Domingo, 30 de Novembro de 2014
MONANGAMBA . XXI

TEMPO DE CICATRIZES TIGRES DE PAPEL – 1ª Parte

DOLÁR (PODER) AMERICANO EM QUEDA LIVRE!...

As escolhas de

isomar 2.jpgIsomar Pedro Gomes

 “Não há mal que tanto dure…” – Provérbio popular

iso8.jpgChina anunciou que deixará de comprar “bónus de tesouro” dos EUA, por já possuir uma enorme reserva de moeda dos EUA. Algum Pais na face do planeta, se assemelha a China na capacidade de compra de tal bónus? Numa única operação chegou a comprar cerca de 100 bilhões de USD, isto por várias vezes durante muito tempo… A reserva de bónus de tesouro dos EUA, propriedade da Rússia, em 2008 (Dados do FMI) era de 500 mil milhões de USD… Rússia deixará de utilizar dólares estadunidense, nas suas transacções comerciais a partir de 2016, privilegiando a moeda nacional da Rússia ou dos parceiros, pelo que tudo indica, China vai seguir a ‘melodia’ assim como os parceiros “registados” no BRICS…

iso7.jpgBANCO BRICS - Só para constar, o banco BRICS criou um fundo de 100 mil milhões USD (anti USD), para cobrir o intercâmbio comercial entre os membros e gerar desenvolvimento, em países fora da organização. Qual vai ser o impacto de tais medidas, na economia da “ainda” maior potencia mundial?

GUERRA ECONOMICA Vs. GUERRAS REAIS (de morte matada) - Muitos espectadores do panorama político internacional, aventam a hipótese cada vez mais verosímil (leia-se teoria da conspiração) de que os EUA, cometeram “auto flagelamento” sacrificando mais de 3.000 cidadãos norte americanos, no dia 11 de Setembro, para reinstalar a economia doméstica… Quem não ouviu falar da célebre “operação northwood” nos anos 60, que a CIA projectou para invadir Cuba, sacrificando um avião comercial de passageiros? Esta operação não foi “adelante” porque Kennedy rejeitou com categórica repulsa… (por isso foi morto, por "navegar" contra os interesses da industria militar).

iso6.jpgO melhor oxigénio para economia EUA, ė a industrial militar sinonimo de guerras vivas e a cores. Ora tal plano (northwood) foi “desenterrado” recentemente no caso do avião Malaio que sobrevoava Ucrânia (quem ė capaz, de sacrificar 3000 cidadãos…) para congregar animosidade internacional sobre a Rússia, “animar” a OTAN e “legalizar” a intervenção de políticos fascistas na Ucrânia... (mais teoria da conspiração) de proporções gigantesca, entenda-se, de que possa ‘parir’ a 3ª guerra mundial. As guerras provocadas, no Iraque, Afeganisthan, Líbia “e arredores” parece não estar a “dar lucros” visiveis, nem chegam a pagar os biscoitos do breakfast do pessoal do pentágono, John Kerry fez uma tournée pelos Países aliados integrados na OTAN, solicitando que os mesmos fizessem um aumento de 1-2% do seu produto interno bruto, contribto para a modernização da OTAN (entenda-se compra de armamento essencialmente estadunidense), para ajudar a “levantar a moral financeira” do Capitão América…

Monangamba - trabalhador sem especificação, faz-de-tudo (por vezes pejorativo).

As opções do Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:11
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Sábado, 29 de Novembro de 2014
MUJIMBO . LXXIV

ANGOLA - CALA BOCA MALAVOLONEKE...

O servilismo que já ultrapassa o razoável… 1ª de IV

Por

vumby fernando.jpgFernando Vumby (Fórum Livre Opinião & Justiça)

vumby8.jpgQualquer observador menos atento ficaria estonteante e/ou até mesmo estarrecido com o malicioso falatório indecoroso trazido a publico contra os lideres da oposição por alguns mangas de alpacas reivindicam inadequados estatutos de jornalistas e/ou de analistas especializados em politica domestica e internacional, mas, que na verdade não passam de meros abjectos que o regime utilizado quando e como entender. Os ditos analistas do nada vomitam a sua bílis esgrimindo violentamente argumentos disformes contra os lideres da oposição Abel Chivukuvuku e Isaías Samakuva com o fim propositado de macular a imagem desses autores oposicionistas.

vumby7.jpgA principal vitima desses algozes afectos ao regime é principalmente o nacionalista de primeira água Isaías Samakuva. O interessante é que nesse ínterim surgiu do nada o enigmático figurão jornalista agora também construído pelo regime como analista da nossa politica doméstica e/ou até mesmo da politica externa. Trata-se do desprezível jornalista ambulante Malavoloneke em pessoa! Este amigo da mentira politica regimental, o jornalista ao serviço da sociedade elitista “EDUARDISTA” acusa linearmente Isaías Samakuva de não ser patriota e de não ter sentido de estado! Isso saído de tamanha mente ardilosa, até tem o seu mérito de verdade, e ainda bem que assim é, pois de contrario Isaías Samakuva estaria sendo um apátrida ao serviço da ditadura e do ditador sanguinário.

vumby6.jpgSegundo o que o jornalista disparou assertivamente contra Isaías Samakuva onde afirma que o líder da UNITA não ser patriota e de não ter sentido de estado não faz sentido. Senão vejamos afinal, o que deveria Samakuva falar no exterior? Que está tudo bem em Angola e recomenda-se? Ou talvez que não existe a corrupção galopante nem o nepotismo e perseguições, prisões e assassinatos políticos na nossa terra mártir?

samak1.jpgSerá que Samakuva deveria afirmar que JES e os filhos não defraudam o erário público em benefício próprio? Ou então, deveria mentir dizendo que o regime é bom e saudável, que não se trata de um regime totalitarista anti-republicano e antidemocrático que não surripiou o direito ao povo de livremente a se manifestar e nem retirou ao povo o direito de ir e vir para onde melhor lhe conviesse?

(Continua…)

Fernando Vumby   

As opções do Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:53
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Sexta-feira, 28 de Novembro de 2014
XICULULU . LVIX

PUTO - DA CONSPIRAÇÃO À TEORIA DA CABALA! – Uns, passam entre os pingos da chuva, outros não falam, falando…

Por

soba3.jpgT´Chingange

Viriato.jpgEm terras do M´Puto prenderam um ex governante, um ex primeiro-ministro. Isto sucedeu no mesmíssimo lugar aonde já no século III Antes de Cristo um tal General Romano Galba, referia que «Lá, na parte mais ocidental da Ibéria, há um povo muito estranho;  não se governa nem se deixa governar!». Nas suas conquistas na Gália estendendo o domínio romano até ao oceano Atlântico, em uma carta enviada ao Imperador, referia haver uma tribo guerreira que habitava parte do actual território nacional. Os Lusitanos de então! A célebre frase aplicada aos nossos antepassados pode igualmente aplicar-se aos portugueses da actualidade. Não nos governamos nem queremos que nos governem.

roxo1.jpgSabíamos já, ser Sócrates Tuga, o politica de ofício regularmente hábil no seu mistério, porem sem a divina protecção, nem o talento, para as perfeições o protegerem em obras de maior finura. Não se devendo medir o mérito de um político apenas por seu académico curriculum ou pela capacidade de suas competências, nele se reconheceram e vincularam na forma de comentador. Pago por dinheiros públicos culminou reconhecer-se agora, no foro judicial, não ter tido a sensibilidade, presteza, estética e seriedade ao enriquecer do nada em terras de tão escassos recursos.

roxo6.jpgDe novo debruçado na leitura de um livro Nobel e nobre, saliento de Saramago as palavras ajustadas a este teatro ou episódio. De novo baixei-me até o meu chão e tomando um pedaço de terra ergui o punho deixando-a escorregar lentamente por entre os dedos; o barro ao barro, o pó ao pó, a terra à terra, nada começa que não tenha que acabar. Sócrates, por quem nem nutro ternuras, perfilou-se no único destino dos homens, começar e acabar, acabar e começar.

roxo3.jpgPensei no cumprimento de meus deveres, introduzir na imagem metafórica do calvário, mais uma cruz junto a Cristo no monte Gólgota bem ao lado do ladrão que subiu aos céus por confessar a Este, o Messias, não achar justa a sua crucificação. Neste entretêm uns fiapos de nuvem agitaram meus neurónios, um vento vindo do além colocaram-me na solidão do silêncio. Sufocando-me na desconfiança, remeti-me ao canto prudente dos anciãos. Mendigando-me de penas como um faminto que não vê justiça e, sem vontade de chorar mesmo picando bravas cebolas para tal, agachei-me pela última vez e, com um punhado de terra fina deixo-a escorregar lentamente por entre os dedos; o pó ao pó, a terra à terra até formar um monte. Exactamente como o fazem as toupeiras, na forma inversa. Será isto a tal natureza sustentável? …

Ilustrações: de Assunção Roxo

Xicululu/ Xipululu: - Olhar de esguelha, mau-olhado, olho gordo, orgulho, cobiça ( Kimbundo/ Umbundo)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:14
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014
N´GUZU. XXVI

TEMPOS DE QUENTURA . MAÇONARIASEUS LABIRINTOS NA JUSTIÇA NA MENTIRA E NAS PRESCRIÇÕES

N´Guzu: Força, poder, deus da guerra.

Por

matias00.jpgJosé Matias

POR DETRÁS DO AVENTAL DO M´PUTO

maç4.jpgMaçonaria, é uma sociedade discreta, reservada exclusivamente àqueles que dela participam. Os membros cultivam supostamente o classicismo, humanidade, os princípios da liberdade, democracia, igualdade, fraternidade e aperfeiçoamento intelectual, sendo assim uma associação iniciática e filosófica. É, portanto, uma sociedade fraternal, que admite todo homem livre e de bons costumes, sem distinção de raça ou religião. “Um Mestre deve conservar os segredos de um Mestre maçom inviolados. Deves esconder todos os crimes de um irmão maçom…se fores arrogado para testemunhar contra um irmão maçom, assegura-te de o protegeres…pode ser perjúrio é certo, mas estarás a cumprir as tuas obrigações”.

maç6.jpgSalazar combateu e proibiu a Maçonaria porque a via como uma instituição perversa e corrupta. Após o 25 de Abril a Maçonaria foi reconhecida e entregue os seus imóveis, bem como avultada soma de dinheiro, a título de indemnização. Hoje a Maçonaria, como um cancro, está espalhada pelas várias instituições do Estado. Temos juízes maçons, praticamente todos os dos tribunais superiores, generais maçons, políticos maçons, sobretudo no PS e PSD, comandantes da PSP, jornalistas, sobretudo os quadros superiores, como os directores e outros jornalistas destacados, apresentadores de televisão, actores, e, pasme-se, também bispos e padres.

maç1.jpgPor isso, é perfeitamente notório a razão porque ninguém é condenado. Eles estão obrigados a defender e a esconder os crimes dos irmãos, sejam juízes, sejas outro maçom qualquer. A atitude do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Noronha de Nascimento, um maçom destacado, de mandar cortar no processo provas que incriminavam José Sócrates insere-se no dever que eles têm de esconder todos os crimes de um irmão maçom. Da mesma forma a razão porque os processos onde se encontram gente “grande” nunca são resolvidos e prescrevem.

As escolhas do Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 12:29
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2014
CAFUFUTILA . LXXIX

MILONGOS CUSPILHADOS Nas linhas esfaziadas com calções bufantesXIII

Por

soba3.jpgT´Chingange

Como gosto das falas de Eça, de mais de cem anos e, em uma civilidade de grande urbe como Paris! Dos galfarros esguios com gâmbias finas a fugirem numa linha esfaziada; das escarranchadas gâmbias sobre duas rodas desiguais, pedalando, e outros menos magros de cachaço escarlate caminhando em grupos com suas mulheres muito pintadas, de bolero curto, calções bufantes, girando mais rápidamente, bamboleando seus prazeres, suas promissoras carreiras. Para dissipar um pesadume de solidão, remergulhei de novo no ar puro dos Boulevars a fluir para os Campos Elísios, despegado da crosta da grande urbe para me ressurgir mais humano.

cigarros57.jpgPude nesse então, reparar nas muitas mulheres caiadas a pós de arroz como sepulcros, com a podridão de postiças expressões, arranjadas com pompas nos peitos alteados e dorsos redondos; os mais velhos olhando de soslaio as imagens translúcidas e obscuras no reflexo das vitrinas. Mas, que tão belas maneiras de Eça de Queirós descrever em jeito tão adocicado, tão leitosa, tão pomadadas de neve, como ele diz à “la Vanille”…     

mal4.jpgUma descrição que me penhora até as unhas enxovalhadínhas. Na gratidão desta leitura rejuvenesço-me entre a natureza como também por ali andasse como um Grão-duque robusto e possante, metido num jaquetão alvadio e chapéu tirolês de suave cor de mel. Naquela vasta alameda entre a indiferença e a pressa da cidade, senti uma vaga tristeza de minha fragilidade, minha solidão.

rosmaninho.jpgDiscretamente perdido num mundo nada meu, por mais aflitamente que a minha face revelasse, ninguém em sua pressa pararia para me consolar. Com uma igual tranquilidade de Eça também eu, se fosse um santo, aquela turba pouco se importaria com a minha santidade. Em muitos aspectos, pouco mudou desde esse então a cento e dezasseis anos, a comparar aos dias de hoje.

Bibliografia: com recorte de algumas passagens do livro” A Cidade e as Serras” de Eça de Queirós.

O Soba T´Chingange

 



PUBLICADO POR kimbolagoa às 07:27
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Terça-feira, 25 de Novembro de 2014
FRATERNIDADES . LXXIII

ANGOLATornou-se num país estranho . Aonde a opulência, é só para alguns, poucos I

Por

torres8.jpgEduardo Torres

torr10.jpg.....O artigo que acabei de ler, escrito por uma angolana e dada conhecer por M. J. Pimentel Teixeira, sobre Luanda, deixou-me, como é uso dizer-se, estarrecido. Se existissem em mim, dúvidas de que ter deixada Angola fora a melhor opção, todas elas se dissiparam perante um relato que me causa dor e tristeza, porque amo Angola, nasci naquele País, que desgraçadamente sofreu uma independência vergonhosa, foi abandonada pelos altos poderes políticos portugueses da época, à sua sorte, que originou uma guerra fratricida que demorou no tempo cerca de trinta anos, e cujo povo da capital, segundo me foi dado ler, continua a sobreviver à custa de esquemas, não entra na propaganda política de que o Pais sofre um desenvolvimento nas suas mais variadas vertentes, e segundo o mesmo relato, continua a viver sem o mínimo de dignidade, com falta dos bens essenciais à vida, sofrendo das forças do poder, o poder que a força lhes dá. 

torres11.jpgJulgo, e acredito que a realidade dos factos será verdadeira, porque contá-la assim é preciso coragem, e possivelmente, até estar sujeita a pressões desfavoráveis. Lamento somente, que se façam grandes investimentos, mercê de uma opulência que contraria a verdade dos factos, em prejuízo do benefício que podia e devia ser proporcionado a um povo, que sofreu mais do que o suficiente para ter direito a um vida segura e digna. Resta-me acrescentar, que me parece que a verdadeira colonização começou agora..., porque, como se costuma dizer, no aproveitar é que está o ganho...Contudo, continuo a ter a esperança que Angola venha a ser o País com que sempre sonhei que fosse, porque tem tudo para se tornar, na verdade, uma das maiores e mais ricas da nações africanas. 

torr3.jpgEmbora o artigo se restrinja a Luanda, acredito ainda, que essa não será a verdade específica de outras cidades de Angola, onde tenho indicações de, actualmente, haver um crescimento sustentado; foi a ideia com que fiquei das cidades que visitei à cerca de ano e meio. Mas, nem tudo o que se vê a correr, e foi bem pouco, poderá traduzir as reais preocupações de quem lá vive o dia a dia. Mas, continuo a afirmar, de que nada do que vi, me garante, à partida, que a realidade de um caso o seja tão diferente de outros.

(Segue … II – A carta editada por M.J.Pimentel Teixeira)

As escolhas de T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:21
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014
KANIMAMBO . LIII

MALAMBAS . A cultura é mesmo um grande problema!IV

Por

soba.jpgT´Chingange

Ando a tentar ser erudito! Terei esse direito?

ondas.jpgInevitavelmente a cultura é uma armadilha. Franz Kafka em uma parábola intitulada “similar” narra um diálogo entre dois homens que se lamentam de que as palavras dos sábios sejam meras imagens, sem uso na vida de todos os dias. Isto é uma alegoria ao desconforto que se tem com a vida subestimada a poderes desadequados ou sem sustentação lógica. Solução a meditar porque, muitos tentam imitar os sábios mas, só se limitam a seguir seus diálogos. Em verdade, o que se ganha na realidade perde-se na imagem. Kafka está assim a instabilizar um antiquíssimo esquema que se situa entre o ficcional e o real; na exactidão de suas controladas falas, mostrando-nos a racionalidade da criatividade, originalidade e inspiração. A vida é mesmo uma ilusão!

kafka1.jpg O que sobra de tudo isto é uma técnica ou um jogo combinatório automático cujo crescimento exponencial dá uma certa ilusão de liberdade. Será possível ir mais longe e, constatar que a divisão entre o real e a ficção ou entre o existente e o possível, é o efeito de uma imposição da experiência, que tende a eliminar o impreciso a favor do preciso. Poder daqui afirmar-se que a critica da cultura passa necessariamente pelo questionamento da maneira de como ela tende a ser determinada pelos “mídia”, literários ou audiovisuais e, ainda todos aqueles que convergem para as redes de computadores interligados entre si. De repente todos falam no mesmo! Sócratas, o politico foi preso! E, todos fazem conjecturas de quando vai ser solto, se vai haver um estorno dos capitais estorquidos, se isso é para o estado ou se tudo vai ficar como dantes; se, tudo fica na mesma como a lesma e se... 

kafka3.jpgTeremos de concordar com Friedrick Kittler quando diz que todos nós, não estamos interessados em nos desconstruirmos como algumas ciências humanas se viram recentemente forçadas a fazer. Necessitamos de compreender os fundamentos de conceitos como hardware, programação, automatização e regulamentação. Hoje num milenar desejo de segurança procuramos dominar inteiramente o sublime com filosofias e teorias de todo o género e, num esforço de categorizar o mundo, esbarramo-nos nos códigos fundamentais de uma cultura que se rege pela linguagem, pelos valores e fundamentalmente pelas práticas hierárquicas. É aqui que a cultura se desvia insensivelmente nas empíricas ordens que seus primários códigos lhe prescrevem: Um desprendimento de seus poderes invisíveis que, mesmo desejando, nem tudo se alcança. Na ilusão do tempo, vamos continuar vivendo!

Kanimambo: Obrigado (de Moçambique); Malamba é a palavra  

(Fim do tema)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:37
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Domingo, 23 de Novembro de 2014
A CHUVA E O BOM TEMPO . XLIX

“PULHITICOS” - DEVERIAM ESTAR TODOS PRESOS

Porque é que não estão? (Resposta no final)

Por

nicol000.jpg Nicolau santos (Fonte Expresso)

Até agora considerava-se que, entre todos os bancos portugueses que tiveram problemas, só o BPN era verdadeiramente um caso de polícia. Mas à medida que se conhecem mais pormenores sobre o que se passou nos últimos meses no BES cada vez temos mais a certeza que estamos perante um segundo caso de polícia. Daí a pergunta: porque é que não estão todos presos? Se não, vejamos. Depois de ter sido proibido pelo Banco de Portugal de continuar a conceder novos créditos ao Grupo Espírito Santo a partir de Janeiro deste ano, o BES continuou a fazê-lo - e, segundo as indicações, fê-lo no montante de 1,2 mil milhões de euros. E das duas uma: ou fê-lo com conhecimento de toda a administração, que sabia da proibição do Banco de Portugal; ou fê-lo por decisão de apenas duas pessoas - Ricardo Salgado e Amílcar Morais Pires. 

nicol0.jpgNo primeiro caso, todos deviam estar já presos; no segundo, os dois deviam estar detidos. Para além de desobedecerem ao banco central, lesaram gravemente o património do banco, sabendo conscientemente que o estavam a fazer.  Quanto aos outros membros do conselho de administração, se não foram coniventes, foram pelo menos incompetentes. Tinham responsabilidades em várias áreas de controlo da actividade do banco e ou não deram por nada ou, se deram, não fizeram nada. Por isso, fez muito bem o Banco de Portugal em afastar Joaquim Goes, António Souto e Rui Silveira.

nicol4.jpgMas e a Tranquilidade? A Tranquilidade que também continuou a investir em empresas do GES este ano sabendo do estado em que se encontravam? O presidente executivo Pedro Brito e Cunha, que é primo de Ricardo Salgado, tomaram essas decisões com base em quê? Na relação familiar, como é óbvio. Devia estar detido igualmente.  Lesou gravemente e de forma consciente o património da seguradora. E Rui Leão Martinho, o presidente não executivo da Tranquilidade e ex-presidente do Instituto de Seguros de Portugal, não sabia de nada?

nicol2.jpgDe novo, das duas uma: ou é incompetente ou foi conivente. Em qualquer caso, já se devia ter demitido ou ter sido demitido. Mas a verdade é que o Instituto de Seguros de Portugal parece estar perdido em combate. O presidente José Almaça não tem nada para dizer? Não tem nada para fazer? Já agora, António Souto, que o BDP suspendeu da administração do BES é membro do conselho de administração da Tranquilidade. Vai continuar neste cargo? E Rui Silveira, igualmente afastado da administração do BES, é do conselho fiscal da Tranquilidade. Também se vai manter na seguradora? Por tudo isto se vê o polvo em que se tornou o GES, tendo no seu centro o BES.

nicol3.jpgNem todos têm as mesmas responsabilidades. Mas há vários dos seus dirigentes que já deviam estar detidos e sem direito a caução pelos danos que estão a causar a muitos dos que neles confiaram e ao próprio País.

 Então, a pergunta é: - Porque é que não estão todos presos? E a resposta, óbvia, só pode ser: - Porque eles são, de facto, os donos disto tudo. Das leis, da Justiça, dos governos, do parlamento e, no fim da linha, de todos nós. E NÓS DEIXAMOS …

As escolhas do Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:07
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Sábado, 22 de Novembro de 2014
CAFUFUTILA . LXXVIII

MILONGOS CUSPILHADOS Tormentos levitados XII

Por

soba3.jpg T´Chingange

puejo.jpgCom um ardente fanatismo de simplicidade, pensando ter conquistado um reino novo de com uma roca desfiar ditoso equilíbrio, observei com meus óculos redondos do tipo John Lennon dos Beatles, os signos pretos da fuligem do mundo. E, vi máquinas diabólicas de furar paredes sem as destruir, brancos a virarem pretos e pretos a virarem albinos ajoujados a caixotes empilhando-se em angústias como pó de inutilidades; ambos a chamarem-se de nomes ainda não ouvidos assim como retornados, fascistas, colonialistas e num repentino já, tudo era virtual e, sem comunistas todos se falavam sem mexer os lábios, assim como ventríloquos pavoneando seu altivo socialismo, mãos dadas com reconhecidos capitalistas; um chorrilho de inquietações como tormentos levitados em fantasia. Este mundo já não é o meu, ouvi nos murmúrios.

passaros.jpgArredando os óculos para a testa afastei a porta envidraçada e subi a escadaria dum imenso silêncio com tectos aplainados. Sobre uma cómoda picada pelo caruncho com bronzes antigos, lá estava um presépio minúsculo com o menino Jesus olhando pela janela aberta, assim como um pássaro prisioneiro naquela grande gaiola. Aquele mesmo doce silêncio, muito largo, permaneceu luminoso e arejado pelo macio ar do olival com canários de verdade saltitando entre seus galhos. Pude ver daquela janela meu tio José de alcunha “o nosso senhor” entrar pelo largo portão de ferro forjado e segurando um burro pela arreata.  

grafity.jpgCom amolecedores perfumes de igreja e venerandos mistérios de latim, o ambiente, num repente, saturou-se de perfumes sacros; dissolvendo-se estes no espaço, contraí preparos para enlevos místicos. É o Natal que se aproxima, preparação dos turibulos a fumegar espirais de incenso. Este ano, nas alturas de África, terei de me afeiçoar às minhas longínquas raízes, preparar meu escapulário pra rezar mais perto do senhor a solicitar longevidade; Fazer um burrinho em barro, uma vaquinha, uma Nossa Senhora, um São José, três reis magos, muito musgo e uma grande estrela luminosa. Sim, terei de me peregrinar sem as pequeninas invejas recortando a papelão a minha longínqua terrinha com um castelo e uma falsa abóbada, com tengarrinhas e cheiros de poejo junto ao ribeiro.

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 07:01
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Sexta-feira, 21 de Novembro de 2014
MALAMBAS . LV II

CINZAS DO TEMPO –  Soberania e os filhos da naçãoo que é isso! …

MALAMBA: É a palavra.

Por

soba3.jpg T´Chingange

cplp1.jpgNa história que conhecemos, as nações têem no seu próprio modo de vida um "código jurídico". Seus cidadãos organizados em vida colectiva fabricam leis pelas quais se regem reflectindo-se nelas como uma Magna Carta de compromissos. Não importa quem você é ou onde você está vivendo; não importa a sua religião, sua cor, seu estilo de vida ou a sua ideologia política... vive em um país! Todos nós vivemos em um país, é um facto! É a partir da singularidade legal de uma nação, suas características peculiares e sua identidade conforme a lei que surge o conceito de soberania. E, a identificar esta soberania existem os símbolos e os órgãos instituídos que representam a Nação; a bandeira, o presidente, a magistratura e um sem fim de organismos que tutelam diferentes sectores sociais.  

cplp4.jpgVejamos o recente caso de mostrar soberania de umas ilhas com o nome de Selvagens que apesar de serem remotas e isoladas, receberam visitas oficiais de três presidentes da República Portuguesa tendo o actual Presidente Cavaco e Silva, pernoitado na noite de 18 para 19 de Julho de 2013 numa dessas ilhas (Selvagem Grande), um acto de soberania que visaram reforçar a identidade daquele espaço aonde de forma permanente se encontram apenas dois habitantes na Selvagem Grande e dois semi-permanentes na Selvagem Pequena, guardas do Parque Natural da Madeira. O Estado Português insiste na sua classificação como ilhas, ampliando assim a Zona Económica Exclusiva (ZEE) portuguesa.

cplp3.jpgA Constituição, ou esse "código legal nacional" é aperfeiçoado ao longo dos séculos e não é imutável. No correr do tempo um Estado, Nação, toma decisões para prevenir, defender, proteger, seus cidadãos; Uma vez que as pessoas são o Estado, então os cidadãos são igualmente soberania. Será assim? No caso de Angola não é o suficiente ali ter nascido! Não é suficiente ser filho de pais já ali nascidos! Não é suficiente ser neto de avós já ali nascidos! É necessário ser-se negro para ter direito a ser considerado um cidadão de facto. E, se for do partido que monopoliza o poder, o MPLA, é ponto assente que tem pleno direito; sempre se dá um jeito, com ou sem gasosa. Uma lei despropositada de todo e que deve ser alterada para salvaguarda de uma real soberania de Angola e dos angolanos! Uma farsa não pode ser sustentada para todo o sempre!

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 04:56
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Quinta-feira, 20 de Novembro de 2014
MUJIMBO . LXXIII

ANGOLA - TESTEMUNHO... Acreditei que estava á participar da revolução angolana … depois, deu-se  o 27 de Maio de 1977

Por

vumby fernando.jpgFernando Vumby (Fórum Livre Opinião & Justiça)

ÀS VEZES SINTO-ME CÚMPLICE, POR TER ACREDITADO E CONFIADO NO MPLA QUANDO FUI JOVEM!

vumby13.jpgNão sendo nenhum daqueles que andou pelo “maquis” do MPLA enquanto ainda Movimento de libertação nacional, já observava haver coisas que não corriam bem por dentro da organização; e eram muitas! Entrei para o MPLA, quando Angola ainda não era independente, era jovem nesse então. Conheci pessoalmente os melhores comandantes, comissários políticos, monitores e instrutores militares que passaram por CIR Belize, Kassel e S.Vicente tudo isto em Cabinda nos anos de 1973, 74 e 75. Na flor da juventude vivenciei ali com muitos outros, coisas que se alguém hoje me contasse talvez nem acreditasse. Seria desonesto para comigo mesmo, dizer que era tudo mau! Nada disto meus manos! Conheci pessoas que me marcaram profundamente pela positiva, com quem aprendi muita coisa que me tem sido de muito utilidade no correr da vida, em adulto, como pai e avo de uns poucos netos.

vumby14.jpgMas sempre que me recordo dos tempos de Cabinda e de seus bairros vêm-me à mente a imagem do Comissário político "Pedro Santos" que foi morto nos acontecimentos do 27de Maio de 1977. Soube-o por um de seus irmãos que também foi meu companheiro na Contra Inteligência Militar, "O Santos da B5 ou B6". Desde que me conheço como homem, reconheço Santos como um dos mais competentes comissários políticos que conheci. Sendo eu soldado relacionei-me bem com Bornito de Sousa no CIR Belize sendo este comissário politico. Foi curioso que das poucas vezes que tentei falar com este sobre Santos, e dele mesmo, só recebi disfarçados mutismos. Fiquei por isso com a nítida sensação de que nem o Bornito de Sousa poderia falar sobre si próprio; muito menos de Santos.

vumby16.jpgHavia claramente um tabu no seio destes camaradas, não falar nem do sistema nem de si próprios sendo isso um factor de grande risco e duma prática secreta? Coisa estranha! E é aqui, que eu várias vezes dizia só para mim, … aqui há gato! Até pessoas, amigos de infância e companheiros de farda, que ainda ontem se aproveitavam da minha presença por essas bandas para lhes proporcionar um favor, hoje são mandões na república do petróleo. Porque critico o regime, esses mesmos, deixaram de me falar sem outro argumento plausível. Não é que isto me tenha arrefecido ou aquecido, porque nunca jurei defender criminosos ao entrar para o MPLA naquele tempo, quando nas ordens de trabalho nunca faltavam as criticas e auto-criticas. Aqui residia o crivo ou os sensores do sistema, saber quem eram as ovelhas ranhosas. Coisa estranha, ou nem tanto, digo-o agora!

vumby17.jpgPara aqueles que não sabiam, fica aqui uma nota muito importante: nas 13 teses ditas de Nito Alves, há capítulos que eram de autoria de Pedro Santos. P. Santos foi um dos maiores crânios que o MPLA teve e o curioso é que, nunca se falou nele; quem me poderia ajudar a completar essa história é uma mulher que nem sei se ainda vive... A única mulher á quem ofereci uma poesia escrita de propósito no dia de seu aniversário, quando estivemos juntos nas masmorras da Disa! Se ela ainda vive e ler este texto, espero que não tenha vergonha em verter uma lágrima por Pedro Santos... Por vezes sinto-me cúmplice por aquilo que os angolanos hoje passam, pois também participei no descarregamento de toneladas e toneladas de armamento e todo tipo de equipamento militar vindo da Rússia, Marrocos, Cuba, China e Argélia para o MPLA em Ponta Negra." Brazaville"

vumby15.jpgAcreditei que estava á participar da revolução angolana, afinal traí o meu próprio povo porque muitas daquelas armas foram utilizadas contra o próprio povo angolano... E, diga-se em verdade, os grandes derrotados, fomos nós próprios, angolanos... Minha amiga MMMM, se ainda vives, dá sinal e juntos vamos escrever sobre Pedro Santos e sobre a forma como foi preso quando se escondia por detrás do guarda roupas.... Foi barbaramente morto com alguns de seus amigos, conhecidos e parentes presos no tenebroso dia 27 de Maio de 1977!

Fórum Livre Opinião & Justiça

Fernando Vumby



PUBLICADO POR kimbolagoa às 12:09
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Quarta-feira, 19 de Novembro de 2014
N´GUZU . XXV

QUENTURA DOS TEMPOS . SINGAPURA – CURIOSIDADES

PODERÁ IMAGINAR-SE ALGO ASSIM PARA PORTUGAL, BRASIL OU ANGOLA?

N´Guzu: Força, poder, deus da guerra.

As escolhas do Kimbo

kim0.jpg Kimbolagoa

A Humanidade encontrará meios mais pacíficos para resolver os seus problemas? Se você encontrar uma solução mais cristã e eficiente para atalhar a estes cancros sociais, não demore a tornar público o seu método...

sing1.jpg Sr. Lee Kuan Yew assumiu com mão de ferro o comando do país, que é Singapura e, em seis meses, dos cerca de 500 mil presidiários sobraram somente 50.  Todos os outros, criminosos confessos, foram fuzilados. Todo homem público (político, policial, etc.) corrupto foi fuzilado, pois existiam muitas provas contra eles. Todos os empresários ladrões foram fuzilados ou fugiram rapidamente do país. Aquela multidão de drogados, que ficava dormindo nas ruas, fugiu desesperadamente para a Malásia, para não ter que trabalhar, ou seriam fuzilados.

sing3.jpgHavia uma mensagem na televisão onde o novo governo avisava que o país estava com câncer e que a única solução era extirpá-lo, tipo "se algum parente seu foi extirpado, compreenda, ele era um câncer para a nação". Depois de ter feito toda a limpeza no país, reorganizado o sistema político, judiciário e penal, esse militar convocou eleições directas e  candidatou-se para presidente. Venceu as eleições com 100% dos votos. Hoje, Singapura é um dos países mais seguros de se morar, e um dos mais desenvolvidos, e mais seguro do que os Estados Unidos, a Inglaterra ou Israel. Já no avião, a ficha de desembarque tem um "DEAD" (morte) bem grande em vermelho e a explicação da penalidade sobre o porte de drogas. Qualquer droga. Com zero vírgula alguma coisa de cocaína encontrada, o sujeito ou é sumariamente fuzilado, ou é condenado à prisão perpétua com trabalhos forçados. Lembra-se daquele surfista brasileiro que tentou entrar em Singapura com uma prancha de surf recheada de cocaína? Óbvio que ele determinou sua própria morte. A mãe do jovem traficante apareceu na TV pedindo para o Lula interceder pelo filho.

sing4.jpgNão adiantou nada. Nem mãe, nem Lula, nem protestos, evitaram o cumprimento da lei. Nos hotéis, os "Guias da Cidade" têm uma página explicando que a polícia de Singapura garante a integridade física de qualquer mulher 24 horas por dia (isto porque na antiga Singapura, sem lei e ordem, as mulheres que saíam sozinhas eram estupradas e, ou, mortas). O chiclete é proibido em Singapura, pelo simples fato de que, se jogado no chão, suja as calçadas da cidade. Distribuir panfletos, sem chance! Só em lojas, e não devem ser entregues às pessoas, que, se os quiserem, pegam-nos num suporte. Jogar no chão então... dá multa alta. 

sing5.pngSingapura, oficialmente República de Singapura, é uma cidade-Estado localizada na ponta sul da Península Malaia, no Sudeste Asiático, a 137 quilômetros ao norte do equador. (Wikipédia)

sing6.jpgNo ano passado, a secretária  de um amigo, que estava fazendo um trabalho por lá, foi seguida pela polícia desde sua casa até o trabalho.Quando chegou ao trabalho ligou o pisca para entrar no prédio. A polícia deu-lhe sinal para que  parasse. Um dos polícias veio até a janela do seu carro e disse: "Como a Sra. sabe, estamos fazendo uma campanha de civilidade no trânsito. Multando os infractores e dando bónus a quem dirige correctamente. E a Senhora, em todo o trajecto da sua casa até aqui, não cometeu nenhuma infracção. Parabéns! Aqui está um cheque de 100 dólares singapurianos (equivalente a cerca de R$ 128,00) e pediria para a Sra. assinar o recibo, por favor.   

Pelos vistos e, segundo o Sr. Lee Kuan Yew, Portugal, Brasil e Angola  têm SOLUÇÃO!

As opções do Soba T´Chingange

 



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:12
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Terça-feira, 18 de Novembro de 2014
CAFUFUTILA . LXXVII

MILONGOS CUSPILHADOS Esgravatando o tempo  com pasmos XI

Por

soba3.jpgT´Chingange

tort1.jpgCom pasmos regados de estranheza, carrego embaraçosos sorrisos polidos de condescendência; esgravatando o tempo, ajudo meu pai a montar armadilha de prender toupeiras num lugar de nome Cornelho, numa clareira entre pinheiros aonde o vento sopra frio, de engelhar dedos, de fazer frieiras nas orelhas e beiços, entorpecendo os dedos dos pés metidos em tamancos recobertos com pele crua de boi, pregado coma tachas de cabeça ovalada. Mover o corpo era a melhor forma de o aquecer mas, a alma da pura preguiça fica em frente da lareira da aldeia no beco do Rebelo.

tort2.jpgNos propósitos de agora com almas de um Novembro antigo e outonal, vi-me sentado num corrido mocho, já muito polido com corações nos topos, soprando sem pressa as brasas, remexendo as castanhas até as fazer saltitar de mão para mão. Surgia entretanto minha mãe a pôr umas brasas de pau de oliveira no café com mistura de cevada, desde esse então não mais senti um sabor igual e cheiro daquela mistura açucarada; O calor trepidava carícias entre luzernas, que aladas em ondas nos aquecia de ternura e, vinha a água-pé que meio doce, meia quente, escorria que nem ginjas como soe dizer-se.

tort3.jpgNa procissão de pensamentos, são Martinho sempre presente surgia depois dos Santos, oferecendo-me um pífaro de barro comprado na feira de Mangualde; era o que me faziam acreditar para manter a tradição. O porco estirado em pendurão dum caibro da asna, escorria-se em pingos secando as carnes até se enxugarem; este bicho, ali sem pelo, desventrado, metia-me um medo do caraças; teria eu os meus cinco anitos. Eram dias de castanhas, sopas de água-pé, febras e torresmos entre batatas do Cornelho, da Pereira ou do Esperão, lugares com muitos pinheiros, de muitas sanchas e tortulhos de chapéu largo.

tort4.jpgAs couves lombardas ou tronchudas regadas a banha entravam quase sempre nas ementas. Um dia, no meio daquele frio de encarquilhar vontades, de se tornar gelo nos alguidares, estando eu Tonito guardando as chibitas que nos davam leite, a tia Micas gritou-me um também gelado grito e, de susto caí da figueira aonde estava empoleirado; as cabras comendo os rebentos novos da vinha dessa minha madrinha, tornaram-na fula e o grito transtornado saiu duma rusticidade cheia de rispidez. Caí de susto!

tort5.jpgCai de susto em cima de uma pedra, desse mau jeito parti o braço, não sei se o cúbito ou se o rádio, minha mão rodou 180 graus; eu aflito e, num ai-jesus de minha mãe Arminda, lá foi o padeiro com sua furgoneta até o Hospital de S. Teotónio; Meu osso, ao fim de algum tempo colou mas, sempre ficou um ligeiro desvio torto, neste braço esquerdo. Aquela queda e aquele caminho calhou que não foi o caminho do Céu mas, aquelas plantinhas silvestres escondidas no tufo da minha queda, seu delicado aroma de rosmaninhos com giesta ficaram agarradas ao meu sentido, um cheirinho de doçura das terras reverdecidas do M´Puto.

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:22
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Segunda-feira, 17 de Novembro de 2014
MUJIMBO . LXXII

ANGOLA - TEMPO DE CICATRIZESOrçamento de angola para 2015 é só fachada!...

Angola necessita de outra independência

Por

soba no  relogio.jpgT´Chingange

 FONTE ( em parte) : NOTÍCIAS AO MINUTO

samak1.jpg(…) No final de uma intervenção em Lisboa, no 'International Club de Portugal', o líder da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) questionado pelos jornalistas ressalvou que ainda não tinha lido o documento que rege as despesas e receitas de Angola em 2015, mas sublinhou que, pelo habitual, podia dizer que "o Orçamento do Estado, em Angola, é algo de fachada, não se cumpre não se respeita, não se sabe de onde vêem enormes somas de dinheiro apanhadas em caixas de sapatos na Europa (leia-se Portugal), ou então para fazer muita festa em Angola". O Orçamento, enfatizou, "é algo só para formalidades", disse, lamentando que o Governo não invista mais na diversificação da economia, apostando no sector da agricultura, continuando dependente da evolução da produção petrolífera para equilibrar o orçamento.

batuque2.jpg"O facto de termos todo o Orçamento baseado no petróleo traz consequências enormes, pensamos sempre que os preços do petróleo estão altos e com a produção enorme que temos não há problemas, mas depois vemos, assim que descem, o Presidente da República, no Estado da Nação, a atirar todas as culpas do que não se faz por via da diminuição da produção e sequente baixa dos preços", disse Isaías Samakuva. Por isso, a UNITA "tem insistido para uma real diversificação da economia" e tem afirmado que "não podemos basear toda a nossa economia no petróleo em detrimento do sector agrícola, vital e estratégico" para o povo Angolano, disse.

samak2.jpgAntes, no discurso, já tinha deixado duas mensagens, uma para os investidores, e outra para os estrategas e governantes: na primeira, afirmou que "Angola é um país maravilhoso onde se pode ganhar muito dinheiro em pouco tempo, mas as facilidades dadas, infelizmente encobrem muita cancerosa trapaça abrindo vias ao enriquecimento ilícito; isto em verdade, preocupa-nos”. Num discurso repleto de críticas ao actual Governo e Presidente da República, Isaías Samakuva considerou estar-se "num momento crítico da história de Angola e, que exige redefinição de seu futuro", acrescentando que "os angolanos querem mudança, mas o regime continua reprimindo a eito a intensidade deste justo desejo ".

vumby12.jpgAproveitando a passagem por Portugal, Samakuva deixou bem vincadas as diferenças entre os dois regimes políticos (entenda-se MPLA e UNITA), referindo: "Alguém imagina um mandato de 40 anos sem que o Presidente se tenha sujeitado a um único debate na televisão? E o que se pode dizer ao facto de os deputados só puderem fiscalizar o Governo se para isso tiverem autorização explícita do próprio Presidente da República?"; Brada aos céus! O responsável lembrou que "Angola é o único país da CPLP sem autarquias" e disse que "os direitos e liberdades fundamentais não são respeitados", para concluir que "Angola precisa de outra independência", porque "o actual governo chegou ao seu fim e já não consegue reunir as condições políticas de governabilidade e legitimidade para se manter na plenitude de funções".

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:42
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Domingo, 16 de Novembro de 2014
MOKANDA DA LUUA . XXXIV

É DUM CÃO - “Marley e Eu” – O meu rafeiro

As escolhas de

kim0.jpgKimbolagoa

Por:  Dy - Dionísio de Sousa  (Reis Vissapa) 

Pois a minha sombra durante treze anos apagou-se. O Marley viveu bem e foi um companheiro fiel e eu escrevi sobre ele tal como o via. No 4 de Outubro, celebra-se o Dia do Cão, data escolhida por coincidir com a época da morte de São Francisco de Assis, padroeiro dos animais.

raf0.jpgAo vaguear pelo face naquele dia fiquei a saber que era o dia do cão. Podia ser o dia da pasta de dentes, do penso higiénico ou até quem sabe do percevejo, animal que habitava as camas de ferro do hospital militar em Luanda quando fiz tropa. Ainda tive a ousadia de mostrar alguns àquela megera chamada Sulpico Pinto que de vez em onde lá ia visitar os garbosos militares portugueses, e acabei por ser castigado por calúnia. Acabo por divagar sempre que resolvo escrever sobre algo. Ah já sei, dia do cão; montes deles em poses perfeitas no facebook. Quase todos da alta fidalguia nem um rafeiro como o meu. Uma injustiça, pois se há cães fiéis é os rafeiros; lembramo-nos dos “Kafis” que andavam debaixo da carroça dos ciganos, fiéis até à exaustão! Com uma vantagem, não precisam de gastar fortunas nos dietistas. Lá estou eu a misturar alhos com bugalhos.

raf1.jpgBem, o meu Marley é um caso único de pedigree. Marido da mãe, pai da mulher e filho de um irmão da primeira ninhada. Com este concubinato todo só podia dar um cão de alto gabarito. Aqui no bairro já me perguntaram se ele é cruzado com javali de bonito que era. Mas beleza nunca foi nem nunca será sinónimo de inteligência e lá que ele era esperto lá isso era. – Por volta das sete da tarde e depois de ter comido a carcaça de galinha cozida, que ração não é com ele, desata a fazer malabarismos à minha volta e eu já sei que estava na hora de ir desovar. – Marley vem para o dono que o idiota da capital, o do Mercedes que está a passar férias aqui ao lado ainda te atropela com a velocidade que vem. 

encontros.jpgE ele vem ligeirinho para ao pé de mim não vá o diabo tecê-las. – Não quero jurar mas acho que numa mensagem telepática ele perguntou. – Este estúpido não é o que pára em frente ao teu portão. – Não Marley, esse é aquele emigrante do Audi, o da praia que quando lá chega a catrefada toda joga areia para cima dos meus olhos. – Como é que lhe chamas. – Vien ici mon petit, filho dum cabrão. Mas deixemos estas coisas de somenos importância e voltemos ao Marley. – Não sabes como te estou grato por não me dares ração e nunca me teres vacinado, já lá vão treze anos e sinto-me em forma. Tive de lhe dar razão pois os cães da família vacinadinhos da silva e pedigree Pal, aos quatro anos batem a caçoleta, para não vos falar da factura do veterinário antes de partirem definitivamente para o além.   

raf2.jpgDevo dizer que adorei ver as fotografias da cachorrada toda no “Face”. Lindos de morrer e os elogios ao animal “Fiéis até morrer”, “Gosto mais dos cães do que dos homens”, Quanto mais conheço o meu cão menos gosto do meu marido” ou vice-versa, “Se querem maltratar alguém maltratem a minha sogra deixem o meu cão em paz”, coisas lindas de se dizer. Bem tenho de parar por aqui que o meu rafeiro está olhar para mim e a dizer-me. – Então hoje não se come Óh palerma. – Primeiro vou tirar-te uma fotografia para o face que tu também és filho de Deus, e fica a saber que gosto mais de ti que do Passos Coelho. – Vai à merda mais a comparação!!!!!!

Reis Vissapa

CURIOSIDADE: O LAVRADOR TINHA UM CÃO E A MÃE DO LAVRADOR ERA TAMBÉM O PAI DO CÃO – MAS AONDE PONHO O PONTO?

As opções do Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:46
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Sábado, 15 de Novembro de 2014
MUKANDA DO M´PUTO . LV

MALAMBAS - Sanzala Angola, e seus facebookambas

As escolhas de

kim0.jpg Kimbolagoa

Por:  Mário Inácio

O nome de Sanzala Angola, foi um bom nome para referenciar uma terra, Angola… E, é de Angola que se deveria falar, sempre e só, de todas as maneiras e feitios, com todos os gostos e visões, pintando de todas as cores os comentários, temperando todas as criticas de argumentos construtivos… Mas acima de tudo, saber o que se diz, sobre o tema de que se fale…  E sempre, mas sempre com muita educação e respeito. Mas, infelizmente não senhor, nada disto acontece… Angola, a terra, o país, as suas gentes e a sua história, são maltratadas e violentadas por dá cá aquela palha… Todos querem ter protagonismo, quer nos comentários, quer nas publicações, e para isso é um vale tudo, de desenterrar os mortos, reavivar “feridas”, humilhar situações… Como não sabem transmitir ou dizer o que quer que seja, recorrem a vídeos, a publicações, antigas, o que é preciso é dar nas vistas!...

áfrica.pngFazem-no em nome de grandes conhecedores de Angola… Alguns, e são bastantes, os poucos anos que lá viveram, foi há 40 anos e pouco ou nada se lembram… Porque quando lá estavam, quando lá viveram, não VIVERAM com Angola, apenas moraram em Angola… Nunca saíram do alcatrão, nem das comodidades de uma vida fácil… Nunca cheiraram o pó da picada, nem molharam o pé descalço na lama, nunca apanharam uma “bitacaia”, nunca limparam o cú ás folhas de uma “vissapa” (nem sabem o que isso é). Falam em loengos, em abacates, em mangas, mas só as conhecem das bancas do mercado, onde até nem iam… Hoje falam em pirão, em funge, em moamba, mas naquele tempo, nunca provaram tal comida e quando a viam comer, viravam a cara de repugnância...! São estes os que mais proliferam pelo grupo e mais “algazarra” fazem… E ai, de quem os contrarie…! Pessoalmente dá-me um gozo bestial ler as suas “excrescências”.

africa 8.jpgGosto da “África” e respeito “a minha Angola”, escrevo muito sobre ela, … Sempre com saudade e com muito respeito, por tudo o que nela vivi, … Claro que há complexos, recalcamentos, atitudes sem merecimento de governantes, mas quero rever Angola no seu melhor…. Sou ÁFRICA! Não nasci lá, mas foi lá que cresci e aprendi muita coisa… E essa tanta coisa é a vida! … Em África aprendi a andar, a correr, a ler, a brincar, a escrever e a amar… A amar…! Naquele feitiço que só África tem, … Amar em África é amar tudo com muito intensidade…! É amar o Sol nascendo, a kúkia duma aurora brilhante que convida à vida em um fim de dia prolongado em nostalgia de cores… É amar o mar que se funde no céu e se espreguiça em suaves ondas na areia fina, monaziticas.

africa 4.jpgÉ amar os mistérios que enfeitiçam, e convidam a mais. Ser África é amar o cheiro da chuva, o crepitar dos trovões, e o reflexo dos relâmpagos em noites quentes… É amar o cheiro da terra molhada, o cheiro do capim ondulando ao vento, em anharas planas e montanhas suaves que se perdem no horizonte; das queimadas que serpenteiam a noite numa coreografia de luz e cor… Ser África é amar as pessoas, os animais e a natureza… é amar o Amor… E, eu amo África!... E, é como África que eu respiro, penso e reajo, falo e escrevo e também vivo! África nem sei do porquê, além do mais faz-me grande; e, que por erros crassos, tirou-me tudo! Com tudo isso, e pelo muito que aqui não digo, há certamente milhares de pessoas que jamais esquecerão ANGOLA. Foi uma pena que tudo, não tivesse acontecido de forma FELIZ..

As opções do Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 07:29
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Sexta-feira, 14 de Novembro de 2014
MONANGAMBA . XX

SONHOS COM CHUVA  –  Com cuculos de contemplações inertes

Monangamba - trabalhador sem especificação, faz-de-tudo (por vezes pejorativo).

Por

soba3.jpgT´Chingange

mundo 00.jpgRetouçando penúrias numa relvagem natural, firmei minha relação de vida com a natureza plantando muitas árvores, formando dois filhos, construindo minha kubata, muitas escritas na forma de crónicas, poesias esparramadas em textos encarquilhados, pinturas avulso, gestor, presidente, secretário, vogal, guerrilheiro, agente secreto, desenhador, árbitro, monitor, chefe e patrão, um permanente viajante compulsivo. Percorrendo mais de vinte e cinco países e vivendo por longo tempo em sete deles, Angola, Portugal, Venezuela, Brasil, África do Sul, Moçambique e Namíbia, tive sempre o suficiente ar para respirar, água para me preencher, terra para me purificar e o suficiente dinheiro para mandar cantar um cego, aqui estou!

mundo0.bmpAinda percorro por dia uns sete a oito quilómetros embebendo-me por onde passo nas minúcias do que vejo, e em cada sítio, reflicto-me na dádiva de poder ver tudo com graça superior; quanto mais me conheço, mais acho estranhas as pessoas que se fecham em uma concha, inertes, agarrando-se às coisas, seus jarrões chineses, ao dinheiro, à artrite com dores de muitos queixumes, descurando o que há de essencial na vida, viver! Gente que nunca teve o prazer de dar um chuto num peido de velha, um fungo que se forma bola e que quando pontapeado se faz numa nuvem de fungos amarelos na forma de pó, gente que nunca fecundou a natureza cagando num mato rodeado de urzes, giestas ou carrascos. Gente que nunca saltou um muro para roubar um figo, uma maça da índia, uma gajaja, um tamarindo, que nunca se picou na apanha de tabaibos, nem apanhou um susto de lacrau nos fundilhos ou foi invadido com kissonde nem coceira de feijão maluco. 

mundo3.jpegCom ligaduras amortalhadas no tédio, leio corridamente livros galgando de alma desatenta as turvas escritas feitas de olhos postos no lucro; muita avidez, muita presteza e rapidez mercenárias, coisas encomendadas, mal redigidas e outras sem jeito, feitas a eito! No percurso de minhas léguas sobre um esteio de cuculos, contemplações inertes, pasmo-me num medo vago de ter por aí uma qualquer maleita, uma qualquer de vago medo que me calcorreie num declive sem claridade, uma legionella que caia na perpendicular entre cortinas cinzentas de pavor e pingos de chuva seca. Hoje mesmo reguei a minha orquídea! O único botão abriu, bonita, um milagre! Todos os dias, tento fabricar um!

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 11:52
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Quinta-feira, 13 de Novembro de 2014
MALAMBAS . LV I

CINZAS DO TEMPOMistérios do vinho… II

MALAMBA: É a palavra.

Por

  soba3.jpg T´Chingange

O consumo moderado do vinho, parece ser o caminho para a felicidade. Muito ainda precisa ser entendido sobre os reais efeitos, benéficos e maléficos deste, sobre a saúde antes de torná-lo a panaceia universal para as moléstias do mundo moderno. Entretanto, em pouquíssimas situações, um remédio pôde ser tão infinitamente agradável e prazeroso.

vin4.jpgDoenças do cérebro:  Os efeitos mais conhecidos do álcool sobre o sistema nervoso são a embriaguez e a dependência alcoólica. Entretanto, quando consumido com parcimónia, o vinho parece reduzir o risco de demência, incluindo o Mal de Alzheimer. Segundo alguns especialistas, os polifenóis presentes no vinho (principalmente nos tintos) seriam os responsáveis por evitar o envelhecimento das células cerebrais. É intrigante notar que, proporcionalmente falando, a acção antioxidante dos polifenóis dos vinhos brancos é superior à dos tintos. Entretanto, a quantidade de polifenóis dos tintos é muito superior à dos brancos, tornando estes vinhos mais interessantes para as células cerebrais. Além da acção antioxidante, os vinhos melhoram a circulação cerebral, como o fazem com a circulação coronária. Sabe-se, ainda, que as chances de apresentar depressão são menores em consumidores moderados de vinho.

Doenças respiratórias:  Experimentos recentes têm demonstrado que o vinho é capaz de reduzir as chances de uma infecção pulmonar, sendo mais eficaz que alguns antibióticos modernos.

vin3.jpgDoenças do aparelho digestivo:  Há vários séculos, São Paulo já recomendava "um pouco de vinho para a saúde do estômago". Hoje, sabe-se que o consumo moderado de vinho está associado a uma menor incidência de úlcera péptica por uma série de razões: alívio do estresse, inibição da histamina, acção antimicrobiana contra o Helicobacter pylori,  bactéria implicada na génese da úlcera duodenal. Por actuar sobre o colesterol, o vinho parece reduzir as chances de formação de cálculos no interior da vesícula biliar.

Doenças do aparelho urinário:  Estudos mostram que o vinho é capaz de reduzir em até 60% o risco de formação de cálculos urinários, ao estimular a diurese.

Diabetes: O vinho consumido de forma moderada melhora a sensibilidade das células periféricas à insulina, sendo interessante nos pacientes com diabetes tipo 2 (não insulino-dependente). Além disto, o vinho reduz as chances de morte por enfarto do miocárdio em pacientes com diabetes tipo 2. Em mulheres, um estudo mostra que o vinho pode reduzir as chances de surgimento de diabetes.

preguiça.jpg

Sangue e anemia:  O álcool ajuda o organismo a absorver melhor o ferro ingerido nos alimentos. Além disto, um copo de vinho tinto contém, em média, 0,5mg de ferro.

Ossos:  alguns estudos populacionais têm demonstrado que o consumo de pequenas quantidades de vinho é capaz de melhorar a densidade óssea, reduzindo as chances de osteoporose.

Visão: O vinho reduz a degeneração macular, causa comum de cegueira em idosos.

Câncer:  A possibilidade de que os antioxidantes presentes no vinho pudessem prevenir alguns tipos de câncer despertou o interesse de muitos pesquisadores em todo o mundo. Alguns estudos populacionais mostram uma redução da mortalidade por doença coronária e por câncer em bebedores comedidos de vinho. Por exemplo, homens que consomem vinho sensata e regularmente têm menor chance de desenvolver Linfoma não-Hodgkin.

Fim

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:44
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Quarta-feira, 12 de Novembro de 2014
MULUNGU . XLI

DROGAS E RELEGIÃO - PONTOS DE VISTA CRUZADOSIV

Mulungu: É uma arvore de grande porte com flores vermelhas,;existem no Brasil e em Angola

As opções de

 Kimbolagoa

Fontes: JOSÉ CANHOTO E JOSÉ MATIAS

JC - Nas drogas temos os produtores aos quais equiparo a Deus, Jesus Cristo, Santíssima Trindade, Santos e Santas uma vez que são estes ícones que originam a produção das drogas, da mesma forma que as divindades originaram as religiões. Depois na cadeia hierárquica mais pomposamente chamada de organigrama vêm o Papa como chefe do cartel, depois temos os cardeais, bispos, arcebispos, padres e seminaristas que em diferentes países do mundo distribuem a religião como se fosse droga aos viciados e beatos religiosos.

mundo1.jpg

JM - Aquele que é da Verdade ouve e vem para a Verdade, aquele que não, permanece no erro. "Jesus disse de si mesmo como Deus verdadeiro e criador de todas as coisas: "EU SOU o CAMINHO A VERDADE E A VIDA" A quem pois nos dirigirmos? A uma religião? Ou vamos diretamente á Fonte de VIDA. Pense nisto, se deseja ignorar que ignore, pois a mim tanto se me dá, não pertendo levá-lo para nenhuma religião, pois que até vivemos longe um do outro. 

pessoa 1.jpg

 JC - Dentro dos cartéis existe uma longa cadeia de intermediários até que a droga chegue aos passadores de rua os quais equiparo aos padres que distribuem pelas igrejas o veneno ou seja o opio religioso que mantém grande parte das populações como zombies.

cores vivas.jpg

 JM - De repente tudo vai ficando cada vez mais complicado, os homens mais amantes de si mesmos. Vai-se perdendo o significado da vida pela qual Deus nos colocou aqui na terra. Os nossos julgamentos são sempre errados, pois que desejamos mudar o mundo, mas nunca a nós próprios. Cada um escolhe viver a sua própria vida, não olhando a meios para atingir seus fins. Todos vivem com medo, mas nunca com temor perante aquele que nos criou. Finalmente, o que alegra o coração não é esta vida passageira, mas sim o saber que o nosso nome está arrolado nos céus, lá aonde Deus tem as moradas para aqueles que o amam. Mas, Esse, é desprezado; logo a paz não existe.

(Fim)

As opções do soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:30
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Terça-feira, 11 de Novembro de 2014
XICULULU . LVIII

ÁFRICA – A REALIDADE .

ANGOLA E SEUS 39 ANOS DE INDEPENDÊNCIA

O poder do petróleo e a neo-colonização nas falsas democracias … II

Xicululu/ Xipululu: - Olhar de esguelha, mau-olhado, olho gordo, orgulho, cobiça (Kimbundo/ Umbundo)

Por

soba3.jpg T´Chingange

NÃO PEÇAS A QUEM PEDIU NEM SIRVAS A QUEM SERVIU

africa10.jpgOs países africanos basicamente, continuam dependentes de infra-estruturas ou investimentos que as ex-potências colonizadoras lá tinham deixado ou feito e, continuam agora a fazer num leque mundial mais alargado, com chineses, brasileiros ou japoneses com implantação de fábricas, linhas de montagem, ou alta tecnologia para a exploração de seus minérios, ou petróleo.  Obviamente que no Continente Africanos temos países muito ricos em minerais, petróleo, ou certas culturas específicas, países menos ricos e outros pobres. Os países africanos ricos têm sempre quem os procure ajudar financeiramente desde que as contrapartidas sejam boas, agora os países pobres que dependem de ajudas, donativos e empréstimos que muito dificilmente conseguem pagar, esperam sempre que os países que lhes emprestam dinheiro lhes perdoem as dividas, o que ciclicamente acontece.

cafufutila4.jpgO que mais sobressalta a um visitante, empresário ou trabalhador por conta de outrem quando chega a um país africano com Angola no topo, é a arrogância destes, suas despropositadas demonstrações de riquismo, ou mesmo hostilidade às medidas de boa gestão; as melhorias para o povo que representam são sempre descuidadamente proteladas! Não fossem os países detentores da alta tecnologia dar-lhes tudo aquilo que consomem desde alimentos aos automóveis ou á tecnologia na extracção do crude que lhes rende milhões que, metaforicamente falando, sem esse apoio, seria como retirar a um doente a botija de oxigénio que os mantém a respirar

africa 3.jpgSe o resto do mundo retirasse todos os seus cidadãos do Continente Africano, lhes fechassem todos as fábricas multinacionais, boicotassem todos os fornecimentos desde alfinetes, clipes e até aviões, os africanos voltariam rapidamente ao tempo pré-histórico da pedra lascada; tal como foram encontrados pelos árabes idos do Golfo de Omã que os escravizaram, para posteriormente serem vendidos aos capitães de barcos negreiros europeus que aportavam à costa ocidental de África

 Princesa imperial do Brasil, D. Isabel - Recordemos aqui a lei Áurea proclamada  a 13 de Maio de 1888 (Lei Imperial n.º 3.353)  que extinguiu a escravidão no Brasil precedida pela lei n.º 2.040 (Lei do Ventre Livre), de 28 de Setembro de 1871, que libertou todas as crianças nascidas de pais escravos, e pela lei n.º 3.270 (Lei Saraiva-Cotegipe), de 28 de Setembro de 1885, que regulava "a extinção gradual do elemento servil". É com um profundo lamento que recordo tudo isto para aclarar ideias periclitantes de “ Não peças a quem pediu nem sirvas a quem serviu”.

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 13:39
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Segunda-feira, 10 de Novembro de 2014
CAFUFUTILA . LXXVI

MILONGOS CUSPILHADOS Ao cimo da terra não há bicho ou coisa inútilX

Por

 soba3.jpg T´Chingange

ar4.JPGQuando se descobre que o mundo é uma ilusão e feira de vaidades e, nos besuntamos na vasta literatura, usualmente, rompemo-nos em queixumes. Damo-nos conta de que cada vez mais devemos gozar regradamente os bens da vida com inteligência! Conservando em nós o agudo e arguto poder de arrancar várias teorias a um molho de couves portuguesas, essa de fazer caldo verde, veremos que por uma força de Deus estas, reflorescem num tronco sempre esgalhado; e, podemos também recuperar o dom divino de rir com as falécias na forma de falhas ou gafes e falácias na forma de falsidades de quem se diz ser e ter o poder sobre nós; falo desses que nos usurpam, falando como galos lusos de uma estirpe espacial. Óh Deus, venha cá abaixo ver isto!

ar2.JPGAfinal, conclui-se que neste mundo e ao nosso redor, tudo é vaidade ou aflição de espírito e que nada existe estável sob o Sol! Na face mais jucunda dos miseráveis nervos, sofre-se de terrores e manias com lamentos perpétuos de desconfiança. Nesse estágio de suspeita ou receio de nossos discípulos, nossos mais próximos, nossas instituições, escondemos o dinheiro debaixo do sobrado redigindo-nos em transtornos de hábeis manobras virtuais e canetas de mentiras holográficas; sumindo patrimónios apagam cifras ou adicionam virgulas. Mas, e os incêndios! Quem como eu, a contragosto do governo, se prolonga no mundo, acabará por sempre se convencer que ao cimo da terra não há bicho ou coisa inútil.

ar3.JPGQue mesmo as minhocas são de muita utilidade, porque estrumam e lavram antes do lavrador a voltear com seus arados e seus bois, que por acção dela, a minhoca, as tais couves de caldo verde, crescerão e, nos alimentarão. Na clemência de Deus que faz reflorir troncos secos, recupero-me nesse dom divino rindo-me até desta muito bucólica ociosidade de meus ossos. E, lembrar-me eu que o primeiro instrumento musical no mundo foi uma flauta feita de uma tíbia humana; e, que os arados de lavrar a terra na ilha de Gomera eram em tempos idos feitos do osso de chifre de cabra e, que por falta de minerais, o homem ajustou-se no tempo a conviver com Deus, à sua maneira. O homem nos momentos mais críticos relaciona-se com a natureza restituindo-se à sua função superior porque ao cimo da terra não há coisa ou bicho inútil.

Ilustrações do Mestre: Costa Araújo Araújo

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 10:30
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Domingo, 9 de Novembro de 2014
XICULULU . LVII

ÁFRICA – A REALIDADE - Falsas democracias tornadas república de bananas… I

Xicululu: - Olhar de esguelha, mau-olhado, olho gordo, cobiça

Por

soba3.jpgT´Chingange

áfrica.pngNão obstante a maioria dos países africanos terem obtido sua independência há mais de cinquenta anos, a esmagadora maioria tem revelado incapacidade em vincar sua auto-suficiência com excepção da Á. do Sul e, mesmo esta resvala a cada dia para uma gestão medíocre por via de suas leis proteccionistas, xenófobas ou inadequadas num mundo que se pretende moderno! Todos estes se defrontam com avassaladora corrupção e desajustadas taxas administrativas ou aduaneiras. Sua evolução académica, científica e tecnológica continua reduzida a ínfimas expressões coartando o ingresso de técnicos externos por via de protecção étnica ou compadrio tribal, não obstante dependerem em grande parte do paternalismo colonial.

klimanjaro.jpgNas mínimas condições de vivência de seus cidadãos ainda se verifica continuar a ser um sonho que dificilmente se tornará realidade a curto prazo. Quase na totalidade os governos africanos revelam-se autocráticos e ditatoriais; falsas democracias tornadas umas república de bananas. Suas elites governamentais estruturam-se num sistema de corrupção organizado comparada aos cartéis de drogas e, proporcionando a seus lideres enriquecimento ilícito, fácil e rápido.

kimbanda.jpgUsando empresas multinacionais de abalizado “know-how” exploram, manufacturam e colocam nos mercados internacionais produtos ou matérias-primas de seus países com fabulosas comissões para si, suas famílias ou apaniguados. Há cientistas que afirmam que os cérebros dos negros diferem substancialmente dos caucasianos ou arianos e que, por este motivo mantêm um maior primitivismo ou atraso; mas eu pessoalmente não vou por esta enviusada tese. Mas, tendo sido todos estes países colonizados pelos europeus desde os séculos XV, basicamente continuam dependentes de infra-estruturas ou investimentos que as ex-potências colonizadoras lá tinham deixado ou feito.

(Continua…)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:14
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Sábado, 8 de Novembro de 2014
CAFUFUTILA . LXXV

MILONGOS CUSPILHADOS Como  adstringir  triglicéridos com sabão macaco IX

Por

soba3.jpg T´Chingange

NAMIBIA 0.jpgPelas sete horas e trinta minutos, gozando mais regradamente os bens da inteligência e da vida, remexo a chávena com meu especial milongo de adstringir triglicéridos. Desolando-me numa sinceridade gemida de tudo o que é ilusão, indefiro-me nos contornos que se transportam sempre às costas, um pessimismo que sempre se enrola no soalho do cerebelo. Sei o quanto é difícil ler o indecifrável mas soe dizer-se que a teoria do pessimismo é bem consoladora para os que sofrem e, eu, com os meus quase setenta anos, já não tenho fornalha para alimentar esta lenta combustão, a da chatice! Necessitando de renovar minha paz por mais noventa dias em pais que não o meu, insurjo-me contra essa maçada de pagar expedientes ou emolumentos demasiado exorbitantes por essa autorização.

picos no espaço.jpgDois carimbos de prorroga pelo preço de oitocentos euros, uma roubalheira; mesmo que rumine uma tal harmonia que me favoreça dormir embalado pela mão de Deus. Pagar oitocentos Euros, por duas prorrogas! Brado aos céus! Esta paz fica-me cara! Para prorrogar a minha estada neste planalto do Kalahári de Johannesburg evitando esse absurdo pagamento, um expediente para além de caro, pessimista, terei de rumar a terras a norte do Orange, no país do nada, e regressar de avião a fim de obter mais três meses de estada na paz. Regressando à teoria do pessimismo terei de concordar que é certo o que se diz de que o que tiver que acontecer, acontece, e neste caso aproveitarei rever um oceano de acácias, desertos e bichos na firme vontade de não ser extorquido. Em àfrica tudo é possivel (TIA - That is África).

acácia.jpgCoabitando com este gozo de incertezas, preencho a inspiração sem doçura, um veludo negro cuspilhando-me um desconsolo na alma. Bolas! Como podem fazer leis tão despropositadas! Terei de optimizar o percalço com um “há males que vêem por vem” para me contentar. Sem me assustar com a calma que carrego, trotarei alvoroçadamente para Windhoek a evitar pagar um naco grande de sabão p´ra macaco com almofadinhas de chita branca, numa forma de amaciar minha rigidez branca em terras de negros. Irei rever meu Rundu, meus amigos fujões do outro lado chamado de Calai, o Okavango, um rio de maravilha que desagua numa lagoa grande chamada de Delta. Outra corrida! Outra viagem! A vida é assim mesmo, como um carrossel.

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:32
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Sexta-feira, 7 de Novembro de 2014
MULUNGU . XL

DROGAS E RELEGIÃO - PONTOS DE VISTA CRUZADOSIII

Mulungu: É uma arvore de grande porte com flores vermelhas,;existem no Brasil e em Angola

As opções de

Kimbolagoa

Fontes: JOSÉ CANHOTO E JOSÉ MATIAS

JC - A política da igreja sempre foi a de alienar e controlar as massas, de arregimentar exércitos pagos pelos senhores feudais para combater os infiéis nas cruzadas, ficando depois com grande parte dos espólios que estes traziam do Oriente para Ocidente. A religião é um anestésico na dolorosa existência do homem. A ilusão não passa de uma quimera para manter as pessoas num obscurantismo medieval alucinogénio onde toda a sua fraqueza e debilidade mental se mostram incapazes de raciocinar com lucidez por si próprios ou questionando todos aqueles que lhes embotam a mente e o espirito com o veneno da crença, fé e religião.

acácia rubra.jpg

JM - Conhecer Deus, é buscá-lo por aquilo que Ele é tão-somente, e aquele que o faz certamente O encontrará, através da pessoa de Jesus Cristo, foi para isso que Ele veio até nós. Não estou falando de religião ou religiões, pois Cristo não veio para isso, mas sim para nos transmitir o amor que Deus tem pela sua criação, e deseja que todos venham ao seu conhecimento; logo a escolha é de cada um, a escolha que fizer lhe será pedida contas no dia do juizo final, não vai dizer que eram tantas religiões e eu não sabia qual é que estava certa.

ara2.jpg

 JC - Acima, eu disse que a religião era o opio do povo, porque engana a humanidade induzindo-a a pensar que devemos aceitar com mansidão as palavras de Deus pois este tem um plano de vida e de após morte para todos nós. Somente quando a religião for destruída ou proibida a humanidade recuperará a sua liberdade e dignidade. As religiões são até certo ponto uma combinação de manipulações financeiras, lavagens cerebrais e politicas anticomunistas. Mesmo num estado laico como o nosso o poder eclesiástico arroga-se ao direito de muitas vezes condenar a política governamental.

calahári.jpg

JM - Absurdo! Já fui intitulado ateu, pois que nasci na religião, mas um dia despertei, e não usei de intermediários, fui directamente á fonte da Vida, e lá fui exclarecido. O que voçê escreveu está correto, pois assim é para no final matar aqueles que na realidade são da Verdade e andam na Verdade, estes não são conhecidos pelo mundo dos incrédulos, pelo contrário são ódiados quando abrem a sua boca.

(Continua…)

As opções do soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:23
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Quinta-feira, 6 de Novembro de 2014
MUJIMBO . LXXI

ANGOLA - CICATRIZES DO TEMPO 

MESMO NA DEFESA DO " EU " PRECISAMOS SABER RELATIVAR AS CRITICAS DOS ALÉRGICOS À VERDADE !

vumby fernando.jpgFernando Vumby (Fórum Livre Opinião & Justiça)

vumby1.jpgQuem escreve artigos críticos ou textos relacionados contra regimes perversos, corruptos e vocacionados para actos criminosos como o vigente em Angola, deve estar preparado para não ferver facilmente ou ter xinguilamentos histéricos quando bombardeado com comentários agressivos ou menos simpáticos. Como podemos nós evitar lacaios ou lambedores na forma de gente? Para esta gente desqualificada, que felizmente só existe em quantidade, nós os críticos, nada mais podemos fazer senão encará-los como desastres de percurso com doenças que ninguém pode evitar; seguidistas sem amor-próprio, gente que se envenena com sentimentos negativos sem discernir uma atitude positiva perante a critica que quase sempre, tem razão de ser.

vumby3.jpgTeremos que contar sempre com essa gente que não obstante serem estupidamente fanatizadas o são também vazias de raciocínio; tal como Cristo não agradou á toda gente, também não nos cabe pretender agradar a todos? Teremos de omitir críticas injustas, oxigenando o nosso EU na defesa aos ataques torpes de brutamontes; o importante é não alimentarmos ódios ou desejo de vingança porque isso, só torturará nosso bom censo, nossa liberdade. Nem é preciso estudar-se psicologia avançada para se concluir que o ódio ou desejo de vingança como um bumerangue, só deformará nosso ego, nossa personalidade.

vumby4.jpgPergunte-se a quem já alguma vez teve intenções de se vingar, qual o tamanho de suas cicatrizes em suas vidas! Ama os teus inimigos... Quem se não lembra deste conselho feito por Jesus Cristo aos homens! Mas atenção, não irei desconsiderar de meus inimigos meus mais ferrenhos críticos, sem excluir os que me trataram por assassino ou de pilha galinhas, ou até mesmo, os que já me ameaçaram de morte.

vumby5.jpgNum mundo frio de tão competitivo como neste em que vivemos, a inveja e a maledicência terão de ser encaradas fortuitas, sobretudo em relação a pessoas que se dizem ter ultrapassado a mediocridade. A experiência, já me mostrou que vivo melhor comigo e com os outros, se continuar a manter o meu bom senso aceitando essa realidade nua e crua; a de que afinal os lambe-botas e lacaios também existem como seres humanos. Será uma pura ilusão eu imaginar um mundo sem este tipo de gente, por mais nojenta que seja…

As opções do Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:09
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Quarta-feira, 5 de Novembro de 2014
MALAMBAS . LV

CINZAS DO TEMPOMistérios do vinho… I

MALAMBA: É a palavra.

Por

soba3.jpg T´Chingange

gal2.jpgQuando se descobre que o mundo é uma ilusão e feira de vaidades, de onde se rompem pomposos queixumes, damo-nos conta de que cada vez mais devemos gozar regradamente e com inteligência, os bens da vida, ! Sempre estranho quando à refeição com mais gente, alguns destes acompanhantes torcem o nariz por eu preterir qualquer outra bebida que não seja o vinho, assim tinto e cheio na suficiente proporção. No entanto pedem Coca-Cola ou outras mistelas de arrepiar a mente. Posto isto consultei os manuais deste liquido, já usado muito antes de Cristo o beber em suas ceias, com seus discípulos.

vin1.jpgVinho e Saúde - Alguns factos!

Há muito que se sabe que o álcool, consumido em pequenas doses regulares, traz benefícios para a saúde. Estudos epidemiológicos mostram que o álcool presente no vinho, cerveja e destilados pode diminuir a mortalidade  por enfarto do miocárdio,  isquemia cerebral etc. O vinho sobretudo, desperta interesse dos cientistas por apresentar além do álcool, diversas substâncias antioxidantes em sua composição. Entre os mais de 1000 compostos encontrados no vinho, os polifenóis (flavonoides, taninos, catecinas, resveratrol etc) são os mais estudados.

vin2.jpgOs polifenóis, derivados de várias plantas, são os antioxidantes mais encontrados em nossa dieta. De acordo com sua origem, apresentam diferentes estruturas químicas. Actualmente, vários estudos têm demonstrado que o resveratrol, um antioxidante natural presente em vinhos tintos e brancos, está associado com os efeitos benéficos do vinho na doença coronária. Além disso, em laboratório, o resveratrol tem mostrado efeito protector contra o câncer. Também controversa é a hipótese de que os flavonoides parecem mostrar um efeito protector contra doenças cardiovasculares, actuando sobre o LDL (colesterol ruim).

vin3.jpgO consumo moderado de vinho controla os níveis sanguíneos de algumas substâncias químicas inflamatórias chamadas citocinas. Estas, por sua vez, afectam o colesterol e as proteínas da coagulação. O vinho é capaz de reduzir os níveis de LDL e aumentar os de HDL  (colesterol bom). Com relação à coagulação, o vinho torna as plaquetas presentes no sangue menos aderentes reduzindo os níveis de fibrina, evitando que o sangue coagule em locais errados. Estes efeitos poderiam prevenir o entupimento de uma coronária, evitando assim um enfarto do miocárdio.

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:45
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Terça-feira, 4 de Novembro de 2014
MOKANDA DO SOBA . LXIV

CINZAS DO TEMPO . Mistérios do mundo com poesia do Zeca…

Por

soba3.jpg T´Chingange

RITA É UM POEMA FEITO NO LUGAR DE NOGUEIRA DO M´PUTO

Eu, T´Chingange resolvi prensar este poema cheio de N´Zambi com as missangas de ZECA, esse professor Katedrático duma Universidade chamada de Rio Seco da Maianga da Luua que ele e eu tanto amamos, um rio que só o era quando chovia; um rio feito mulola trazendo areias com búzios, n´zimbos das barrocas que já não existem mais. A civilização matou aquele rio conspurcando-o de latas velhas, vidros cortantes e águas estragnadas. É um poema dedicado à minha sobrinha de Vila Real, nascida também no Malhoas, um bananal antigo que existia nas margens daquela mulola, tudo uma linda ilusão do passado que vai morrer connosco incrustada como um tumor num qualquer sítio de nós; Tive de deformar este poema, torná-lo linear sem as curvas doidonas do Marão do M´Puto.

rita0.jpgA poesia define-se de imagens, de formas, de sinos delirando… É algo que se sente pulando nas margens encantadas do coração… são rendas belas desenhadas de talento, de sensibilidade por esse belo tear rico e rodeado de musas com muitas pérolas… No teu belo paraíso verde de NOGUEIRA, sinto tudo berridando dentro de mim…, como um feitiço cheirando folhas de Mulembeira. Este teu lugar encantado é parte desse território que inspirou o poeta MIGUEL TORGA, o poeta cantador de fragas com muitas e sarapintadas parras.

rio seco.jpg Rio Seco da Luua

Nele vivi dois dias inesquecíveis do ano de dois mil e quatorze e no lindo mês de Agosto, assim como um rosário de amizade, que trouxe comigo para contar aos meus, no meu querido abrigo, minha kubata… Direi que saí dali mais rico pelo carinho tão rasgado de simplicidade, cheio de cheiro de flores dados pela mão de teu maravilhoso pai Honório, pela amizade dada pelos teus tios muito cheios de cazumbi, na companhia dos Santos Pereira…

zeca4.jpgZeca Santos.jpgZECA o Professor katedrático do Rio seco Da Luua

O gosto pela poesia…, direi como professor katedrático do Rio Seco do qual já nem te recordas, que há sempre um começo minha linda amiga… é assim, uma iluminada kúkia que dá luz no nosso Muxima. É como uma semente atirada pelas tuas mãos para o valado da Nogueira, um colo rico cheio de medronheiros, de cheiros de pinheiro com urzes, amoras mais mirra e alfazema. Finalmente, espero que o meu feitiço leve o teu coração, as tuas mãos para o teu valado, um cavalo alado e encantado, que pisca-pisca no teu olho grande de través e a direito sem desconfiamentos e, aí fecundem esse prazer pela poesia, prazer tão sentido pelo teu tio ZECA com este chapéu de cátedra espacial e de camurça.

Nogueira (Vila Real), 2014.08.03

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 07:54
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Segunda-feira, 3 de Novembro de 2014
MULUNGU . XXXIX

DROGAS E RELEGIÃO - PONTOS DE VISTA CRUZADOS - II

As opções de

 Kimbolagoa

Fontes: JOSÉ CANHOTO E JOSÉ MATIAS

JC - Os países maiores produtores de droga do mundo são: “Afeganistão, Birmânia, Colômbia. Republica Dominicana, India, Jamaica, Laos, México, Nigéria, Paquistão, Panamá, Peru, Venezuela etc”. Espalhados pelo mundo temos mais cartéis de droga do que de religiões cristãs- Os 10 países mais católicos do mundo são: “Brasil, México, Filipinas, USA, Itália, Colômbia, França, Polónia, Espanha e Republica Democrática do Congo.” Curiosamente a religião e a droga andam de braço dado há muito tempo com um silêncio cúmplice dos Papas devido á lavagem de dinheiro proveniente da droga, feito pelo Banco Ambrosiano que pertence ao Vaticano. Com a recusa dos Papas de condenarem este veneno que é tão danoso para a mente das pessoas como a religião, apenas adiam um dos problemas que afligem as sociedades modernas.

do laém.jpg 

JM - Pois, é exatamente colocar na mente do homem a mentira quanto á existência de Deus, ninguém jamais conhecerá Deus através dos seus trucos, e maneirismos humanos, pois Deus não se deixa escarnecer pelos homens, e nisto, irremediavelmente estes, terão de prestar contas. Certamente o meu amigo sabe quando pratica o bem e quando pratica o mal, se assim não fosse você seria como um animal, e todos nós não teriamos que prestar contas a ninguém.

Cristo páscoa.jpg

 JC - Karl Max não foi efectivamente o primeiro a escrever textualmente de que “A religião era o ópio do povo”, em 1844 num ensaio que fez sobre “A Critica da Filosofia do Direito de Hegel. Contudo antes de ele já filósofos como Voltaire, Kant e Feuerbach se referem ao papel da religião como algo que as elites de qualquer sociedade utilizavam. A igreja, os Papas e o poder eclesiástico sempre mantiveram relações preferenciais com os reis dos países europeus, lordes, senhores feudais e ricos comerciantes que ofereciam e doavam á igreja imensos bens materiais em troca de bênçãos e de outros privilégios ou concessões espirituais e confessionais.

contrastes.jpg

 JM - Porque em nós habita a natureza de um criador, que nos fez á sua imagem e semelhança, logo iremos prestar contas do que fizermos, nissso ninguém tenha dúvidas. Conhecer Deus e ter prazer na obediência tem um alto preço a pagar, e esse preço requer muitas vezes a morte para testificarmos a fé diante daquele que nos chamou para andarmos no seu Caminho. Buscar e conhecer Deus não é no sentido de sermos servidos no nosso igoismo, pois Deus não é nenhum supermercado, para nos servirmos a nosso bel-prazer.

(Continua…)

As opções do soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:50
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Domingo, 2 de Novembro de 2014
CAFUFUTILA . LXXIV

SONS CUSPILHADOS Naquela aldeia havia grilos e ralos cantadores VIII

Por

soba3.jpg T´Chingange

estr0.jpgNaquela aldeia de minha mãe, minha também, havia grilos e ralos cantadores ao cair do dia; mais logo, eram sapos e rãs com coaxares de noivado e, lá para a noite escura o piar de mochos e corujas que me soletravam medos com os uivos de cães vadios. Diluído na negrura da noite, a névoa resvalava-se-me em uma sonolência doce; uivos latidos ou gritos na noite de escuros vales e montes cercados de brutalidade agreste, silvando-me melancolias de como quem penetra nas terras do seu desterro. Metido em meu roupão de flanela amarelo e de face arrepiada, ouvia o murmurejar duma chuva miudinha com uma natural moleza de humidade.

estr1.jpgMolemente, um espesso céu de algodão diluía-se-me em sonho dormido e eu, ainda pequenote, conduzia um jumento á trela até à manjedoura do chafariz bem ao lado da capela tendo como companheiro meu fiel podengo. Um homem sem barba, sem colete, sem jaleco, sem samarra nem dentes, acalmava seus cães que se encarniçavam contra o meu podengo. Havia um brasão de armas com cabras encavalitadas comendo parras de granito secular emoldurado com musgo enverdecido.

est4.jpgDo adro daquela capela podia ver-se na lonjura os contrafortes da Serra da estrela sem se distinguir com clareza as manchas de Mangualde, de Ceia, de Folgozinho. Daquela terra, minha e de minha mãe Arminda e, pela janela do sótão na casa do beco dos cabeças, via-se os telhados e a fumaça densa subindo para Deus tapando-o tal como dissera meu pai Manel quando cortava a côdea da broa; apontando as telhas, sempre dizia que aquela era para ele que padecia de fome. Eu, espreitava, espreitava mas, nunca o cheguei a ver!

estr2.jpgDali daquele janelo, podia ver-se lá longe na encosta da grande serra, a terra de meu pai de nome Nesprido, freguesia de Povelide, terra de bruxas como ele dizia quando falava de suas namoradas e lobisomens mais os ventos falantes. Podia ver-se também as ruazinhas da aldeia muito cheias de tojos, giestas e rosmaninho para fazer estrume e com sorte, ver o senhor Fragoso, botar penicadas para o beco; também se podia ver as muitas casas descascadas de onde também se esgarçavam pelas telhas vãs o fumo branco cheirando a pinhais.

estr3.jpgNos dias mais claros podia até ver-se um ponto branco na encosta, a ermida da senhora do castelo de Mangualde. O ar puro e fresco entrava na alegria da alma; lembro-me muito bem dos chocalhos e guizos a tilintar, as chibitas entre os muros enegrecidos pelo tempo ou abandono; Século seculorum, de densas negruras de fuligem, algures na Beira Alta.

O Soba T´Chingange      



PUBLICADO POR kimbolagoa às 17:09
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Sábado, 1 de Novembro de 2014
MUJIMBO . LXX
ANGOLA - DO OUTRO LADO DA LUPA - II

Por

soba3.jpg T´Chingange

áfrica.jpgDe mãos limpas e pés polidos dou-me a tréguas em desejos de somente resistir aos desmandos que me podem contagiar na mente ou no físico! Não prestando contas de minha vida, a não ser dar animo às cordialidades amigas, revejo Angola todos os dias através das redes sociais que nem sempre são de sossego, escusando-me a ser dirigido ou manipulado tanto quanto o possível. Mas, muito do que vejo, do que leio, dói-me e, de fora, sei quantos muitos desses 16 milhões de angolanos, têem de mastigar amarguras sem poderem deglutir, serem roubados e vilipendiados sem poderem manifestar suas reais preocupações. Todos os meus amigos que retornaram a Angola fecharam-se nas malambas e pouco a pouco desvaneceram-se naquilo que julgo ser o medo! Chego à triste conclusão que eu, posso na diáspora falar de Angola sem o receio de ser perseguido, preso, torturado ou ser dado como desaparecido por reclamar ou dizer inconvenientes verdades, como vai acontecendo com vários Jornalistas Angolanos.

para a machamba.jpgMas, se até Mário Crespo jornalista da SIC em Portugal, foi despedido (contrato não renovado) por pressão do Governo Angolano em virtude deste, pretender entrevistar no Jornal das nove da SIC Rafael Marques autor do livro “Diamantes de Sangue”. Suas declarações seriam provavelmente comprometedoras para certos membros do Governo Angolano. Mateus Gonçalves, Mariano Brás, William Tonet, Coque Mukkuta, Armando Chicoca, Pedro Cardoso, Afonso Francisco.

tonet2.jpg Idálio Kandé, Ana Margoso, Zenina Volola e Matilde Vanda, são outros dos jornalistas angolanos perseguidos e ameaçados pelo Governo. A lista dos jornalistas que já foram detidos é interminável bem como as pressões exercidas sobre os editores dos vários órgãos de comunicação social angolanos. A censura é imposta e a mordaça apertada a todos aqueles que não pactuam com o sistema ou o seu fraco estofo neurótico, não permite que silenciem as injustiças, iniquidades e corrupção que grassa a todos os níveis nas elites governamentais do MPLA. E, será que a oposição está manietada, ou está no bombom no aconchego do kúmbu, do pilim, daquilo com que se compram os kiabos, os chuços, as vontades?

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 06:18
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Setembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12

16
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
CONTADOR
contador free
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds