Sábado, 17 de Abril de 2010
MULUNGU - X

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

“O BISPO SARDINHA . HOMENAGEM”


DIOGO ÁLVARES, O CARAMURÚ

 

O primeiro repasto aconteceu no naufrágio de Caramurú

Na saga da colonização do Brasil, para melhor entendermos a antrofologia, seus desaires e as consequências de tal hábito na fixação dos portugueses teremos de recuar no tempo e redescobrir a vida a partir de pequenos pormenores.

Caramurú, de nome Diogo Álvares Correia, navegava como marujo de indefinidas tarefas em terras da capitânia de São Vicente, quando naufragou nos baixios de Boipebá, habitada por uma tribo chamada de Tupinambás. Salvaram-se com ele seis dos seus companheiros que foram devorados em seguida pelos gentios. Diogo estava enfermo e por demasiado fraco, os índios nutriram-no a fim de lhes vir a ser um repasto mais gostoso.

Da nau que estava encalhada, Diogo por permissão dos antropófagos deixaram-no tirar de lá pólvora, balas e a própria arma com os adicionais zingarelhos. Os instrumentos totalmente desconhecidos daqueles homens descalços até o pescoço, ignoravam seu uso pelo que foram objecto de minuciosa curiosidade até que,...

Diogo, após carregar o arcabuz canhangulo, apontou-a a uma arara que entretanto por ali voava e, espantados, os bárbaros Tupinambás, viram amedrontados, logo após o estrondo e fumaça a queda fulminante do pássaro. O chefe daquela turba de nus emplumados de vistosas e longas penas, levantou os braços linguarejando alegrias inauditas. Logo ali, naquelas areias brancas aclamaram Diogo o grande kimbanda filho do trovão N´Zambi chegado da Kalunga, o Caramurú dragão kianda do mar.

Caramurú, por ali ficou combatendo ao lado daqueles gentios vencendo os inimigos destes descalços passando por isso a ser, quase uma divindade; um grande senhor quase mwata gurú.

A Diogo Caramurú foram-lhe oferecidas as filhas do chefe mas de todas escolheu Paraguaçu como esposa, ensinando-lhe novos costumes.

Um dia, um barco Françes que ali aportou levou-o até Paris com sua amada Paraguaçu. Cinco amantes devotas deste Diogo Caramurú não podendo ir com ele, nadaram ao lado da caravela tendo uma delas morrido afogada.

O acontecimento algo de insólito na corte de França originou que sua Paraguaçu foi batizada com o nome de Catherine Álvares Paraguaçu du Brésil, homenageando sua madrinha  de nome Catherine des Granches.

HOMENAGEM

Bispo Sardinha homenageado no Pontal de Coruripe ALAGOAS

Mais a Norte, em Cururipe, a 16 de Junho de 1556, os Caetés devoram o primeiro bispo do Brasil, Dom Pedro Fernandes Sardinha junto com mais 90 tripulantes que naufragaram com ele na Foz do rio Cururipe.

O Município de Coruripe em anos recentes homenageou o bispo Peixe erigindo um monumento em sua memória a recordar esse acontecimento de gastronomia antropológica excêntrica.

Nos dias de hoje, em Janeiro faz-se a única procissão marítima em Alagoas venerando o Bom Jesus dos Navegantes do Pontal de Coruripe. Esta surgiu em finais do século XIX depois da antiga padroeira Nossa Senhora da Penha (Pena) ser tomada pelo mar. Haverá naturalmente alguma pena pelo acontecido no distante ano de 1556 mas, só os antropólogos, teólogos ou etnólogos poderão afirmar isso. Claro que a incógnita ajuda a mística e fabrica a lenda.

Diz-se que a história Brasileira iniciou com o padre Anchieta catequizando os índios mas há quem julgue mais coerente considerar o seu começo de quando os Caetés comeram os portugueses em 1556. Cururipe toma partido desta contenda mostrando suas belezas aos turistas ávidos de coisas bizarras.

A Igreja instituíu uma taxa indeminizatória por danos causados, sendo que  esse “imposto territorial de laudémios” rondará anualmente o valor actual de 2500 reais.

Os habitantes de Coruripe sustentam com orgulho a verdade como sendo absoluta mostrando aos turistas e visitantes os baixios de Dom Rodrigo no meio da barreira de recifes. Pode ver-se aqui destroços de alguns naufrágios existindo por isso numerosos corais naquele espaço de litoral. Este acontecido de à quase 500 anos, é o quanto baste para aguçar e fertilizar a imaginação e, empolagar a lenda recriando divagações estapafurdias.

O bispo peixe rende dividendos ao pontal de Coruripe de Alagoas.


O Soba T´Chingange





PUBLICADO POR kimbolagoa às 01:30
LINK DO POST | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30



MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds