se o princípio do cancro do cólon ou do intestino grosso que é uma doença terrível! Como contra-prova dos estudos que a equipa do Dr. Burkitt observou em África, deram-se aos nativos africanos dietas iguais à que os ingleses e americanos usam com McDonalds, “Ice ceam”, sorvetes, pizzas, lasanhas, batatas fritas, etc. Inverteu-se a dieta: em vez de 90% de dieta com vegetais, os nativos africanos passaram a ter uma dieta com somente 10% de vegetais. Resultados: Os nativos começaram a engordar, o colesterol começou a subir, passaram a ter prisão de ventre e a desenvolver hemorróidas como os ingleses ou americanos!

(Continua… Receita do Caldo verde à moda de Valença do Minho…)

Compilado com correcção ortográfica
O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 03:23
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Quinta-feira, 5 de Julho de 2012
MULUNGU . XVII

{#emotions_dlg.meeting} AS ESCOLHAS DO SOBA

O CALDO VERDE EVITA O CANCRO

Por

 Manuel Luciano da Silva, é um médico, investigador e historiador português, residente nos Estados Unidos.

Na década de setenta o famoso médico inglês Burkitt chefiou um grupo de médicos da Grã-bretanha que foram para a África Central estudar as diferenças entre as doenças que existem na selva e na zona metropolitana de Londres. Depois de estudos muito apurados o Dr. Burkitt veio a descobrir que existe no continente africano um tipo de cancro diferente que é causado por um vírus. Esta descoberta foi sensacional porque se provou, pela primeira vez, que certos tipos de cancro podem ser causados por vírus. Em honra desta descoberta o mundo médico mundial passou a chamar a este tipo de cancro: Linfoma não-Hodgkin de Burkitt. Esta revelação médica serve para os leitores apreciarem o tipo de observação que a equipa do Dr. Burkitt veio a registar no que diz respeito às diferenças que existem entre as dietas dos nativos africanos e a dieta do povo ocidental. Os médicos ingleses verificaram que os indígenas de África nunca tinham prisão de ventre, não contraindo cancro do recto, não tinham ataques de coração, não sofriam de hemorróides nem apendicite aguda!

 Surpreendidos por estes factos, os médicos britânicos constataram que os nativos africanos defecavam no período diário de 24 horas, quatro vezes mais do que qualquer outro cidadão europeu! Prosseguindo as investigações acabaram por concluir que a diferença entre estes povos apresentava-se dramática; isso deve-se ao facto de que os povos africanos comem 90% mais de alimentos ricos em fibras vegetais que não chegavam a ser absorvidos no intestino, saindo nas fezes praticamente intactos, aumentando por isso o volume fecal; sem o saberem  evitam a prisão de ventre tão comum nos ocidentais londrinos.

 Dr. Burkitt

Mais de mil especialistas por todo o mundo têm publicado artigos em periódicos e revistas médicas falando das observações da equipa médica do Dr. Burkitt, reafirmando serem os alimentos que têm fibras vegetais, os mais indicados para preservar a nossa saúde levando-nos naturalmente a visitar mais vezes a retrete, a privada… Em uma conferência sobre o tema pelo Dr. Burkitt  no Hospital de Roger Williams em Rhode Island, falou da seguinte bombástica forma: “ É mais importante sabermos o volume de merda diária duma pessoa do que o valor do seu açúcar ou do seu colesterol!” Analisando o nosso tubo digestivo e sabendo que da boca ao ânus tem o comprimento de sete vezes a altura de cada qual, verifica-se que uma pessoa com um metro e meio de altura, seu tubo digestivo terá dez metros de comprimento; de forma grosseira será igual à mangueira do nosso quintal! Desta forma compreenderemos que a natureza exige que nossa alimentação contenha 90% de fibras vegetais que não sejam absorvidas no percurso desse tubo digestivo de dez metros, porque de contrário não chegará nada ao fim do canal.

(Continua… Conteúdo do Caldo verde…)

Compilado por
O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 00:13
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Domingo, 24 de Junho de 2012
MULUNGU . XVI

{#emotions_dlg.meeting}AS ESCOLHAS DO SOBA
      “CALDO VERDE”
Digam-me lá Senhores Doutores, será para acreditar, ou é mais uma de muitas mensagens que se recebem? Quem diria que uma receita de culinária tão portuguesa, tivesse o efeito que se descreve. Divulguem aos amigos, conhecidos, e também vossos inimigos redimindo maus agouros e, até àqueles que não conhecem de lado nenhum...
O CALDO VERDE EVITA O CANCRO!
Por
Manuel Luciano da Silva, é um médico, investigador e historiador português, residente nos Estados Unidos. Da sua obra destaca-se Cristovão Colon (Colombo) era Português, um livro polémico onde defende que o descobridor da América, Cristóvão Colombo, era português.
Muita gente sabe que o caldo verde é uma sopa de couve portuguesa, tipicamente do norte de Portugal Continental, mas muito divulgado por todo o país. Couve é o nome genérico que se usa para descrever uma grande família de hortaliça caracterizada por folhas largas, esverdeadas e muito ricas em nervuras, fibra e vitaminas. Existem variadas couves: couve-galega, lombarda, crespa, penca, tronchuda, bastarda, repolho, brócolo roxo, brócolo branco e até couve-flor! Mas a couve preferida para se fazer o caldo verde é a couve chamada galega, muito cultivada do Minho, em Portugal. Na Nova Inglaterra os nossos emigrantes cultivam nos seus quintais e até jardins a couve-galega; depois de usar vários truques para passarem contra a lei, na alfândega, as sementes desta couve preferida acabou por ficar. Há nos estados Unidos uma couve semelhante à galega chamada de "collards". Devido às temperaturas negativas as couves-galegas não se aguentam ao relento durante os meses de inverno e, assim, a nossa gente usa um tipo de couve crispada chamada "kale". Mas caldo feito de "kale" não é genuinamente caldo verde; perde a sua característica, não pelo tipo diferente de couve mas, pelos ingredientes que as cozinheiras imigrantes lhe adicionam e que não devem fazer parte da receita do caldo verde. Sucede que a composição da "kale soup" é muito complexa: além da couve ou "kale", leva carne de vaca, carne de porco, chouriço ou linguiça, feijão, batata, cenoura, água, sal e mais não sei quê. Gostosa? Sim, senhor, mas é tão concentrada, é tão forte que até faz lembrar cimento armado ou entulho!...
 Em contrapartida, a receita do caldo verde é muito simples: água, sal, batata ralada, couves cortadas às tiras fininhas, azeite português e mais nada! No entanto há muitas donas de casa que não sabem cozinhar o caldo verde como deve ser. Não fazem caldo verde para os seus familiares porque dá muita maçada a cortar as couves às tiras muito fininhas... Mas, a razão principal, talvez seja por as cozinheiras portuguesas na América, pensarem que por ter tantas couves, o caldo verde não tem nenhum valor nutritivo, não presta para nada! Como estais enganadas, minhas senhoras! Se vos disser que de todos os cozinhados tipicamente portugueses o caldo verde é o melhor para a nossa saúde?! Que pensais se vos disser, como médico, que o caldo verde evita o cancro?! E se vos disser que o caldo verde evita os ataques do coração por reduzir no sangue o colesterol, pensais que é fantasia!? E se vos disser mais: que o caldo verde evita as pedras na vesícula e evita as hemorróidas?! É caso para perguntardes: se isso é verdade, porque é que levou tanto tempo a descobrir que o caldo verde é tão milagroso?!
(Continua…)
Compilado com correcção gramatical por
O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 03:20
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Quarta-feira, 14 de Setembro de 2011
KIANDA . XVIII

{#emotions_dlg.xa} FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

"MUSSENDO DO FÓRUM CRYPTON – 2ª Parte". Em Washington com JANUÁRIO PIETER*

Assinatura de Albert Einstein

Naquele momento entrou uma kianda que provocou um ligeiro alvoroço nos grupos do salão “templo” pois todos se viraram para aquela figura desgrenhada, cabelos espetados deitando chispas pelas pontas; era o patrono daquele “Fórum” pelo que verifiquei mais tarde através do nicho contendo numa urna refrigerada o seu cérebro doado pelo cientista Thomas Harvey, patologista do Hospital de Princeton. Na base tinha a sua assinatura: Albert Einstein e, esclarecia que o seu peso era de 1230 gramas; isto para mim foi de muita curiosidade pois que sabia que a média do peso do cérebro de um qualquer homem andava pelos 1400 gramas. Mesmo o seu volume estava também 4 centímetros abaixo da média humana. Tudo isto deitava por terra aquilo que vulgarmente se diz de pessoas inteligentes: “Ele é uma cabeça e tanto”. A conversa com Feliz, interrompida por este entretanto, voltou ao normal discurso directo: - Pois, ali tomei o nome de Feliz (Serra da Estrela) e, por ali permaneci deslumbrado na simplicidade; Rasputim, amiudadamente unia as mãos pelas palmas como em adoração levava-as ao rosto e deslizava-as descendo desde a testa aos olhos, sua face afagando por último a barba repartida em dois formando um “V” invertido.

  Einstein 

O “Fórum Cryptom” era um mundo de simbolismos, misticismo, mitologia e artes mágicas. Um mundo de esoterismo de segredos que me transcendem; só sei que no Mundo, as mentes grandes são temidas pelas mentes menores. O curioso na figura de Rasputim Feliz além da própria figura era o pau de que se fazia acompanhar; um pau esguio com 1,60 metros, mal descascado, parecendo ter saído dum freixo que, para ele deveria ser muito especial pois acariciava-o batendo amiudadamente no chão como que recebendo um carga energética terrena, assim a modos de Moisés quando subiu o Monte Sinai a recolher as duas pedras com os escritos dos Dez Mandamentos. Notei nele uma forte admiração pela firmeza dos conceitos, personalidade com amor e rigor; não me pareceu votado a aceitar vontades indecisas, do género “pão-pão, queijo-queijo”, o seu a seu dono e cada macaco no seu galho.

 

 Os Dez Mandamentos e Monte Sinai

Estamos aqui para ouvir Rasputim Feliz falar da mente diz Pieter Jerónimo  e, com um aceno deu-lhe em definitivo a palavra: - Assim é, começou ele: Onde está a mente está o tesouro. A Bíblia contem toda a informação científica codificada; se lermos Coríntios 3:16 ficaremos a saber que nós somos o templo de Deus; temos na mente as ferramentas silenciosas que fazem parte da profecia messiânica. O nosso cérebro em estado de concentração produz uma glândula pineal; é como uma secreção cerebral que tem um incrível efeito de cura, é literalmente capaz de regenerar células e, em estado de concentração profunda faz os tais milagres, uma espécie de alimento que sai do céu, tal como a glândula pituitária que produz o medo, a premonição, presságio e adrenalina. Bateu na temporã (seu templo) e desviou de tema; ao longo dos Mistérios Antigos relembrou o olho de Deus que tudo vê e que segundo São Mateus 6:22, a “lâmpada do corpo é o olho -  se o teu olho estiver são, todo o teu corpo andará iluminado

 

Corintios 3:16 e Olho de Deus que tudo vê na pirâmide Maçonica


*Januário Pieter: - Um personagem amigo, um sábio que me assiste e complementa conhecimentos...Um fantasma feito guia Kalunga; o homem que nasce da morte metaforizada com mais de 300 anos (386 anos para ser exacto - Ver crónica de Kwanza e os Mafulos de 22de Julho de 2009).

Glossário: - mussendo: estória contada com foro de lenda ou imaginada; descrição de ocorrências num tempo sem escrita.

(Continua...)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 12:00
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Segunda-feira, 12 de Setembro de 2011
MUGIMBO XXVII

{#emotions_dlg.meeting}AS ESCOLHAS DO KIMBO

RED SCORPION - 3ª Parte”Filme sobre Savimbi

 CIA 

Antigos líderes da UNITA acusaram Savimbi de manipular as crendices populares e valer-se de feitiçaria em julgamentos, esquartejando, afogando e queimando dissidentes políticos como feiticeiros. Mantinha um controlo do poder impiedoso, assassinando quem pudesse vir fazer-lhe frente. Apesar das ligações aos americanos, nutria grande desconfiança em relação à CIA e o seu primeiro chefe do estado-maior, coronel Waldemar Chindondo, militar distinto que foi um dos primeiros-oficiais negros do exército português, foi acusado de ligações à CIA e executado. A viúva de Chindondo, Alda Juliana Paulo Sachiambo Chindondo, mais conhecida por Mana Aninhas, passou a fazer parte do harém de Savimbi, foi eleita presidente da Organização Feminina da Unita em 1984, representante do movimento nos Estados Unidos, Portugal, Bélgica e Alemanha e líder da bancada da UNITA no parlamento angolano. Orneias Sangumba, que estudou  ciências política na Universidade de New York foi outro dirigente do movimento morto por ser alegadamente agente da CIA

 Alda Sachiambo

Em 1990 foi a vez de Pedro “Tito Chingunji”, jovem e brilhante secretário dos negócios externos e antigo representante do movimento em Washington, fuzilado por se ter tornado demasiado próximo dos americanos. Chingunji foi um dos negociadores dos acordos de New York em fins de 1988, que levou à  retirada dos cubanos de Angola e realização das primeiras eleições e a sua morte levou à deserção de figuras de peso e ao fim das relações entre a UNITA e os Estados Unidos. O jornalista britânico Fred Bridgland, autor da biografia “Savimbi - a chave para África”, fez amizade com Chingunji durante a cobertura  das operações do movimento e, já com ele a viver em Washington, colaboraram  na preparação de um livro sobre o movimento. Um dia, num encontro em  Washington, Chingunji informou Bridgland de que a sua mãe, pai, três irmãos e uma  irmã tinham sido executados por Savimbi e que a sua mulher e os filhos, dois bebés gémeos de um ano, estavam presos e tencionava deslocar-se à Jamba  para esclarecer a situação junto de Savimbi. Chingunji viajou para a Jamba, mas não regressou a Washington. Foi preso, acusado de ligações à CIA e ao MPLA  e ter tido um romance com uma das muitas mulheres e concubinas do Savimbi,  que, refira-se, era poligâmico, aliás como a maioria dos africanos. Tentando salvar o amigo, Bridgland voou para a Jamba em 21 de Dezembro de 1988, um  dia antes da assinatura do acordo de New York, foi ouvido por Savimbi e os 13  membros do seu politburo à sombra de uma frondosa árvore, mas não conseguiu salvar Chingunji e toda a sua família. O jornalista denunciou Savimbi e o secretário de Estado James A. Baker exigiu explicações.  

 Malangatana

O líder da UNITA respondeu numa carta de seis páginas em que acusava Tito Chingunji de estar envolvido com a CIA num plano para o derrubar e atribuiu as mortes a dois membros da UNITA que tinham desertado dois meses antes e formado um novo movimento separatista na região de Cabinda. Um sobrinho de Tito, Dinho Chingunji, actual ministro do Turismo de Angola, vivia ao tempo em Washington e diz que “é uma mentira ultrajante”. Na peça “The Black Cockerel”, Savimbi entra em litígio com Tito Chingunji por divergências ideológicas, mas antigos membros da UNITA acusam Savimbi de ter passado a odiar o jovem 
Chingunji quando soube que este tivera um romance com uma das esposas em Paris, Ana Paulino Savimbi. Ana era uma jovem elegante e linda que Savimbi converteu em primeira dama e passou a acompanhá-lo nas viagens pela América e pela Europa. Desta relação, Savimbi teve cinco filhos que vivem todos em França. Através de uma bolsa patrocinada pelos serviços secretos franceses, Ana foi tirar um curso de secretariado em Paris, onde conheceu Tito. Entretanto, Savimbi, que ficara na Jamba, já trazia debaixo de olho duas irmãs sobrinhas de Ana: Raquel Matos de seu verdadeiro nome, que, quando da ida da tia para França, se tornou companheira de Savimbi, mais tarde foi estudar para Londres, casou com Tito Chingunji e acabou por morrer com ele; e Navimibi Matos, da qual Savimbi teve uma filha. Navimibi Matos morreu queimada viva, em 1981, num dia que Savimbi disse que ficaria na história da Unita como o “Setembro Vermelho”.

Referência: The Portuguese Times (NET)

(Continua...)

O Soba T´Chingange

 



PUBLICADO POR kimbolagoa às 19:05
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Sexta-feira, 9 de Setembro de 2011
KIANDA . XVI

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

"MUSSENDO DE WASHINGTON"- JANUÁRIO PIETER* 

 Capitólio e Obelisco
Diante de nós estava o Obelisco de Washington. O reflexo dos seus 169 metros de altura honra-nos com sua brilhante figura quase até aos nossos pés do outro lado do quieto lago, espelhando agradecimento aos muitos e grandes deuses da história de Apolo a Júpiter; um verdadeiro tributo aos antigos simbolismos míticos; os fantasmas das nossas bitacaias estavam delirantes de tais honrarias e até me atrevo a dizer que "até os pés se riam" de contentamento. A Rotunda do Obelisco de Washington DC representava para a América a sagrada noção dos Antigos Mistérios. A América tem um passado oculto e é aqui que simbolicamente se proclama ao divino sem uma verdadeira conversão ao cristianismo. Este Obelisco, quando da sua construção era a maior obra feita pelo homem; era maior que a do Cairo ou Alexandria ou as pirâmides do Egipto que só foi suplantada a partir da construção da Torre Eiffel em Paris. A verdadeira intenção dos pais da América era fundar aqui uma nova Roma; uma capital clássica de panteões e templos adornados de grandes deuses da história em tributo a "Vesta", uma verdadeira "Apoteose" ou transformação do homem em Deus, palavra que vem do grego antigo: apo que significa tornar-se e theos que significa Deus.

 templo de Vesta 

- Nós não estamos aqui por acaso, disse Januário Pieter acrescentando: - este grande obelisco tem muito a comunicarmo-nos. É o símbolo da sabedoria mística antiga perfilando-se em direcção ao céu no coração da nação, num querer de "Louvado seja Deus" ou "Laus Deo" e inscrita na extremidade do Washington Monument, uma clara referência à lendária Pirâmide Maçónica e, para onde aponta a estrela judaica, o Selo de Salomão em cima do Grande Selo dos Estados Unidos, bem identificados na nota de um dólar que aponta o vértice da estrela sobre o olho maçónico que tudo vê. Verifica nesta nota, aponta Januário com seu indicador, mostrando a união das pontas da estrela formando as letras MASON (maçom, em inglês). - É demasiada curiosa esta conjugação de dados, disse eu numa expectante ansiedade de saber mais. Januário quis clarificar mais as interrogações que em mim eram visíveis: - Nota que a mensagem de "Lous Deo", louvado seja Deus inscrita na base da pirâmide de pedra do Washington Monument têm uma correspondência cifrada; para melhor entenderes os símbolos das letras são: - o "L", significa o esquadro de pedreiro; o "AU", o elemento ouro; o "S" o sigma grego; o "D", o delta grego; o "E", o mercúrio alquímico e o "O", o ouro boros (Laus Deo). 

 washington . A Palavra

- Foi no dia 4 de Julho de 1848 que a Pedra Angular foi enterrada neste Washington Monument, num ritual totalmente maçónico. Este foi o princípio, que corresponde à "Palavra" tal como os antigos a identificavam. - Estava estupefacto ou estupefeito perante toda esta carga de conhecimentos misteriosos. As palavras que iluminam o caminho cintilavam mistérios ocultos pelo que, tendo referido isto a Pieter logo, ele mudou o rumo à conversa para coisas triviais; deduzi que, achava estar a entrar num mundo muito para além dos meus considerandos. Aquele dia decorreu sem sobressaltos e, ambos decidimos encontrarmo-nos no "Fórum Krypton" no dia a seguir. Ofereci aposentos a Januário afim de ficarmos mais próximos, mas ele recusou com afecto; tinha outros trabalhos a cumprir por via do seu papel de emissário miondona. Fiquei a meditar no 4 de Julho, dia da Independência festejado por feriado por simbolismo daquela Pedra Angular.

 Apoteose . O princípio

*Januário Pieter: - Um personagem amigo, um sábio que me assiste e complementa conhecimentos...Um fantasma feito guia Kalunga; o homem que nasce da morte metaforizada com mais de 300 anos (386 anos para ser exacto - Ver crónica de Kwanza e os Mafulos de 22de Julho de 2009).

Glossário: - mussendo: estória contada com foro de lenda ou imaginada; descrição de ocorrências no tempo em que não havia escrita; fala do povo contada à sombra da mulembeira; coisas descritas pelo kota de respeito que tem sabedoria e constrói arco-íris. bitacaia: - pulga de pé, matacãnha; miondona: - espírito tutelar convocado para as encruzilhadas nos eventos de maior gabarito.

(Continua...)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 16:48
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Segunda-feira, 5 de Setembro de 2011
KIANDA . XV

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

"O REENCONTRO EM WASHINGTON"- JANUÁRIO PIETER*

 Amendoeira de orixás

 

 

Amendoeira mediterrânica 

Eu e Januário deslocamo-nos até uma esplanada e, já comodamente sentados à sombra de uma grande amendoeira de orixás (figueira da Índia) detivemo-nos a apreciar por algum tempo a robustez e os figos carnudos caídos no passeio; em pequeno comia disto em Luanda, no Parque Heróis de Chaves que agora deve ter outro nome, disse eu; assim que saíamos da escola pulávamos como macacos a buscar os frutos mais amarelos e polpa rachada, porque eram os mais gostosos. Após este entretêm de ocasião lancei a pergunta a Pieter: - Mas afinal o que vieste fazer aqui a Washington, num país que nasceu muito depois de ti? O que é que isto tem a ver contigo e teus mussendos? Em resposta, referiu algo de interesse que desconhecia: -Vim festejar a festa do "Gigante da Revolução Americana", um português que para aqui veio trazido pelos piratas em criança e que depois se tornou um herói americano. Como é isso?! Retorqui confuso por tal descrição, acrescentando: - O que é que isso tem a ver contigo? Malembe-malembe. Eu explico e, disse Pieter:

 

Peter o Hércules da Virgínia

-É isso que ouviste,... Um meu descendente foi raptado por piratas na Ilha Terceira dos Açores no lugar de Porto Judeu, muito perto do Ilhéu das Cabras tendo sido largado não se sabe bem do porquê no porto de City Point na Virgínia com a idade de cinco anos; aquele meu descendente tornou-se um gigante em bravura de lutas posteriores e veio daí a ser conhecido pelo "Hércules da Virgínia" em missões de batalha ao comando de George Washington. Este gigante com mais de dois metros e 120 quilos de peso fez a diferença na tomada dum bastião e estandarte na batalhade Stony Point no ano de 1779. Este feito, faz a viragem da guerra a favor dos homens de Washington perante os Ingleses. Peter, destaca-se por sua valentia entregando a bandeira do inimigo a George Washington, a mesma que proporcionou o simbolismo da independência dos Estados Unidos. George Washington consagrou-o o "maior soldado da América" posteriormente no ano de 1781 salientando: "Sem ele teriamos perdido duas batalhas cruciais, talvez a guerra, e com ela a nossa independência".

Este cidadão é homenageado em New Bedford da Virgínia pela comunidade portuguesa a 15 de Março e eu estou aqui como miondona para assistir a essa festa. Ouvi com toda a atenção o que esta kianda mais velha que a Muxima me disse e não me contentei com este sumário de vida pelo que exigi mais detalhes. A história é um pouco longa e confunde-se agora como uma lenda. O que te posso dizer por agora é que aquele catraio abandonado no porto é recordado por um comerciante de então como sendo uma criança que falava uma língua diferente, assim parecida como o Castelhano. Parecia ser filho de gente abastada pela roupa europeia que vestia e também por ter nas fivelas dos sapatos as letras P.F. Foi acolhido pelo Juiz Anthony Winston que o recrutou para uma sua plantação de algodão. Por ter a pele escura, o capataz da plantação colocou-o quando já homem, a trabalhar junto dos escravos aonde veio a destacar-se como o melhor dos ferreiros. A noite ia caindo; o resto da história, com pena minha iria ficar para outro dia e, foi marcando novo encontro para o espelho de água da Rotunda que fiquei de escutar o resto da história. Ao se afastar, disse-me: - Não te apoquentes por mim, porque tenho todo o tempo do mundo e,.. assim se foi envolto num cacimbo nebuloso. Fiquei a admirá-lo no seu andar "chambeco", chutando o ar, ondulando sabedoria acumulada.

 

::::::::::::::

*Januário Pieter:- Um personagem amigo, um sábio que me assiste e complementa conhecimentos...Um fantasma feito guia Kalunga; o homem que nasce da morte metaforizada com mais de 300 anos (386 anos para ser exacto - Ver crónica de Kwanza e os Mafulos de 22de Julho de 2009).

Glossário: - mussendo: estória contada com foro de lenda ou imaginada; não faz história com h mas, baseia-se nela para descrever ocorrências do tempo em que não havia escrita; a fala do povo era contada em mussendos à sombra da mulembeira, ideias deambulantes da cabeça de cada um, mais velho; pelo kota de respeito que tem sabedoria porque constrói arco-Íris. Aquela era a biblioteca de então; malembe-malembe: - devagar, devagarinho; nas calmas meu; miondona: - espírito tutelar convocado para as encruzilhadas, os eventos de maior gabarito.

(Continua...)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 06:51
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Segunda-feira, 29 de Agosto de 2011
KIANDA . XIV

{#emotions_dlg.xa}FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

           "O REENCONTRO EM WASHINGTON" - JANUÁRIO PIETER*

   O JAGUAR DO CHICHEN ITZA

A Kianda Pieter sabia de tudo! Sukuama!

- “N´Zambi a tu bane n´guzu mu kukaiela”, Deus dá-nos força para seguir, disse ele batendo-me no ombro com os dedos todos, espalmados estalando-os em seguida em movimentos rápidos de cima para baixo e vice-versa. Apanhou esta forma de expressar contentamento comigo quando e após nos termos encontrado em Paris bem perto da Disneilândia e depois Vale-du-Loire, Burgos, Toledo e Alhambra. O indicador batia no médio originando um estalido mas, este ficava apontando o infinito, enxotando maus olhados: - "Eu sou o espírito que como o bicho-da-seda, nasço da morte metaforseada; a gadanha não me toca da mesma forma que toca aos demais. A morte que só mata o homem, é pessoal e intransmissível". Foi mais ou menos assim que ele me voltou a repetir como que, advertindo-me que os desígnios da vida não se podem espreitar pela frincha da porta ou dum portal como se vê no cinema. Este Pieter sabia tudo sobre mim e da minha cultura cinéfila, quer dizer,... lá na Luua, ia ao cinema quase todos os santos dias.

 JANUÁRIO PIETER . A KIANDA

Perante a minha apatia, assim como que olhando algo sem nada vislumbrar, uma branca sem fé, ele exclareceu: - Não penses nisso, aceita a perspectiva de que o mundo não é exactamente como se imagina. Tudo o que hoje é grandioso como isto que aqui vemos ao redor neste jardim do Capitólio começou por ser uma simples ideia que agora derruba todas as nossas crenças. A pirâmide maçonica é real e George Washingtonfoi o guardião da pedra mestra, dum mundo de símbolos, mística, mitologia e artes mágicas. Hà segredos escondidos que transcendem a compreensão humana, e deve existir um mundo-sombra para além deste, de onde se pode extrair poder, disse eu. Senti esses ritos sagrados fora do tempo e lei promiscua como um ser de mente-menor quando subi o tunel quente e com muitos degraus na pirâmide de Chichén-Itzá até ao jaguar aonde sacrificavam crianças para fazer chuver, ofertas de sacrifícios muito antes de Jesus Cristo ter sido sacrificado numa velha oliveira em forma de Cruz, disse eu.

 CHICHEN ITZA .  O poço dos sacrificios

- O sacrifício era o rictual original por meio do qual os seres humanos obtinham o favor dos deuses e se tornavam santos, sagrados pelo derrame de sangue que é tudo o que separa a luz da escuridão, disse Januário Pieter com aquela eluquência da qual não podia contornar e, continuou: - A grande ironia é que todas as religiões do mundo, durante séculos, têm incitado os seus seguidores a abraçarem os conceitos de fé e crença e a ciência que sempre escarneceu da religião como uma superstição, é obrigada a admitir que a verdadeira fronteira da ciência está na fé da crença pelo poder da convicção, do amor e intenção. Já curei muita gente com a mente e com as mãos e, acrescentou: - todos nós se o quizermos, pela energia mental podemos fazer milagres; os nossos pensamentos têm poder para mudar o mundo. Os nossos corpos físicos evoluiram ao longo de eras, mas foram as nossas mentes que foram criadas à imagem de Deus, não o corpo. Enquanto Januário se espanejava em sapiência eu ficava mais pensativo.

*Januário Pieter: - Um personagem amigo, um sábio que me assiste e complementa conhecimentos... Um fantasma feito guia Kalunga; o homem que nasce da morte metaforseada com mais de 300 anos.

(Continua...)

O Soba T´Chingange





PUBLICADO POR kimbolagoa às 12:00
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Terça-feira, 23 de Agosto de 2011
KIANDA . XIII

{#emotions_dlg.xa}FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

"O REENCONTRO EM WASHINGTON" - JANUÁRIO PIETER*

 Estátua da Liberdade na Cùpula do Capitólio

 

 

Washington

Ufa!!! Mais uma vez a kianda feito gente assombrada, fez-se aparecer vindo do nada quando me dispunha a tirar uma foto, um Zoom ao zimbório do Capitólio. Era ele mesmo, Januário Pieter. Tinha visto esta amiga figura da última vez, em Alhambra de Granada em fins de Agosto do ano de 2009; era  um mustafá com turbante colorido, congressista mwangolé ao grande encontro internacional de Calungas, Kiandas Tágides, Musas, Umbandas e Espíritas minkizis impregnados de cazumbi; abri os braços escorrendo empatia pelos dedos e braços e, de olhos esbugalhados de admiração dei um forte abraço àquele velho amigo com 386 anos, vestindo agora um impecável terno branco e gravata lilás. Aquele mazombo mafulo, nascido em tempo de Muxima às margens do Kwanza, deu-me uma alegria de um tamanho imensurável e, era curioso aparecer agora no momento em que necessitava de desvendar muitos mistérios que me traziam embrulhado em curiosidade, espanto e admiração. Sendo eu e ele da terra das kwangiadas, da tão longinqua N´Gola, decerto interpretariamos em conjunto alguns mistérios ligados ao início da nação americana. Permanecemos por ali sentados uma boa meia hora admirando a estátua da Liberdade encimando a cripta do Capitólio.

 Obelisco de Washington

- Mas,... o que é que te faz estar aqui num país tão distante? Atirou ele, a dado momento, sabendo já de antemão que a minha mente andava confusa. Retirei um dólar do bolso e mostrei-lhe o meu espanto e desconhecimento do porquê, sinalizando aquela pirâmide dividida em duas na nota verde que domina a economia do mundo de hoje; quantas guerras, quantas ganâncias e quantas desavensas por esta verde nota, acrescentei. Essa pirâmide, simboliza a ascenção do homem num plano de trabalho em curso, sempre inacabado, tendo a pedra superior a pairar por cima de uma outra cortada quase no seu final, disse ele. Ela é descrita no mito maçónico com esse topo em ouro maçiso tendo sido imposta por George Washingtom no obelisco da Rotunda. É uma lenda do tempo mitológico com uma codificada linguagem aonde a palavra e mística se misturam nas gentes de grandes poderes como o rei Artur, o mesmo da Távola Redonda que estava psicológicamente á altura de ser o maior, quase um deus. Foi nesta leitura antiga que George Waschington se baseou e concretizou construindo uma gigantesca estátua da sua figura aonde agora se situa o obelisco de 169,7 metros de altura, a estrutura mais alta até esse então (1889).

George Washington na nota de Dólar

Em suma, continuou Januário, as pirâmides éram a forma emblemática do homem antigo se libertar do plano terreno e subir ao sol, ao céu, superando tudo em suprema iluminação. George Washington era considerado o "Pai da Pátria" em reconhecimento de sua liderança na luta pela indepência da América. Houve antes, os egípcios, os maias e os aztecas, que legaram ao mundo esse património. A pirâmide é uma estrutura que eleva os homens ao reino dos deuses e podemos ver em Roma, nas antigas construções de suprema religiosidade como o Vaticano esses simbolos bem lá no alto; Todo o arquitecto tinha em mente ficar na história com suas obras representando esse iluminismo do qual nasceu a Maçonaria, a representação do compasso, do esquadro formando um triãngulo com fio de prumo e bem no centro o tal olho do iluminismo, disse Januário. E, confirmo isto porque observei esses símbolos em varios templos cristãos na Cidadee de Roma.

 

 

Obelisco de Roma. Basilica de S. Pedro

* Januário Pieter: - Um personagem amigo, um sábio que me assiste e complementa conhecimentos ..... um fantasma feito guia Kalunga.

Glossaário:kalunga: - espírito forte, divindade ou espírito das águas, iemanjá, mar, água no geral; kamba: - companheiro, amigo, camarada (de guerra); matumbola: - morto vivo, uma assombração; kwangiada: - musa do rio Kwanza; kaluanda - muxiloanda/o: - natural de Luanda, camundongo, (quem bebeu água do bengo e apanhou paludismo ainda candengue); minkisi: - agente de ligação entre o físico e o místico, tem poder nos elementos da natureza, (faz chover, faz trovoada), gente com mau-olhado

(Continua...)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 20:59
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Quinta-feira, 11 de Agosto de 2011
CAFUFUTUILA . XVI

{#emotions_dlg.xa}FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

          "FANTASMAS DO CAPITÓLIO"

CAPITÓLIO . Washington

Às vezes uma lenda que perdura durante séculos perdura por alguma razão. O espectro de gatos pretos percorrerem os labirintos de corredores, passagens estreitas e nichos do Capitólio dos Estados Unidos da América tornam a história, irónica; a estátua da Liberdade feita em bronze e colocada no topo da cúpula do Capitólio foi içada aos pedaços por escravos negros. Estavam a cimentar o futuro longínquo daquele país mantendo suas crenças, sem o saberem. Já nesse então os zumbis, se reuniam em concilio, uma coisa misteriosa ou muito secreta tal como a maçonria que originou a colocação da pedra angular daquele magestoso edifício; Zumbis, kiandas, Kalungas, fantasmas de toda a áfrica conjugavam o verbo querer no Potomac River; mais cedo ou mais tarde um negro deveria tomar assento naquele grande cadeirão aonde se perpectuaria George Washington.

George Washington . Artefactos de trabalho

O fantasma de um desses trabalhadores escravo negro, por volta de 1866, há 145 anos atrás, caiu da cúpula do capitólio durante a sua construção e, desde então deambula como um motombola nas câmaras subterrãneas e corredores com uma caixa de ferramentas procurando talvez o grande mulungo-mwana com seu compasso de maçon dirigindo a colocação da tal pedra angular naquele Capitólio a 18 de Setembro de 1793 perto da Suprema Corte ao longo de uma passagem da galeria do Senado. A kianda anda desvairada, porque depara sempre com o escuro de si mesmo, abanando uma petrea figura dum branco gigante; uma patética angústia feita estátua. Ele desconhece que na Casa Branca, alí bem perto, reside agora um seu patrício de nome Obama; Não se compreende, que tenha ali ficado confinado todo este tempo sem a novidade contada. Os ilundados senhores do espírito, deprezaram aquele kota trabalhador viciado, porque aquela pedra angular foi deslocada por ele, do seu lugar original, sem o seu prévio consentimento; desde então ali ficou todo feito num ostracismo matumbola.

 Dólar

George influenciado pelos domos europeus, levou os simbolos maçonicos até ali, á semelhança da Catedral de São Paulo, o Panteão de Paris ou a Basílica de São Pedro mas, agora que são passados 218 anos após a colocação daquela pedra, pretendem afundar a Europa destruindo-a suavemente através da mentira, colocando sua pata ensarilhada em uma grande farça, um gigantesco tripé de ideias carunchosas, um sistema macabro de novas engenharias financeiras de onde pende esse grande bloco angular como um prumo que suavemente a esmaga. E, não é que, a europa continua subjugada a essas diabólicas formas de morrer em mansidão.

Glossário: Matumbola – um morto-vivo ou vice versa; Mulungo – branco; Kalunga – o mar e seus espíritos, espíritos da água; Kianda - bruxo, fantasma, sereia das lagoas, cacimbas ou do potomac; Kota - Mais Velho; Ilundado - Iluminado, senhor dos espíritos; Mulungo-mwana - Branco importante

(Continua...)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 19:04
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Sábado, 9 de Julho de 2011
MUJIMBO . XXI

{#emotions_dlg.meeting}AS ESCOLHAS DA CONDESSA DO KIPEIO - TREZA R.

DSK . Dominique Strauss-Kahn   

O que os americanos não seriam capazes de fazer para esconder a fraude que é a sua economia!!!
 D. Srauss K.

Na manhã de 14 Maio, o dia em que foi preso, Dominique Strauss-Kahn (DSK) tinha sido aconselhado pelos serviços secretos franceses (DGSE) a abandonar os EUA e regressar rapidamente à Europa, descartando-se do telemóvel para evitar que pudesse ser localizado. A delicadeza da informação secreta que lhe tinha sido entregue por agentes "d...elatores" da CIA justificava tal precaução. Strauss-Kahn tinha viajado para os Estados Unidos para clarificar as razões que levavam os norte-americanos a protelar continuamente o pagamento devido ao FMI de quase 200 toneladas de ouro. A dívida, com pagamento acordado há vários anos, advém de ajustes no sistema monetário - "Special Drawing Rights" (SDR's). As preocupações do FMI sobre o pagamento norte-americano ter-se-iam avolumado recentemente. Nesta viagem Strauss-Kahn estaria na posse de informação relevante que indiciava que o ouro em questão já não existe nos cofres fortes de Fort Knox nem no NY Federal Reserve Bank. Mas Strauss-Kahn terá cometido um erro fatal: ligou para o hotel, já da plataforma de embarque, pedindo que o telefone lhe fosse enviado para Paris, o que permitiu aos serviços secretos americanos agir nos últimos minutos. O resto dos factos são do conhecimento público.

Vuelo de pajaros . Miro

Já em prisão domiciliária, em Nova Iorque, DSK terá pedido ajuda ao seu amigo Mahmoud Abdel Salam Omar, um influente banqueiro egípcio. Era muito importante, para fundamento da defesa, que o egípcio lhe conseguisse obter a informação privilegiada sobre a "mentira" do ouro, que DSK tinha deixado "voar" em NY, para justificar a teoria da perseguição. No entanto a intervenção voluntariosa do banqueiro egípcio saiu gorada. Dias depois Salam Omar foi igualmente preso nos Estados Unidos, também ele acusado de assédio sexual a uma empregada de hotel. Relatórios de diferentes serviços secretos internacionais convergem na conclusão: os factos que motivaram a prisão do egípcio são altamente improváveis, Salam Omar é um muçulmano convicto e um homem com 74 anos de idade. A inversão de sentido na história da suite do Sofitel de NY começava aqui a ganhar consistência e outros factos viriam ajudar. Em Outubro de 2009, Pequim terá recebido dos EUA cerca de 60 toneladas de ouro, num pagamento devido pelos americanos aos chineses, como acerto de contas no balanço de comércio externo. Com a entrega, Pequim testou a genuinidade do ouro recebido tendo concluido que se tratava de "ouro falso". Eram barras de tungsténio revestido a cobertura de ouro. As 5.700 barras falsas estavam devidamente identificadas com chancela e número de série indicando a origem -Fort Knox, USA.

 Deformações . Simpsons de Dali
O congressista Ron Paul, candidato às eleições presidenciais de 2012, solicitou no final do ano passado uma auditoria à veracidade das reservas do ouro federal que foi rejeitada pela administração Obama. Numa entrevista recente, questionado sobre a possiblidade de ter desaparecido o ouro federal de fort Knox, o congressista Ron Paul gelou os interlocutores respondendo liminarmente: "É bem provável!" À "boca fechada" têm vindo, aqui e ali, a escapar informações, a avolumar-se incertezas sobre as reservas de ouro norte-americanas. Mas as notícias referentes aos fortes indícios que de o ouro seja apenas virtual têm colhido uma tímida atenção na comunicação social americana. A "verdadeira história" por detrás da prisão de DSK, agora pública, consta de um relatório secreto preparado pelos serviços de segurança russos (FSB) para o primeiro-ministro Vladimir Putin. Talvez por isso Putin tenha sido o primeiro lider mundial a assumir publicamente a ideia de que DSK terá sido "vítima de uma enorme conspiração americana". Estes factos, a confirmarem-se, em nada ilibam DSK na suspeição que sobre si recai do eventual crime de assédio sexual a uma empregada do hotel mas, quem sabe, essa possa revelar-se como a pequena e ingénua ponta de um grande iceberg. A ser verdade, os serviços secretos norte-americanos, seguramente bem informados, terão sabido tirar partido das fraquezas do inimigo-alvo, aniquilando-o com eficácia cirurgica - um pequeno crime de costumes, tão ao gosto do imaginário popular, pode bem ter contribuido para abafar crimes de contornos bem mais sérios, por eliminação de testemunha ou de prova. Entretanto DSK prepara activamente a defesa em tribunal arregimentando já um verdadeiro "crack team" de ex-espiões da CIA, investigadores, detectives e media advisors.

TREZA R.      



PUBLICADO POR kimbolagoa às 06:52
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Sábado, 14 de Maio de 2011
ESCÂNDALOS . I

{#emotions_dlg.xa}CRÓNICA DO SOBA T´CHINGANGE

        “Osama Bin Mohamed Laden”

 

Na era dos escândalos "só os paranoicos sobrevivem" disse Bill Gates, o génio da microsoft. As crises de imagem ou reputação, constituem uma forma bem particular de crise e, podem atingir países, instituições caritativas, lideres de organizações impolutas ou chefes de nações sempre acima de qualquer suspeita. Recentemente, "beatificou-se um papa, casou-se um príncepe e fêz-se uma cruzada matando-se uma mouro - Bem vindos à Idade Média"(1). Estas crises de imagem são devastadoras porque podem destruir o maior patrimonio da humanidade da era de Cristo, instituindo a mentira como coisa perfeitamente aceitável, conduzir-nos assim à falta de credebilidade. No mundo inteiro, antes de se vender produtos ou serviços deverá vender-se a confiança; quando a confiança que os outros depositam em nós deixa de existir, há uma sentença de morte empresarial, política ou profissional. 

 PREMONIÇÃO . Cândido Portinari

Não é fácil dizer dizer aonde impera a maior confusão, se em Marte por conhecer, se no Iraque, Afganistão, ou em qualquer malediscência do Islão. Ninguém vai poder controlar os mídia com seus furos jornalisticos e sua sórdida cadência de especular sobre fagulhas de tragédia ou opiniões desavindas. Quando todo o mundo se preparava para vêr o tirano morto, Bin Laden, vemo-nos confrontados com a nebulosa inverdade de que o diabo ficou tão irreconhecivel e tão cheio de sangue que se preferiu lançar ao mar a fim de não horrorizar o mundo; sem se saber o algures, a imagem ficou envolta num perene azul marinho. Ao invés do espectáculo, tão ao gosto americano, dos sórdidos pormenores operacionais, das técnicas ultra-avançadas, tudo se esfumou num simples espanto; um fantasma evaporado na bruma do mal em estória mal contada.

 Raciocinios mágicos . Henri Matisse

O incidente não enlutou a América nem a humanidade mas, mostra quanta hipócrisia e fragilidade tem a verdade, da versão oficial, do especular, contraditórias inverdades para vender a imagem fazendo de nós observadores parvos. Quando tudo parecia ser mais fácil, os mídia, pegam em migalhas sigilosas e bulem com a comoção pública detalhando complexidades; as ondas electromagnéticas do destino, tornam um caso simples em complexos raciocínios mágicos, mais uma lenda acompanhada de premonições. Quando há muitas lacunas numa estória, a tendência para as preencher é usar a fantasia e disto, os Americanos são mestres, têem avondo. Eu, que não acredito em bruxas, tenho também uma premonição: - O diabo deve estar vivo!

Nota:(1) - Frase de autor incógnito

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 02:11
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Segunda-feira, 11 de Abril de 2011
CATASTROFES . XII

 {#emotions_dlg.meeting}AS ESCOLHAS DO KIMBO

"O MUNDO EM CRISE" - 3ª Parte . Alex Jones*

Colapso económico - Fome e miséria - Arquitectura financeira Mundial

 Dívidas

A Europa, em média está um ano à frente dos EUA em termos de dificuldade económica. Vão começar pela Grécia, depois Irlanda, Portugal, Espanha... Foi isso que os economistas com quem falei, disseram. Depois acontecerá na Inglaterra, Alemãnha, França; agora está aí, mas depois se transferirá para USA. Isto é tudo arquitectado. Eu não tenho como explicar isto de forma mais clara. Cortarão benefícios aos aposentados que um dia assinaram como garantia para sua assistência médica básica e, cobrarão impostos sobre eles reduzindo as pensões em nome de "salvá-las" por que elas, serão investidas em derivados fraudulentos. Essa é a armadilha. Eles mantêm o cidadão refêm e conseguem que invista em derivados fraudulentos no seu distrito, na sua cidade com a sua pensão e, de repente seu dinheiro não está lá. Se você quizer recuperar sua pensão de volta primeiro necessita salvar os bancos; porém, não é uma operação de resgate. É tudo tramado! "Esta semana" na Casa branca, Obama congelará os salários do funcionalismo público federal. Veja-se a notícia da semana passada em que Obama dobrou o número de funcionários federais encaixando na administração uns 150 mil. Oh!? ... Que maravilha!

  Mealheiro falido

Isso não é mais do que vender o governo, tornando-o o grande bode espiatório. Eu não estou contra os cortes salariais, nem contra o seu congelamento, mas para se fazer isso, tem que se prender os principais directores dos bancos centrais após ter eliminado os 1,5 quadrilhões de dólares que é impossivel de pagar. Deve-se fazer isso, depois de pôr em prática um verdadeiro sistema monetário. Não precisaria de se fazer isso com tantos cortes se fosse eliminado este corrupto sistema de reserva fraccionária. Sim, eu quero cortes no governo (USA) porque é uma agência de tirania que foi colocada em crescimento para nos reprimir durante esta fase de implosão, o actual tosquiar de ovelhas. Agora eles (USA) anunciam que congelarão os salários dos funcionários federais por dois anos e, provávelmente também vai haver cortes. Bloomberg relatou à um ano atrás, que os fundos de pensões privadas, estão destinados ao "investimento de mega-bancos falidos".


Alex Jones: - Jornalista de investigação de craveira internacional com uma vasta audiência no campo de engenharia financeira mundial.

Nota do Soba: Embora alguns casos referidos sejam relactivos aos EUA, adaptam-se como uma luva à Europa, mais própriamente a Portugal, que se apresenta como uma cópia fiel, salvo as devidas proporções e designações das instituições.

(continua...)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 12:37
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Sábado, 21 de Agosto de 2010
AMÉRICA . VII

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

    "Contradições do Império”

ROY BEAN . O JUIZ DE PECOS

 

Richard Nixon querendo dar fim rápido à guerra do Vietnam entre 1965 e 1975 levou para lá grande potêncial bélico demonstrando de novo a força do “Big Stick” da União. Em 2003, George Bush com o pretexto do Iraque ter armas de destruição macissa, à revelia dos preceitos da ONU, tendo sómente o consentimEnto de seus primos da Grã Bretanha, Austrália e Canadá atacou o Iraque com as suas armas cirúrgicas acabando por aprisionar Sadam Usseím num buraco de toupeira; já antes, o mundo tinha visto como se dum filme se tratasse a invasão do Golfo; aqui fizeram questão de dar a conhecer toda a sua sofisticação técnológica através da Sky News no trato da morte, uma labirintite com tentáculos infernais. A América estava longe de ser um mar de rosas; o chefe indígena Falcão Negro, em Junho de 1831 relutava em remover sua tribo para os fundões do Mississípi enquanto que na Virgínia Nat Turner inicia violentas revoltas da história da escravidão americana que culminou no início da fuga dos escravos por John Brown que veio a ser enforcado a 2 de Dezembro de 1859. Quatro anos mais tarde o chamado traidor John Brown foi homenageado postumamente como mártir da causa da liberdade ironicamente batizando o forte causador da sua própria perseguição e morte, com o seu nome : -O forte John Brown .

 

ESPETANDO PETRÓLEO . TEXAS

A seguir à Revolução Francesa, os Americanos não se sentiam obrigados a tirar o chapéu para ninguém, colocando-o sobre a sua própria cabeça. Abraham Lincoln simbolizou isso no uso da alta cartola preta; não tinham ao invés dos povos da Europa reis, com leis e decretos usurpando as liberdades do povo; ele, Lincoln, veio a ser assassinado em Abril de 1865 ficando na história como o mártir da democracia representado em um grande memorial em Washingtom .

O Texas integrado nos Estados Unidos em 1845 era uma vasta área onde a dureza e a selvajaria competiam entre si. É entre imensos latifúndios com gado pastando à solta em fazenas algumas maiores que muitos países europeus que um tal de Roy Bean instala seu “saloom” na beira de um apeadeiro do caminho de ferro. Roy Bean que nem sabia lêr direito, tinha um livro de leis que sempre fingia estudar e, foi comissionado fazer justiça num territorio maior que a Holanda. No seu pardieiro chamado de saloom colocou um cartáz que dizia “ serveja gelada e a lei a Oeste de Pecos”.  

 

PINTURA DE T´CHINGANGE . CAJUS

Naquela vastidão sem lei e sem Deus ele, foi o único juiz entre os anos de 1880 e 1900; passava o dia sentado na porta do saloom com um rifle entre as pernas. Dentro do saloom construiu uma cadeia tendo um urso preto a vigiá-la .

Nos rápidos julgamentos que fazia consultava ou fingia consultar o “The Book” e, rápidamente levava à forca o infeliz numa decisiva batida na mesa com o cabo do revólver; levou assim 170 condenados ao cruel nó da corda ensebada. Sempre com uma garrafa de wisky à sua frente, exigia dos presentes o tratamento por Sua Excelência. Bean, que foi juíz durante vinte anos, foi considerado uma instituição do Texas como “o enforcador de Pecos” fazendo fama em paralelo com Kit Karson, Billy the Kid ou Pat Garrett.

Estas imagens de terra e gente bravia fizeram o deleite atravêz de muitos filmes entre os anos cinquenta e oitenta do século passado.

Em verdade, ainda dá gosto ver aquelas áridas paisagens nos confins dum deserto, cactos empinados entre rochas e uma cascavel zunindo seu chocalho num primeiro plano; um tufo de erva seca rebola levada pelo vento; um moínho decrépito faz rodar a ferrugem trazendo água aos chacais. 

 

( Fim )

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 11:14
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Terça-feira, 10 de Agosto de 2010
AMÉRICA . VI

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

           “Contradições do Império”

 Martin Luther King

De quatro em quatro anos e desde 1789 ocorrem as eleições presidênciais nos Estados Unidos da América. Aos concorrentes a presidente não se faz nenhuma exigência e, nem necessitam de ser dotados de talento especial ou terem muito dinheiro ou mesmo pertencerem a uma casta de élite para se chegar ao topo da nação. A presidência Norte Americana é o trono do homem comum. De uma lista de mais de 40 presidentes até hoje eleitos, tiram-se uns cinco deles como tendo personalidade verdadeiramente relevante. Os ricaços Rockefeller, J.P.Morgam, Henry Ford ou Bill Gates jamais ambicionaram ir morar para a Casa Branca. Governar a América cercada de burocratas em geral inoperantes, não é para eles uma boa tentação em comparação com o seu bem mais proveitoso, o mundo dos negócios.

A Europa, mesmo depois da Revolução Francesa de 1789 o povo continuou com uma actitude mental de subordinação aos feudos nobiliárquicos; essa mentalidade servil no Novo Mundo evapora-se  com novas oportunidades em cada canto e em qualquer mistério de vida. Em realidade, nos primeiros 120 anos da América verificou-se uma verdadeira oxigenação às mentes do mundo, povo orgulhoso em ser livre, com reticências para os negros.

A outra América  com “a causa dos negros” e sua subjugação ao homem branco era escamoteada até surgir Luther King; o mundo do algodão com seus muitos escravos negros idos de Costa do Marfim, Guiné, Costa do Ouro, Golfo de Benim, Gâmbia, Senegal e Camarões, não tinham direito a nada a não ser trabalhar.

 

A América a partir do sonho de Burr que se traduzia no desejo expansionista, nunca mais os Estados Unidos da América abandonaram essa propensão; por compra, adquiriram a Louisiana a Napoleão e o Alasca aos Russos, ajustaram-se com os primos Canadianos a ficar com os territórios acima do rio Columbia até ao paralelo actual que vai de Washington a Dakota do Norte mais o Oregon ainda pertencente à coroa Britânica,

Quatro milhões de colonos entre 1820 e 1840 penetraram e ocuparam a bacia do Missíssipi  e Missouri alargando o território da União ampliando 60% à sua formação original. Tomaram aos índios as Montanhas Rochosa até que em 1849 Andrew Jackson invadiram o México vingando-se de Pancho Villa; com o pretexto de proteger o Texas atacou-o terminando num humilhante tratado de Guadalupe Hidalgo em 1848.  Em troca de 15 milhões de pesos, os E. U. A. anexou uma área de 2 milhões de Km2  levando nesse então a que o escritor Walt Whitman afirmasse: “Como o México é miserável e ineficiente – com sua superstição e sua burlesca liberdade”.  E, assim

“os gringos”uniram o Atlântico ao Pacífico.

O GALO DO SOBA . PINTURA DE  T´CHINGANGE

 

Em 1901, cinquenta e dois anos depois da aquisição do México por meia dúzia de garrafas de “tequilla” Theodoro Rosevelt abre a guerra com a Espanha tomando-lhes Cuba, Filipinas e Porto Rico.

As ilhas de Guam  tinham sido tomadas de assalto em 1898 e em seguida tomaram o Havai e o Haiti aos Franceses; do Haiti só sairam após a entrega das ilhas a um fantoche chamado de Duvalier  que governou em ditadura; seguiu-se-lhe o Papa-Doc com sua feróz gendarmeria através dos seus “Tom-Tom Macutes”. No seu impulso de guerreiros guardiões do globo e, com Franklim Roosevelt entram na segunda guerra mundial proporcionando-lhes uma saída à forte recessão de 1939 (ler vinhas da ira) com o envio de géneros alimentícios, maquinaria de guerra e ajuga militar, ajuda paga com juros pelos Europeus através do plano Marchal.

Em 1953, Lyndan Johnson entra em guerra com a Coreia com um falso pretexto de serem  ameaçados  nos mares de Nanquim, uma inventada tramoia de um hipotético ataque; sempre, sempre queixando-se de serem “o fardo branco” na preservação do mundo.

 

Bibliografia consultada: América - A história e as contradições do império por Voltaire Schilling 

(Continua…)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 19:55
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Sexta-feira, 16 de Julho de 2010
DIVIDAS ENVENENADAS . V

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

           A GLOBALIZAÇÃO NEFASTA

 

 

    UM DÓLAR . A VERDINHA

Ganhar dinheiro é a prioridade máxima das empresas que buscam lucro, muito lucro se possivel. Com regularidade a conta pelas prevaricações destas multinacionais é assumida pelos governos desses países em que actuam.

Los Angelos, que teve o maior sistema de trens urbanos do mundo com 1770 quilómetros de trilhos, ao ser comprada por um grupo liderado pela General Motors desmantelou tudo substituindo os trens por autocarros da G. M.

A gazosa da corrupção não pode faltar nos grandes negócios. É muito mais barato pagar uma quantia mesmo sendo elevada a um funcionário bem posicionado do que pagar o preço do mercado pelo petróleo ou um outro recurso natural. Na prática as grandes multinacionais pagam subornos elevados para obter todo o tipo de favores, tais como protecção da competição externa, ter testas de ferro governamentais de alto gabarito que, fazem vista grossa e daí, tudo sair do controlo de agentes que nem sabem que estão a ser usados. E, tudo escapa impune pelo suborno.

 

Tambem sucede haver vários advogados bons a gerir trapaças e pessoas bem situadas politicamente. Estas multinacionais normalmente dão quantias avultadas nas campanhas politicas para serem ressarcidas mais tarde, com altos ganhos neste investimento; até compram dívidas no intuito de receberem muito mais através desse monopólio de “rabo preso”, a coisa menos correta ou ilegal. Esta prática compensa largamente o corruptor, deixando uma pequena migalha ao corrompido (um bom dinheiro) com avultado prejuizo para os demais cidadãos.

A visão amoral das corporações modernas e empresas de alto coturno (gabarito) conseguem escapar imunes e impunes pagando suborno a todos os tipos de favores e, o exemplo nefasto, é muito mais maléfico à opinião popular porque vem de cima. Enquanto os benefiícios para os monopólios são globais, as leis e sua aplicação que cuidam do cidadão continuam fragmentadas; os governantes dos países pobres, na prática, não cuidam dos consumidores.

   Quadro do Soba

Um exemplo da globalização nefasta é o monopólio da microsoft que leva o produto não apenas a preços mais altos, mas a menos inovação; a monopolização do mercado mundial de forma avassaladora com a protecção de propriedade intelectual do sistema operacional, torna-se não só abusiva como nefasta, serceando a interconectividade com o resto do mundo.

A globalização dos monopólios, requer uma lei de consciência global e uma autoridade também global que, não existe.

As companhias mineiras, muitas vezes incluem subsidios na exploração de uma determinada mina de tal forma que, quando a mina se extingue, tudo que sobra são os custos do saneamento. Uma empresa subsidiária criada a propósito, vai à falência deixando a matriz (empresa mãe) incólome. Os aparentes ganhos durante a activa exploração não cobrem os prejuizos no trato e reparação da intoxicação ambiental.

Os direitos de propriedade, é criação do homem branco, descobridor ou conquistador na mira de oferecer incentivos apropriados. Quando este artifício deixa de cumprir uma função social, necessita sêr modificado.

(Continua…)

Bibliografia de referência: Globalização como dar certo de JOSEPH E. STIGLITZ da companhia de letras - Brasil

(Prémio Nobel de economia em 2001)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 19:39
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Quinta-feira, 8 de Julho de 2010
GLOBÁLIA . III

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

AS “ONG’S” E  A HIGIENE RACIAL . I

THOMAS MALTHUS

Os Ingleses a partir da Cidade do Cabo dão luta feroz aos Bohers (Holandeses) levados a colonizar o cabo por via da Companhia das Índias Orientais; dão-lhe tal perseguição que os levam quase à extinção. Empurrando-os para norte, confinavam-nos à margem do rio Orange, tendo Apingtom, junto do Ográbis como sua capital. O último refúgio de mulheres e crianças Bohers foi nas galerias subterrâneas da mina de Kimberly, mina esta de onde saiu o maior diamante, agora pertencente à casa de Windsor; já então estava em curso a filosofia de higienização racial e aproveitamento das riquezas do solo, apanágio das “ONG`S” seguidoras da tal “ASI”, atrás referida.

A instrumentalização da política ambiental tem, em Cecil Rhodes e Kruguer os engenheiros operacionais da transformação da África do Sul.

Seguindo os métodos de eugenia e controlo populacional, após a criação da Sociedade de Geografia em Grã-bretanha, criaram-se Concelhos de Conservação e Sociedades Etnológicas e Etnográficas, Institutos e Fundações promovendo sempre o ideário Anglo-Saxónico do superior domínio; esta filosofia de expansão inteligente dos recursos humanos e naturais, iniciou-se tendo o reverendo Thomas Malthus como seu percursor, seguindo-se-lhe Alfred Milner, um Lord Inglês.

ESBOÇO DE PÁSSARO DO SOBA T´CHINGANGE

Veio o Clube de Roma, a fundação Rockfeller e o Fundo Mundial para a Natureza e Vida Selvagem, a fundação Ford e tantas outras, seguindo as regras mestras Malthusianas, tendo sempre por detrás o comando expansionista dos “Judeus” de New York, com hegemonia Saxónica do povo da Comonehalth.

É sabido que um Lorde, membro da Câmara Inglesa, com estatuto de Secretário das Relações Exteriores, sob o disfarce de ajuda em casos de fome, traficou armas; outro, com o mesmo estatuto, encabeçando a Amnistia Internacional, tinha uma rede de apoio e propaganda pró terrorista e, um outro, ministro de Desenvolvimento Internacional (Gabinete Colonial), manuseava doações do governo Britânico a milhares de “ONG´S desde o Bangladesh ao Siri Lanka na Ásia, e Kénia, em África.

Na Europa é criado o “Club 1001” com bancos e corporações aderindo com uma taxa de 10.000 dólares, enquanto que, nas Nações Unidas, criam o “PNUIA”, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento; esta corporação de financiadores é a “tropa de choque” ao movimento das “ONG´S”, a que se segue a UNESCO, a OCDE e, O Clube dos Nove (nações ricas do Jet-Set global).

   wall street

É criado o Banco para o desenvolvimento sustentável, o “FMI”, o “BID”, (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e o “HSBS”, Hong Kong and Shangai Banking Corporation, num apelo constante à consciência Negra, depois a Consciência Índia e, recentemente, uma constante batalha nos órgãos de informação na criação de Reservas Índias da Amazónia. Andam por lá “ONG´S” de todo o mundo, revirando terras e gente, com o sofisma de ajudarem os Ianomanis e sabe-se lá que mais quantas tribos, a criarem um espaço só seu. Com o pretexto de defender os “direitos humanos”, proteger o “meio ambiente” e “ajuda humanitária”, muitas “ONG´S”, constituem instrumentos políticos para subverter estados e fomentar atritos com golpes democráticos de revolução.

Os agentes da Wall Street, com novas bases filosóficas de defesa de “livre comércio”, promovem conferências forjando alianças com a América Ibérica e a África de língua lusa, escondendo-se sempre numa “agenda ambiental” que não reconhece fronteiras; surge a deterioração do ozónio estratosférico, criam sanções pelo Protocolo de Kyoto defendendo-o sem ratificá-lo no seu País e, nascem fundações por todo o mundo, com dinheiros de Manhattan.

 

Bibliografia: A máfia Verde – (EIR) – Executive Intelligence Review; Como eu atravessei a África – Serpa Pinto 

(Continua…)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:28
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Terça-feira, 6 de Julho de 2010
DIVIDAS ENVENENADAS . IV

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

O AQUECIMENTO GLOBAL

WELWITSHIA MIRABILIS

Na pesca industrial dos nossos dias os barcos pescam com mais rapidez do que os peixes se conseguem  reproduzir. Os excessos da pesca ou pastagens afectam todos os países da globália; o uso excessivo de fertilizante polui as vertentes, águas que correm para outros países e oceanos, bens comuns da biosfera, da Globalia.

A qualidade do ar ou o nível freático das aguas subtrrâneas e chuvas, afectam o mundo e, não tão sómente os vizinhos que apanham mais rápidamente os fumos de uma queimada ocasional ou provocada.

Se nada se fizer para alterar o aquecimento global com o sequente degelo das calotes polares, as águas dos oceanos subirão e, dentro de cinquenta anos, as Maldivas e o Bangladesh com 330 mil e 145 milhões de habitantes respectivamente, estarão submersos de acordo com previsões confiáveis; forças que estão fora de qualquer controlo humano postas em movimento por acções poluidoras de outros; acções que não pretendiam ser danosas ameaçam esses países com a aniquilação.

 

O mundo precisa planear e agir agora. É tarde, mas será muito melhor estarmos preparados para o pior cenário do que esperar  e  vir a confirmar que não se fez o suficiente.

Enquanto isso, os Estados Unidos da América recusam-se a assumir a sua responsabilidade moral perante o resto do mundo, uma mentalidade que tem acompanhado a sua filosofia de estar e que segundo Darwin “os seres vigorosos, sadios  e afortunados sobrevirão e se multiplicarão”; outros apelarão aos principios da higienização racial do pastor anglicano Thomas Malthus.

O evolucionismo da socidade Estaduniense, não se compadece com o resto do mundo. Basta analizar a sua história tão cheia de eufóricas bravezas par além das suas fronteiras a partir de Theodore Roosevelt , a política do “Big Stick”, (grande porreto)  impondo o poder fora de portas.

O aquecimento global é um problema mundial, mas ninguêm quer pagar para concertá-lo e muito menos os Estados Unidos da América, o maior poluidor que nem o acordo de Kioto assinou.

 

PARA ALÉM DO NADA . Pintura do Soba

O mau exemplo do país “leader” no mundo, é com razão, referido pelos países em desnvolvimento ou pobres, alegando, que lhes é difícil reduzir as emissões porque são pobres e necessitam correr para alcançar o atrazo, atingir o padrão de vida do mundo desenvolvido.

O aquecimento global é uma ameaça real e demasiado grande para o bem estar do nosso planeta terra; oremos para que acabe surgindo uma solução.

Numerosas civilizações,  porque ignoraram o meio ambiente, desapareceram.  

Em 2004, as receitas da General Motors foram de 191 biliões de dólares, quantia maior que o PIB de quase 150 países. Em 2005, a empresa Wal-Mart facturou 285 biliões de dólares, mais do que o PIB total de toda a África Subsaariana. Essas empresas não são só ricas, também são politicamente poderosas. Nenhum governo se encoraja a tributá-las ou regulamentá-las da maneira que não lhes agrade. Elas ameaçarão mudar-se para um outro qualquer lugar e, vai haver sempre um outro país, disposto a receber suas receitas de tributação, seus empregos e seus investimentos.

(Continua…)

Bibliografia de referência:  Globalização como dar certo   de  JOSEPH E. STIGLITZ  da  companhia  de  letras - Brasil

(Prémio Nobel de economia em 2001)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 12:11
LINK DO POST | COMENTAR | VER COMENTÁRIOS (1) | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Segunda-feira, 5 de Julho de 2010
AMÉRICA . V

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

        “Contradições do Império”

 

EXPANSÃO DA AMÉRICA

A 30 de Abril de 1803 mais de 1300 quilómetros quadrados, duas vezes maior do que a França, passa ao controle dos Estados Unidos. Napoleão Bonaparte vendeu por 15 milhões de dólares o vasto território da Louisisana. Este vasto território inclui os estados actuais de Louisiana, Arkansas, Oklaoma, Missouri, Kansas, Iowa, Nebraska, Dakota do Sul, Wyoming e Minesota.

Os Estados Unidos com Thomas Jefferson, dobrou a extenção do país sem queimar uma só libra de pólvora.

Um ano depois daquela compra a Napoleão, num Maio de 1804 no rio Wood, os Capitães Wiliiiam Clark e Lewis, com mais de trinta homens formando o “Corps of Discovery “ desbravam o Noroeste alcançando o grande Oceano Pacífico em Janeiro de 1806. Desta expedição resultou a anexação dos estados de Oregon e idaho por conversações com os índios em troca de bugigangas e promessas. Os estados de Washingtom e Montana foram-lhes cedidos por seus primos Canadianos, tudo acordado com a Grã-Bretanha pais colonizador. Nada mau para um começo grandioso.

 

A expanção gringa com o tal “sonho Americano” vem desde 1806 quando Aarom Burr à revelia de Thomas Jefferson queria conquistar o México. Burr, o homem que queria ser rei pois, “ele tinha um sonho” recrutou uma numerosa milícia em Ohio mas foi barrado em seus intentos pelas forças da União a mando de Jefferson que não desejava nesse então problemas com as guarnições Espanholas da Nova Espanha.

Aquela ambição de Aaron Burr, veio a ser concretizada em 1844 que, a pretexto de proteger o Texas de Pancho Villa, num aberto repúdio ao decreto do General Santa Ana do México, que abolia a escravidão em terras Mexicanas, o invade.

A liberdade aos escravos dada por Santa Ana comprometia a manutenção dos estados do Sul com suas vastas culturas de algodão feitas exclusivamente por escravos.

 PANCHO VILLA

O México foi invadido com o bloqueio dos portos de Vera Cruz e vencido numas quantas batalhas, levando o México a um tratado sem honra. No tratado de “Guadalupe Hidalgo”a 2 de Fevereiro de 1848, com a troca por 15 milhões de pesos, os Estados Unidos anexam uma área de dois milhões de quilómetros quadrados, os territórios do Texas, Novo México e Califórnia, que compoêm  hoje os estados de California, Nevada, Utah, Arizona, Colorado, Novo México e Texas.

A anexação do México levou a que o poeta e escritor Walt Whitman  afirmasse: -“ Como o México é miserável e ineficiente – com sua superstição e sua burlesca liberdade…”

O México, não mais se livrou desse lado burlesco, tão visionado nos filmes de cowboy.

Há a acrescentar aos territórios, o Alasca comprados aos Russos uma vasta região fria com mais de um milhão de quilómetros quadrados. 

 

Bibliografia consultada: América - A história e as contradições do império por Voltaire Schilling

(Continua…)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:59
LINK DO POST | COMENTAR | VER COMENTÁRIOS (1) | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

Terça-feira, 29 de Junho de 2010
AMÉRICA . IV

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

        “Contradições do Império”

 

A EXPANSÃO DA AMÉRICA

 

A América abriga em seus paióis secretos uma desconhecida quantidade de artefactos nucleares capazes de pulverizar em questão de horas, boa parte do planeta; possui arsenais quimicos e biológicos capazes de eliminar os vestígios de vida na terra. América, é pela força, sem sombra de dúvidas, um império.

O mundo, talvez a propósito, teve oportunidade de ver pela Sky News a fúria de George Bush, que recordou  Maomé em tempos idos como “o primeiro terrorista”; o resultado de tudo isso desabou sobre Bagdá. 

Os peregrinos do Ocidente no século XVII e XVIII, poucos punham em dúvida a existência de bruxas ou feiticeiras, educados no estreito moralismo calvinista e ódio ao sexo, devotando-se pelo puritanismo. Sonhar com as fantasias eróticas, era a única saída sem pecado, tais eram os preceitos fundamentalistas. Os radicais trabalhadores da Companhia das Índias Orientais de Boston em tempos do reinado de George III compunham essa enorme massa de emigrantes, ignorantes. Foi nesse ambiente que se deu a revolta dos “filhos da liberdade” terminando na pira humana de Boston Hill. A resposta à revolta dos estivadores impedindo o embarque do chá de sua magestade de Inglaterra, resultou numa guerra de emboscadas tendo provocado em Bunker Hill no ano de 1775, a primeira derrota do colonialismo Europeu nas Américas.

 

Curiosamente, o povo americano tornou-se livre porque todos tinham armas. Este verdadeiro culto popular por revolvers e rifles fêz nascer herois populares que as lendas engravidaram em feitos tais como: - Daniel Boone, David Crockett, Búfalo Bill, General Custer e Theodoro Roosevelt, todos peritos em tiro e faca.

Depois destes heróis, outros se seguiram até se chegar ao século XXI, bandidos no manejo de armas desvendando o sertão bravio, homens do cangaço que tinham no uso do colt o seu modo de vida. Quem não se lembra das tantas histórias de cawboys dos filmes e livros de bolso que animavam a leitura dos jovens de há cinquenta anos, com seus xerifes de estrela de cinco pontas mais os rangers, marchais e os caçadores de bandidos, assaltantes de bancos, o saloon com suas bailarinas de can-can de saias folhadas e liga na perna que se esgueiravam com o vilão ao piso superior para curtir mazelas da aridez do deserto. E, o enforcamento quase sumário dos ditos bandidos quando apanhados.

AS DUNAS DO SOBA

Recordemos os irmãos Jesse e Frank, Bloody Bill, Quantrill, os irmãos Younger ou os gangsters Dillinger, Buth Cassidy, Sundance Kid ou Shane.

A Carta Constitucional Americana foi redigida na Convenção realizada em Filadélfia, no estado de Pensilvânia em 1787 tendo como primeiro presidente George Washington em 1789.

Na América o colt (e o dolar) sempre falaram mais alto que qualquer outra ideologia ou culto, tendo em 1791 por emenda constitucional assegurado ao cidadão o direito de portar armas ou reunir-se pacificamente para reclamar do governo, providênciando também alguns direitos fundamentais tais como a liberdade de relegião, de expressão e de imprensa.

Foi Thomas Jefferson que deu início Constitucional à América redigindo a Declaração dos Direitos do Cidadão Americano que, em relidade era uma carta de alforria aos cidadãos modernos, emigrantes que chegavam à Nova Inglaterra para apagar os traços do passado recente que os ligava ao Velho Mundo, tão cheio de despotismo e servilismo feudal, uma autêntica escravidão. Esta lei ou grito de liberdade, foi talvez o maior evento engrandecedor da América que hoje conhecemos.

Bibliografia consultada: América - A história e as contradições do império por Voltaire Schilling

 

(Continua…)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:39
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS
|

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
CONTADOR
contador free
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds