Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2011
AUSTERIDADE . II

AS ESCOLHAS DA CONDESSA DO KIPEIO

“ Uma coisa perigosa – 2ª Parte”

A Magia

Não nos enganemos: - O problema, está na divida - E isso tem proporções enormes e necessitamos de limpar todos esses balanços públicos e privados mas, todas as peças estão interligadas. Se o sector público limpa o seu balanço ao mesmo tempo que os sectores privado, toda a economia se despenha. É a chamada falácia da composição: - o que é bom para as famílias, para as empresas ou mesmo para o estado torna-se um desastre se todos o fizerem ao mesmo tempo. Então porque é que a maioria dos governos do mundo decidiram fazer exactamente isso? E todos em simultâneo?

Lembramo-nos do buraco de 2 triliões de dólares! A resposta àquela pergunta é a de que alguém tem de os pagar! Mas, especialmente os bancos, não o querem pagar. Assim os governos, ou têm de aumentar os impostos ou cortam os serviços públicos (o mais fácil) especialmente quando a política vêm com um anel de virtudes” sobre o assunto… “AUSTERIDADE”; o sofrimento após a festa, mas é aqui que está a chave: - a ressaca da austeridade não vai ser sentida de forma igual na distribuição das receitas. No inicio de 2010, o fórum dos países mais desenvolvidos do mundo «Os G.20» apelaram a uma “consolidação fiscal amiga do crescimento”. É como um unicórnio com um saco de pozinhos de perlimpimpim. É uma ideia simpática mas é sobretudo uma grande treta!

Porquinho magro

Precisamente porque a consolidação não atingiu a todos da mesma maneira. Lembra-se dos 40% mais pobres da população que não beneficiam com o boom financeiro? Tudo o que receberam foi divida e ilusão de prosperidade. Eles são os únicos que realmente usam os serviços públicos, justamente os serviços que serão tão virtuosamente consolidados. E aqueles que estão no topo da distribuição de rendimentos e que foram os primeiros responsáveis por toda esta trapalhada? Esses não! Onde é que esta força virtuosa e de senso comum, que é a austeridade, nos leva? Deixa-nos num ciclo onde aqueles que menos ganham pagam aos que mais ganham, com os rendimentos estagnados e distorcidos, que perderam poder de compra numa economia escandalosamente desigual e instável. Há um nome para isto: políticas de classe. E, geralmente acaba mal. Esta ideia de “senso comum” de austeridade da redução da divida pública toda de uma vez através do corte dos Serviços Públicos, envolve uma gestão de equidade. Quem paga, e quem não paga? Aqueles que fizeram esta trapalhada não vão pagar, enquanto aqueles que já pagaram o salvamento dos bancos, irão pagar novamente através da austeridade. É por isso que a austeridade não é de senso comum. Além de um absurdo e, é perigoso. Tudo o que receberam foi divida e ilusão de prosperidade

Final

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 21:41
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30



MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds