Terça-feira, 6 de Setembro de 2022
PARACUCA . XLVIII

MULOLAS DO TEMPO -19

RECORDANDO: Do dia 21 para o 22 de Outubro de 2018, na cidade de TETE em Moçambique - 35º dia da Odisseia “HÁJA PACIÊNCIA”. Nós, bazungus através de África e no Hotel Zambeze, bem em frente da ponte sobre o rio que vem de Cabora Bassa…

Crónica 3243 a 18.02.2022 – Reeditada a 06.09.2022 no AlGharb do M´Puto

Por soba0.jpegT´Chingange – Na Pajuçara do Nordeste brasileiro e Lagoa do AlGharb

cubo2.jpg Ainda sinto um ligeiro arrepio quando a maluca da gata caiu lá do 5º andar. E, como hoje é o dia dos gatos relembro que a dita cuja de nome Yacha com suas sete vidas só ficou meia tonta e com os olhos arregalados, depois deu-se-lhe uma cortisona do tipo KH3 e recuperou-se milagrosamente. Até há bem pouco tempo, dizia o quanto eu na primeiríssima pessoa, tinha de vocação para terrorista. Ouvi até em tempos e, em surdina alguém dizer referindo-se a mim:- Ele conhece muitas estórias, é um inconveniente. E, porque nunca me conformei por nunca me entenderem, fico aqui de novo pensando nesta insensata atitude daquela gata Yacha; acho que foi um descuido sim – foi ao inferno e voltou!

Saltar para o parapeito da janela, correndo o perigo de só parar lá em baixo, no passeio, esborrachada. Aquele dia aconteceu. Acho que a teoria do tal de Isak Newton também é válida para gatos mas bem tolerante, pois que até parece que têm paraquedas no lombo da alma. E, pelo facto passado, pelo observado também aqui em terra de bafanas, eu sempre caía no estremo de dizer o quanto os moçambicanos bem como os angolanos, deveriam estar gratos por terem os Tugas como colonos e, não andar a pedir gasosa por dá-cá-aquela-palha. Pois que aqui verifica-se que para além do mato que cresceu, pouco mais há feito de novo e, por eles.

dyo2.jpg Sempre caía naquela satírica forma de dizer: - Os moçambicanos tal como os angolanos estão cheios de razão, os Tugas deveriam não só ter levado para o M´Puto as suas estátuas, Diogo Cão, Maia da Fonte, Norton de Matos entre outras mas e, também os prédios, escolas, pontes, hospitais, igrejas, barragens; ter deixado tudo exactamente como a encontrou o próprio Vasco da Gama, em 1498, aquando da viagem marítima para a Índia fazendo cambalachos com o xeique árabe que ali governava - "Mussa Ben Mbiki" ou "Mussal A'l Bik" e também o tal de Diogo Cam, 500 anos antes do achamento do rio Congo ou Zaire que pensava ser a dobra do cabo Bojador a caminho da Índia…

Em áfrica sempre se tem de ponderar gastos para não irmos mais além do plausível mas, há lugares que nem raspas do plausível existe! Esta missão exploradora serviu para revestir-me de uma armadura contra as megalomanias daqueles que julgam possuir todas as chaves de abrir todos os becos, todas as quelhas, todas as picadas sem declarar seu próprio fisco à sua alma. Ali, é fundamental ter dólares! Nosso comandante Vissapa, desconhecia. Sem isto, a apologia de se ir ao acaso tolhe o instinto, cega a fé, mesmo que se repita muitas vezes “valha-me Deus”. As caixas electrónicas funcionam mas, tem um mas..., talvez lá mais para a frente o diga...

BILENE 001.jpg O Hotel Zambeze foi o lugar em que permanecemos; satisfatório para África mas não tão eficiente de como o era lá atrás na época colonial, diz-se! Ficamos instalados no 1º andar mas, para irmos ao refeitório panorâmico lá no 6º andar, tinhamos de subir escadas porque o elevador não funcionava; pópilas, não se compreende esta gestão economicista. Da vista do restaurante divisava-se a linda ponta sobre o rio Zambeze, a mesma que atravessamos pagando os respectivos meticais da portagem.

Aqui em Moçambique todas as pontes pagam portagem e, sempre se vai encontrar um militar parando-nos para contar uma estória de carência; e, porque não tem dinheiro para ir ao funeral do tio e edecéteras mais intrincados, solicita uma gasosa, pois claro!... Possivelmente, utilizando este método já deve ter morto toda a família, Ascendentes de Gungunhana e até descendentes que ainda estão por vir. Aldrabões que chegue!? Só mesmo o Mia Couto para contar amabilidades dos genuínos patrícios – kiákiákiá…

moça01.jpg Como recordo a minha empregada Mery, natural de Kampala no Uganda, das ditas verdades sobre nós bazungus, brancos turistas em África com montes de artelhos e zingarelhos e câmaras de fotos e mais caixas e caixinhas de lentes e binóculos, mais o tal de canivete que tudo resolve chamado de MacGyver com uma lanterna regulável para ler nos olhos dos mabecos... E assim andei, feito pateta gastando dinheiro a rodos para ver a bosta de camelo mais a outra de elefante com as carochas do egipto, fazendo bolinhas de merda para armazenar no seu mukifo ecológico, vou-te falar!?

De repente via a Mery, chispando muxoxos, meditando até que o troço de tabaco se apagasse com o tição feito morrão dentro da boca, como se fora um pavio de fazer explodir a pólvora dum canhão. Ué! Talqualmente a lavadeira lá do Caputo da Luua de N´Gola, a Joana Kitunda, que também o fazia assim fumando grossos charutos com o tição dentro da boca horas a fio. Creio que enquanto fumam meditam com os anjos e arcanjos e kalungas que desconheço. Sempre fingi que não sabia e, nunca a tinha visto matar saudades de Kampala desta forma tão invulgar ou peculiar. Tocou-me a vez de fumar por um matope de pau-ferro, fumando o futuro! Estas peculiaridades exóticas fazem meu coração bater desordenadamente, latejando-me nas têmporas com um puta-que-pariu, matumbo até morrer. A seguir, vamos para Chimoio…

(Continua…)

O Soba T´Chingange

 

 



PUBLICADO POR kimbolagoa às 13:49
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Dezembro 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Julho 2022

Junho 2022

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
blogs SAPO
subscrever feeds
Em destaque no SAPO Blogs
pub