Terça-feira, 10 de Junho de 2008
MUGIMBOS

 

Esta crónica vai dedicada ao Conde do Grafanil, verdadeiro Grão-Mestre da ordem da Roda Dentada, cidadão honorábilis do nosso Kimbo, o verdadeiro senhor de todas as praias do reino, portador do zimbo real.

 

                                               KIZOMBA DA LUUA

         mugimbos   com brututu

     O tempo não conta; a verdade é sempre actual – Junho de 2008

O kota Liuanhica, de bravura esquecida sozinhava-se na praia da ilha. Luanda estava no outro lado  pendurada na água com prédios e barrocas sujas.

Aquela reflexão também o escorria em descontentamento.

         Debruçado sobre si mesmo na areia, após uma noite trespassada de kizomba, recordava a grande noite cultural com passagem de modelos no Miramar; para ele, homem de antes quebrar que torcer, de  peito desfeito, o que viu  tornava-se num grande desaforo.

Aquele, era um dia de domingo.

Sua vida estava feita num esquecimento desde que sua filha N´riquitita virou modelo naquele concurso da Maianga.  Os amigos à boca pequena iam falando entre risos sarcásticos das altas  qualidades de sua filha que aparecia com frequência nas colunas sociais e ao lado de cantores famosos.

No sábado de ontem ele viu mesmo; estava lá na certificação  descodificando  a verdadeira verdade dos mujimbos da cacimba do rio seco e Catambor

N´riquitita apareceu espevitadamente  enroscada  a Nelson Ned e, talvez pelo tamanho  deste, os caluandas  do bairro  gozavam a cena. Compreendeu ali o porquê dos kotas rindo com todos os dentes da boca; isto para Liuanhica era um demasiado e desclassificado contratempo.

Os kasucuteiros, kuribotas do catambor roíam-lhe todos os dias a paciência.

Com saudades do antigamente o impensável passou a possível e a nostalgia do tempo colonial transbordou na sociedade Luandense.

Perdido naquele oblíquo contraluz numa imensidão de pensamentos, recordou os exemplos de vida que seu pai Sambo lhe transmitiu, lá no planalto  central do Huambo.

Tinha de voltar à sua terra, agora que a revolução se estava a tornar num estorvo , com o fim da guerra o melhor mesmo era voltar ao seu Quipeio, lá aonde ainda resistiam uns amigos estudantes daqueles idos tempos.

N'riquitita tem já vergonha do seu Kota pai, evita-o a todo o custo , atarefada entre banquetes milionários e concursos de misses em tudo o que é lado possível ou nem tanto, exibindo roupas e jóias nas kizombas de alambazados.

Passaram uns meses...

Kota Liuanhica voltou ao planalto, juntou-se ao seu primo Siripipi juntando ervas, raízes e folhas seguindo as pisadas do seu pai Sambo, grande conhecedor na cura de maleitas através de plantas; envia estas para Luanda que, por sua vez, são reencaminhadas para o puto.

Tornou-se um especialista de sucesso na apanha do brututu e, à noite no ximbeco de Zacarias vai dando informações às pessoas de tal produto.

Naquele vila do Quipeio ele, era o maior conhecedor  das plantas do mato. 

       - Chi!!! brututu é bom mesmo! Dizia Zacarias detrás dum velho balcão colonial, enquanto eu e meu pai de faz de conta, conhecido por Caluviaviri, comíamos uma kizaca acompanhada com t'chizangua.

Meu pai de faz de conta era um estudioso nestas coisas de plantas e bichos, por isso aproveitou dar largas ao seu conhecimento do brututu

      - Desde há  muitos anos que o brututu é usado como chá ou em simples lavagens; colonos e indígenas, antigamente, tinham sempre uma vasilha com raiz de brututu num sitio fresco, ou frigorifico, para beber a qualquer hora.

- Como prevenção ao paludismo usavam um filtro de pedra chamado de selha que ia escorrendo pinga a pinga a água para um vaso ou garrafão, com um pau de brututu dentro. A água ficava com  uma tonalidade de âmbar.

      - Curava as doenças hepáticas, entre as quais a hepatite, icterícia, biliosa, doenças de estômago em geral, vesícula, baço e todo o aparelho urinário.

      - Se quiserem desintoxicar-se de tanta coisa ruim que hoje se come, reduzirem o colesterol e riscos de trombose  tomem isso, acrescentou Liuanhica.

               O meu tio avô Guerra que curava a ciática cortando um nervo atrás da orelha  não sabia nada disto. Lá aonde ele estiver, no sitio que Deus tem, vai ficar contente desta nova do seu sobrinho neto.

Agora até  tomo o  brututu como um ritual de  pura  satisfação espiritual! Ás vezes junto-lhe um pouco de mel derivado do pólen de tília.

Glossário

Kizomba – dança,  festa com baile ou eventos teatrais Mujimbos – boatos, falatório; Cacimba – cisterna, depósito de água; Kazucuteiros – trambiqueiros, aldrabões ou que vivem de expedientes menos claros; Caluanda - nativo de Luanda (N´gola); kuribotas – fanático, tendencioso, curioso, espia; Kizaca – saca folha, folha de mandioca pisada cozinhada tipo esparregado; Brututu – raiz curativa ; Ximbeco – negócio, boteco, loja ou venda; T'chizangua – bebida feita de milho fermentado, normalmente de sabor adocicado; Quipeio – povoação do Huambo (Angola) Catambor – bairo suburbano de Luanda, confinante com a Maianga; Miramar - cinema esplanada; Puto - Portugal.   

                                             

O Soba

T´chingange

 

 

 



PUBLICADO POR kimbolagoa às 18:58
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Setembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds