Sábado, 1 de Novembro de 2008
MALTA E AS JOANINHAS DA MIZÉ

     FEROMONAS  DE  MALTA

                 Joaninha, um bezouro disfarçado de turista

    

Do gosto de empilhar palavras entre verbos e adjectivos, falo coisas com gente amiga e, num repente de visita enferrrujada em coisas banais, incentivei a Mizé a descrever o tormento de fazer turismo num monte cheio de Joaninhas. Era tanta a preocupação de não as pisar que andou dez passos em vez de cem, engalanando-se de gozo na Ilha de Malta.

Estas pequenas coisas da vida, às vezes, dão o consolo duma meninice recordada dos prados ou, entre cardos.

- Vivendo à mais de  trinta anos no Algarve, região pouco poluida de Portugal raramente tenho o previlégio de ver uma Joaninha ou outros bezouros que me  fizeram delicias numa meninice em terras de Altura e Messines. Foi assim à laia de prólogo que Mizé deu o seu próprio mote de saída e, prosseguiu.

- Sorte igual não têm a minha neta que com três anos não conseguiu ver ao vivo e a cores a Joaninha e, pela qual, ela tem uma paixão. Joaninha avoa, avoa que o teu pai foi para Lisboa é a cantilena que de quando em vez relembro em tom de curta balada.

- Quando atravês do DVD ela vê uma Joaninha salta de animação e quer ir vê-la a Lisboa.

- Lá bem no alto, a três mil  metros de altura, algo de inédito aconteceu após sairmos do autocarro que ali nos levou. Fiquei pasmada por ver tanta e por todo o lado, joaninhas; na entrada da loja de lembranças os artigos estavam pejados delas. O nevoeiro e frio  de alguma intensidade foi amenizado com um café bem quente.

- E foi no vulcão Etna da Sicília, lugar de energia cósmica, que senti no quanto somos uma insignificância perante a magestosa natureza que depois de tanta terra ardente se transformou em vida. No chão preto de lava havia milhares de Joaninhas.

- Naquele lugar mais perto do céu e ar puro, bafejei a vida em goticulas de paz, o verdadeiro paraíso das Joaninhas.

- Na descida fui descortinando a lonjura da lava jorrada por muitos quilómetros, pontos minusculos de vejetação e nas sucessivas curvas, telhados de casas assentes no chão; a vida não pára com uma tragédia, recomeça sempre numa permanente adaptação.

- Senti que ali o certo e o errado são coisas que não existem; fui encontrar naquele pequeno espaço de tempo, também, que dependo só de mim para ser, fazer ou ter.

- Naquele dia senti-me  um ser tão especial quanto qualquer outro, trazendo dali uma mensagem para a vida e, sobre a vida de todos os dias.

- Não preciso de nada para ser feliz, basta que o queira e como a lava dali, nada vou exigir à mãe natureza para reciclar a vontade de o ser como a joaninha.

Noite alta, num silêncio de paixão pasmada eu, o relator, fui descortinar entre farrapos de enternecidas recordações e angústias de estátuas helénicas da Web um insecto da familia “coccinellidae”popularmente conhecida como Joaninha. Possui um corpo semi-esférico cabeça e patas pequenas com  asas de menbranas grandes. Protegidas por uma carapaça quitinosa podem medir até 10 milimetros e vivem até 180 dias. Seus ovos eclodem em uma semana. Possui duas antenas que servem para, pelo olfacto, dectectar as feromonas. Há cerca de 4500 espécies distinguidas pelos padrões de cores e pintas da carapaça.

A Joaninha mais vulgar na Europa é a “cycloneda septempuntacta”que apresenta geralmente uma a sete manchas pretas sob fundo vermelho e, por isso é também conhecida pelo nome de joaninha-de-sete-pintas.

Da minha lavra acrescentarei que este lindo insecto provávelmente foi trazido da Austrália pelo Cristovão de Mendonça  quando ali aportou com o seu bargantim São Cristovão, duzentos e quarenta e oito anos antes do tal James Cook, em 21 de Agosto de 1770.

No meu quintal, não necesitaria de fecundar o maracujá caso tivesse umas quantas joaninhas. Necessito urgentemente dum bezouro ou joaninha  para dar vida ao meu maracujá e sentir todos os dias essa coisa de sensação bela que Mizé sentiu lá na Malta.

 

O Soba T´chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 00:58
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

2 comentários:
De Rosali Godoy a 4 de Setembro de 2014 às 20:13
Cheguei até aqui nas asas da joaninha. Amei... tudo, o jeito de escrever, a música, o tema. Obrigada, de Ouro Preto> Minas Gerais>Brasil


De kimbolagoa a 15 de Outubro de 2014 às 10:18
Desculpe só agora dar resposta às suas falas! Escrevo por prazer e exercitar meu templo! uso minhas próprias expressões mistura de muitas vivencias. Podemos estar mais próximos através do facebook por mim próprio ou o grupo de KIZOMBA. De todo o modo tentarei entrar em contacto consigo! Um abraço


COMENTAR POST

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Outubro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
CONTADOR
contador free
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds