Sábado, 24 de Outubro de 2020
KWANGIADES . XXXIV

COQUEIROS DA LUUADe quando a Malta do Macoco, lutava contra o inimigo comum, a Malta do Cú Tapado  -  20.10.2020

NO MEU ANTIGAMENTE NA VIDA - Crónica 3072 (do Kimbo)

kimbo 0.jpgAs escolhas do Kimbo

Por: Carlos Pinho(*)  (Folha 8)

coqueiros3.jpg Naquele tempo, lá na primeira metade da década de 1960, na cidade de São Paulo de Assunção de Luanda, sim já naquele tempo, Luanda se escrevia com “u”, pois que no atrás do tempo em que Loanda se escrevia com “o” ainda era mais lá no antigamente na vida e eu ainda não tinha existência. Pois nesse meu antigamente, em que era monandengue, ia lutar de espadachim lá nas Barrocas dos Coqueiros, eu e os meus kambas colegas de bairro, todos nós candengues, nós, a Malta do Macoco, lutávamos contra o inimigo comum, a Malta do Cu Tapado.

O termo Cu Tapado não tem nada de ofensivo, era um pequeno bairro adjacente ao Bairro dos Coqueiros, lá numa rua que era e é um beco sem saída, ou dito numa língua mais fina, um “cul-de-sac”. E nessa luta a ressuscitação era imediata e os inimigos, eram no final, irmãos. Pois naquele tempo, nós eramos heróis espadachins, não havia nem brancos nem negros nem mestiços, mas apenas nós e eles, os da Malta do Macoco e os da Malta do Cu Tapado. Havia apenas a irmandade dos espadachins, carrinhos e trotinetas de rolamentos, que competiam rua abaixo antes, da polícia nos dar uma berrida.

coqueiros 1.jpg E, eu tinha ainda a minha “chica”, calão luandense (caluanda) para bicicleta. Uma BSA comprada na Casa Americana, edifício que é hoje uma universidade privada que certamente nunca dará aos seus alunos as alegrias que me deu a minha “chica”. Eu trocava passeios na minha “chica” por corridas de trotinete ou de carros de rolamentos. Eramos putos da rua numa irmandade feliz e multirracial. Naquele tempo eu aprendi a nadar lá na praia da Corimba que fica lá para os lados da Samba. Praia com pé até dizer chega, onde só perneta se afogava.

Ah! Naquele tempo! Criança não tem maldade, só sonhos pueris. Colocávamos calção de banho quando chovia e sentávamos no meio da enxurrada barrenta que vinha lá das Barrocas dos Coqueiros. Aí a polícia não nos dava berrida, os chuis fugiam da chuva. Mas a vida prega-nos partidas, cerca de dez anos depois, numa tarde de um domingo, julgo que dia 20 de Outubro de 1974, já nos meus 20 anos, passeio a pé ao longo da Praia da Corimba, lá para os lados na Samba, com a morte na alma. Fazia mentalmente o meu adeus à minha querida Angola, pois já adivinhava que esta iria passar por meio século de guerras, ódios, maldições, danações…

baú3.jpg Pessoa amiga me avisou, vai-te daqui ou acabas em vala comum. E foi verdade! Grande parte da minha geração acabou em valas comuns por mor do 27 de Maio de 1977 e do grande timoneiro do MPLA. O tal genocida que é uma referência para uns tristes mentecaptos. Foi aí, nessa tarde de domingo de 20 de Outubro de 1974 que aprendi, na minha alma, lá dentro dela mesmo, mesmo, mesmo, o verdadeiro significado do ditado quimbundo, “dor de desgosto é pior que dor de facada”.

Hoje, olho para trás e lembro-me recorrentemente da música do Duo Ouro Negro, “Amanhã” e então de mansinho choro baixinho só para mim:

“Amanhã,

Peço ao meu lema que faça com que eu volte

A morar na terra amada que me viu nascer

Quero chegar de madrugada

Para ver o sol raiar

Quero chegar de madrugada….. hoo

Para ninguém ver, se eu chorar”

baleozão00.jpg No próximo dia 26 de Outubro de 2020, faz 46 anos que vim viver para Portugal. Nem eu sem bem porquê, mas contínuo à espera de Angola. Angola que se dizia ser uma promessa de futuro, mas que é unicamente uma certeza de um passado infinitamente sofrido. Quanto a futuro nem sonhá-lo, quanto mais vê-lo, mesmo que fosse ao longe. Mesmo que fosse de bem longe! Aqueles, a quem foi entregue o destino do país, que se consideravam uma referência porque, segundo eles, na mata tinham lutado por algo melhor, foi-se a ver, não passaram (e não passam) de um bando de malfeitores, que lutadores dos maquis, nada tinham (e nada têm). Com efeito, os verdadeiros lutadores caíram no esquecimento e alguns dos mais significativos foram inclusivamente varridos na paranóia pós 27 de Maio de 1977.

baleozão7.jpg Acho que há por lá uns ex-combatentes que vão recebendo uns tractorzitos. Quem tomou o poder em Angola foram aqueles que em tempo de luta já se passeavam por Brazzaville e Kinshasa e capitais europeias, curtindo o dinheiro que devia ser para a luta no terreno. Só que arranjaram um terreno mais bem simpático só para eles. Certamente que não pertenceram nem à Malta do Macoco nem à Malta de Cu Tapado, nem a qualquer das outras “Maltas” que, naquele tempo, pululavam por Luanda. Ou se porventura tivessem pertencido, degeneraram em patifes e carniceiros. Soubéssemos nós então, e as espadeiradas teriam sido mais fortes.

(*) Professor da FEUP – Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto

Escolha do Soba T´Chingange  Niassalês da mulola do Rio Seco… Kamba kiami ami! Mungweno… E. afinal, o que está ruim, pode mesmo, piorar...



PUBLICADO POR kimbolagoa às 11:42
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Dezembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds