Terça-feira, 9 de Março de 2010
OLHAR AS PEDRAS.V

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

MANIKONGO

T’chingange no reino de N´zinga-a-N´kuwu                    

 

 From 1760 Queen of Baule ...  Mulher Muxiloanda

Kissama além de respeitado, era temido pelas suas capacidades que pareciam ser galácticas; coisas que só ele decifrava e conseguia ler, coisa desconhecida pelos demais Ambundos. Fala-se que consultava as estrelas do alto da Mulemba, estudava o efeito dos ventos, da trovoada e às vezes ficava como que em transe de mãos para o espaço como que dirigindo-se a um ser maior; era um kimbanda como nenhum outro, que adivinhava as chuvas.

Naqueles tempos antigos, a tradição oral era o meio normal de comunicar a história, os costumes que com devaneios e muita imaginação passavam de pais para filhos, de avós para netos; os mitos e crenças com o tempo iam avolumando e levando os vindouros a interpretar os factos sem uma consistente certeza; eis que surge um Kissama que de uma forma primária descreve os factos por escrita.

Por saberem escrever coisas, Kissama e T’chingange eram levados em alta consideração por todos os habitantes ali da ilha das cabras, do Bungo, Coqueiros, Ingombotas, Mulemba e Maculusso.

- Pronto, o m´fumo T´cha Samba já pode vir, está tudo separado por quindas segundo o valor; agora é só esperar, disse o tesoureiro Kafa filho.

Trocou impressões com seu pai acerca dos lotes de zimbos e irrequieto decidiu dar um repouso á ansiedade. Hoje ou amanhã teria de confrontar o soba ministro encarregado das finanças.

 

-Temos tempo para pescar uns caxuchos p´ro jantar, disse virando-se para o cipaio ximbicador de farta estatura que tinha grande experiencia em lançar as redes de loando; sendo morador do Bungo, um casario que se podia avistar do outro lado da baia, era o mais esperto nas artes e o mais sabido das marés, da lua cheia. Desde candengue que estava habituado a lidar com o mar, fazendo dele um verdadeiro cipaio Muxiloanda.

 Não muito longe, nas águas da ponta azul, meteram umas mabangas na armadilha loando, ataram-no a uma corda de sisal e ali permaneceram olhando o horizonte e os peixes-agulha que faziam floridos fintados à frente de enormes barracudas.    

O rei N´gondo da Ambaca tinha dado ordens explícitas ao seu fiel e audaz soba de Pungo Andongo Tchiloange T´cha Samba para recolher o máximo de zimbos pois que estava quase sem fundos para pagar aos seus muitos funcionários em todo o reino. Kafa pai e Kafa filho sabiam que a todo o momento T´cha Samba iria aparecer a recolher todo o tesouro apanhado nos últimos três meses pois, tinham conhecimento que a comitiva tinha pernoitado nas cubatas do Maculusso do outro lado da baia.

Pensando nisto T´chingange comentava ao cipaio:

-Ainda bem que os m´zungos do Mussulu terminaram a apanha no tempo certo;  da última vez a tempestade não deu tempo, m´fumo Samba ficou por demais zangado e quase me castigava p´ra ir de m´zungo no Kacuacu.

( Continua.. Na lha Mazenga )

 O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 22:01
LINK DO POST | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30



MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds