Terça-feira, 11 de Janeiro de 2011
URUGUAI . VIII


FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

“ Campanha de Montevideu – José Artigas”

José Artigas

José Gervásio Artigas alimentando um sonho que resultaram numa vida intensa e dramática tornou-se  o herói Nacional do Uruguai. A sua vida atribulada envolta em guerrilhas, traições e desencantos levou-o ao exílio no Paraguai aonde viveu os seus últimos trinta anos em solidão. Neto de um dos primeiros povoadores de Montevideu, após as primeiras letras no Convento de São Bernardo, submete-se à escola da vida com sinuosos caminhos de criador de gado, contrabandista, polícia de fronteira e comandante de muitas guerras ao lado de descontentes agricultores, escravos negros, gaúchos independentistas e Índios Charruas, lutando pela emancipação destes. Senhor conhecedor de gado e cavalos, correu a vasta região de fronteira com o Brasil explorando as rotas de contrabando no negócio de couros, carne de charque, gado bovino e muar para as tropas. Escondido numa vida de mistério, manteve uma relação com as gentes comparada ao “Che-Guevara” dos mais recentes tempos.

Da sua boa relação com os Índios Charrua resultou beneficiar do seu apoio nas sucessivas lutas com Espanhóis, Argentinos e Portugueses. José Artigas, por um indulto é incorporado no exército Espanhol combatendo as invasões Inglesas de 1806 e 1807 com o posto de Capitão. Com a ocupação de Espanha por Napoleão de França, Artigas adere aos revolucionários de Buenos Aires que se rebelam contra o domínio Espanhol em 1810. Conhecedor da terra e gentes subleva a Banda Oriental (Uruguai) do Rio da Prata contra as autoridades lealistas acantonadas em Montevideu. Promovido Tenente-coronel pela Junta Revolucionária, apoiado pelos Índios Charruas e Gaúchos distribui terras conquistadas aos espanhóis a camponeses consolidando-se na posição de chefe maior da Banda Oriental. Foi talvez a primeira iniciativa de reforma agrária na América. A sua agenda política era ambiciosa de mais para não suscitar os receios da aristocracia política e económica em Buenos Aires.


Índios Charruas

Sentindo-se atraiçoado por um armistício assinado sem seu conhecimento entre a Junta Revolucionária e o Governo de Montevideu, retirou suas tropas do cerco de Montevideu arrastando-se num êxodo para lá do Rio Uruguai em busca de refúgio seguro. Apesar do desaire, abandono e fuga temendo retaliação de seus pares da Junta, consolida posições de suas tropas rebeldes resistindo a várias ofensivas militares. O poder por contágio de sua política de reforma agrária que os dirigentes de Buenos Aires tanto receavam, mostrou ser um facto indesmentível.

Dois anos depois da sua chegada a Montevideu, mantendo-se em seu comando, Artigas foi obrigado a retirar-se da cidade perante a aproximação das tropas do General Carlos Frederico Lecor. Acossado pelos Portugueses e por Buenos Aires, Artigas passou à guerrilha mas, pouco a pouco foi perdendo apoio com a deserção de parte dos seus oficiais próximos como Frutuoso Rivera que se juntou aos portugueses. Em 1820 acompanhado por um restrito grupo de leais amigos, ruma em direcção ao Paraguai que lhe concede asilo político. Antes de partir para o exílio, entrega a um amigo de confiança o pouco dinheiro que lhe resta para ser utilizado em apoio dos soldados Orientais levados prisioneiros para o Brasil entre os quais Andresito, líder Índio Guarani e, seu filho adoptivo. Em 1855, cinco anos após a sua morte, os restos mortais de José Artigas foram transladados para o Uruguai, nação independente desde 1828, cinco anos depois da saída dos Portugueses. Foi esta a vida do Herói Nacional Uruguaio a que a história só lhe permitiu vitórias efémeras.

O Soba T´Chingange

 



PUBLICADO POR kimbolagoa às 16:39
LINK DO POST | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30



MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds