Sexta-feira, 24 de Julho de 2009
FOI EM CABO LEDO

FÁBRICA DE LETRAS DO KIMBO

      MEMÓRIAS PETREFICADAS – 3ª parte

CABO LEDO ANGOLA

- Os pombeiros e sua tropa ficavam fora por meses, por lá, nos matos da Lunda, Caconda, Quilengues, M´bundo, Ambaca e Lueji; estes são os nomes de que ainda me lembro.

Faço aqui uma pausa ao linguajar de Januário Pieter para fazer referências de acontecidos não referidos por ele e, que a mim, na qualidade de relator compete complementar.

Em Angola, os Holandeses enquanto por lá se mantiveram, só o fizeram junto à costa mantendo o grosso do contingente na fortaleza de São Miguel da Mazenga em Luanda e um pequeno contingente mais a Sul num pequeno forte que construíram na foz do Kwanza. Deste forte vigiavam as entradas naquela embocadura mas, nunca conseguiram consolidar uma governação efectiva. Aquilo era um pavor para os g´wetas Mafulos que morriam em grande numero com paludismo; os mosquitos foram em realidade os maires inimigos destes colonizadores ao ponto de mais tarde se chamar à região do Sumbe o cemitério dos brancos. Ainda se estava longe da descoberta do quinino e os kimbandas recorriam a chá de folha de liamba e umas outras árvores que só eles conheciam.

Os Portugueses levados ao abandono pela governação dos Filipes e porque estes eram inimigos permanentes dos Holandeses, resultou nas tomadas de várias possessões em África e América. Tiveram de se organizar por meio próprio sem recorrer ao Puto e, em Angola, tiveram de se refugiar no forte de Massangano por eles construído. Nesta praça forte, bem armados, nunca chegaram a ser vencidos mesmo tendo como inimigos os reinos da Matamba, do Kongo e os Mafulos. Por desbaratarem as forças muito superiores em gente, da rainha N´Zinga junto ao rio Lucala este forte foi chamado de Nossa Senhora da Victória de Massangano. Os maiores aliados dos Tugas eram os Jagas guerreiros dos Dembos que alinhavam enquadrados com as tropas Portuguesas vestidas de ferro em cima de cavalos; O Cazumbi dos padres em seu pensar, eram talvez o grande motivo desta aliança, crenças de superstição que ainda hoje persistem; A cruz de Cristo foi desde tempos imemoriais a grande fé que levou seus fieis a grandes vitórias. As guerras de kwata-kwata eram enquadradas por guerreiros dos Dembos distinguidos e enaltecidos pelos Tugas.

Muitos filhos de Sobas, Manis e M´fulos subiram na escala social s com os cargos de zeladores de arimos e n´nhacas ou mandados ao Puto para estudar a arte de fazer chuva, saírem padres ou militares-cipaios, auxiliares na guarda de locais administrativos.

Por os índios do Brasil não terem aptidão para o trabalho, os Tugas recorreram à pratica de fazer escravos entre as várias tribos feitos nas sucessivas guerras de África para os enviar ao Brasil, mão de obra no amanho das plantações de cana, sisal, algodão, cacau e café. Franceses, Holandeses, Ingleses e Espanhois seguiram este procedimento nas várias colónias como o Haiti, Costa Rica, Honduras, Curaçau (Coração em Português), Cuba, Guaianas, países do Caribe, Suriname e tantas outras regiões tropicais. Os Estados Unidos da América foram dos últimos a usar a escravidão degradante de negros na apanha do algodão, trato que só acabou depois da grande consternação e repúdio do Mundo pela actuação do Ku-Klux-Klam.

O Mundo moderno partiu da convulsão Social Francesa com a tomada da Bastilha por populares revoltosos que levaram à guilhotina Maria Antonieta e o rei Luís XVI. Desde este centro do Mundo de Paris espande-se o grito de liberdade e conhecimento a ideologias que paulatinamente foram chegando a todos os cantos da Globália.

Volto de novo a enternecer-me às palavras do velho Januário, coisa por demais antigas e gelatinosas que num rapidamente se tornam pedras de estalactites.

Nós, ele e eu, estávamos numa verdadeira gruta, também feitos pedra. Só levantados numa teimosa precaridade; fugindo de tudo e de todos para fazer o tempo passar e esquecer o inesquecível. Ali, nós, eramos as estalagmites.

Quem é que passados 384 anos, está interessado em saber dessas estórias tão cheias de silêncio, esquecendo por querer ou sem raiva de lembrar, sem ferocidade no paladar.

......Continua – 4 ª Parte (última) ......

O Soba T´Chingange

 



PUBLICADO POR kimbolagoa às 18:17
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30



MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds