Terça-feira, 6 de Julho de 2010
DIVIDAS ENVENENADAS . IV

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

O AQUECIMENTO GLOBAL

WELWITSHIA MIRABILIS

Na pesca industrial dos nossos dias os barcos pescam com mais rapidez do que os peixes se conseguem  reproduzir. Os excessos da pesca ou pastagens afectam todos os países da globália; o uso excessivo de fertilizante polui as vertentes, águas que correm para outros países e oceanos, bens comuns da biosfera, da Globalia.

A qualidade do ar ou o nível freático das aguas subtrrâneas e chuvas, afectam o mundo e, não tão sómente os vizinhos que apanham mais rápidamente os fumos de uma queimada ocasional ou provocada.

Se nada se fizer para alterar o aquecimento global com o sequente degelo das calotes polares, as águas dos oceanos subirão e, dentro de cinquenta anos, as Maldivas e o Bangladesh com 330 mil e 145 milhões de habitantes respectivamente, estarão submersos de acordo com previsões confiáveis; forças que estão fora de qualquer controlo humano postas em movimento por acções poluidoras de outros; acções que não pretendiam ser danosas ameaçam esses países com a aniquilação.

 

O mundo precisa planear e agir agora. É tarde, mas será muito melhor estarmos preparados para o pior cenário do que esperar  e  vir a confirmar que não se fez o suficiente.

Enquanto isso, os Estados Unidos da América recusam-se a assumir a sua responsabilidade moral perante o resto do mundo, uma mentalidade que tem acompanhado a sua filosofia de estar e que segundo Darwin “os seres vigorosos, sadios  e afortunados sobrevirão e se multiplicarão”; outros apelarão aos principios da higienização racial do pastor anglicano Thomas Malthus.

O evolucionismo da socidade Estaduniense, não se compadece com o resto do mundo. Basta analizar a sua história tão cheia de eufóricas bravezas par além das suas fronteiras a partir de Theodore Roosevelt , a política do “Big Stick”, (grande porreto)  impondo o poder fora de portas.

O aquecimento global é um problema mundial, mas ninguêm quer pagar para concertá-lo e muito menos os Estados Unidos da América, o maior poluidor que nem o acordo de Kioto assinou.

 

PARA ALÉM DO NADA . Pintura do Soba

O mau exemplo do país “leader” no mundo, é com razão, referido pelos países em desnvolvimento ou pobres, alegando, que lhes é difícil reduzir as emissões porque são pobres e necessitam correr para alcançar o atrazo, atingir o padrão de vida do mundo desenvolvido.

O aquecimento global é uma ameaça real e demasiado grande para o bem estar do nosso planeta terra; oremos para que acabe surgindo uma solução.

Numerosas civilizações,  porque ignoraram o meio ambiente, desapareceram.  

Em 2004, as receitas da General Motors foram de 191 biliões de dólares, quantia maior que o PIB de quase 150 países. Em 2005, a empresa Wal-Mart facturou 285 biliões de dólares, mais do que o PIB total de toda a África Subsaariana. Essas empresas não são só ricas, também são politicamente poderosas. Nenhum governo se encoraja a tributá-las ou regulamentá-las da maneira que não lhes agrade. Elas ameaçarão mudar-se para um outro qualquer lugar e, vai haver sempre um outro país, disposto a receber suas receitas de tributação, seus empregos e seus investimentos.

(Continua…)

Bibliografia de referência:  Globalização como dar certo   de  JOSEPH E. STIGLITZ  da  companhia  de  letras - Brasil

(Prémio Nobel de economia em 2001)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 12:11
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

1 comentário:
De roosevelt s. fernandes a 7 de Julho de 2010 às 04:00
O que os capixabas pensam sobre Mudanças Climáticas?

De modo a conhecer o perfil de percepção ambiental da sociedade frente à problemática (causas, efeitos, prós e contras) das Mudanças Climáticas, tendo como base a Região da Grande Vitória, ES - municípios de Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica - o Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental / NEPA (grupo sem fins lucrativos), desenvolveu uma pesquisa (35 aspectos abordados) com 960 pessoas (+ - 3% de erro e 95% de intervalo de confiança), com o apoio da Brasitália Mineração Espírito Santense.

Metade dos entrevistados foi de pessoas com formação católica e, os demais, evangélica. Apesar de a amostra ter sido constituída dessa forma o objetivo da pesquisa não visa individualizar os resultados para cada segmento religioso em questão. Em um segundo estágio da análise dos dados (banco de dados do SPSS) isso ocorrerá, quando serão explicitadas diferenças de percepção ambiental dos dois grupos – católicos e evangélicos – mas sem nominar a origem de formação religiosa dos membros da amostra.

Os entrevistados admitem ler regularmente jornais e revistas (48,1%), assistem TV (58,3%), não participam de Audiências Públicas convocadas pelos órgãos normativos de controle ambiental (88,9%), bem como de atividades ligadas ao Meio Ambiente junto às comunidades (não – 43,2% / não, mas gostaria – 39,7%), apresentam um reduzido conhecimento das ONGs ambientalistas (4,9%), não acessam (72,8%) sites ligados à temática ambiental (19,1% não tem acesso a computador), além de indicarem o baixo desempenho das lideranças comunitárias no trato das questões ambientais (29,2% / sendo que 40,0% admitem não conhecer as lideranças de suas comunidades), e admitem interesse por temas ligados à temática ambiental (42,3% / 44,2% apenas às vezes).

Admitem conhecer termos (não verificada a profundidade do conhecimento assumido) como biodiversidade (63,6%), Metano (51,7%), Efeito Estufa (81,3%), Mudanças Climáticas (84,7%), Crédito de Carbono (26,0%), Chuva Ácida (57,8%), Agenda 21 (16,5%), Gás Carbônico (60,9%), Clorofuorcarbonos (36,6%), Aquecimento Global (85,4%), bicombustíveis (74,1%), Camada de Ozônio (74,3%) e Desenvolvimento Sustentável (69,5%), com 70,0% do grupo relacionando às atividades humanas às Mudanças Climáticas e que a mídia divulga muito pouco os temas relacionados ao meio ambiente (44,2%), apesar da importância do tema.

A ação do Poder Público em relação ao meio ambiente é considerada fraca (48,2%) ou muito fraca (30,2%), os assuntos ligados à temática ambiental são pouco discutidos no âmbito das famílias (60,1% / 15,5% admitem nunca serem discutidos), enquanto a adoção da prática da Coleta Seletiva só será adotada pela sociedade se for através de uma obrigação legal (34,3%) e que espontaneamente apenas 35,7% adotariam o sistema. Indicam que os mais consumos de água são o “abastecimento público” (30,3%), seguido das “indústrias” (22,9%) e só depois a “agricultura” (10,7%), percepção inversa a realidade.

Em análises em andamento, os resultados da pesquisa serão correlacionados com variáveis como “idade”, “gênero”, “nível de instrução”, “nível salarial”, “município de origem”, entre outras, contexto que irá enriquecer muito a consolidação final dos resultados, aspectos de grande importância para os gestores públicos e privados que poderão, tendo como base uma pesquisa pioneira no ES, definir ações preventivas e corretivas voltadas ao processo de aprimoramento da conscientização ambiental da sociedade.

É importante explicitar que, com o apoio do NEPA, está pesquisa já está sendo iniciada em outras capitais. O grupo está aberto a realizar parcerias de modo a assegurar, progressivamente, o conhecimento do perfil nacional da sociedade em relação à temática das Mudanças Climáticas. Não há como ignorar, se é que ainda não se deu a plena atenção a este fato, a importância da participação consciente da sociedade nas discussões que envolvem este importante tema.




Roosevelt S. Fernandes, M. Sc.
COEMA – CNI
CONSUMA – FINDES
COMARH - FAES
Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental / NEPA
roosevelt@ebrnet.com.br



COMENTAR POST

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds