Segunda-feira, 19 de Maio de 2008
KIZOMBA DAS TERÇAS - OS 11 MAGNIFICOS

 

                  KIZOMBA DAS TERÇAS
                  Os Onze magníficos
 

 

 Como um chefe a valer, Ximba, libertando chispanços de  conjugar fome encardida,    chegou antes da hora.. Todas as terças, saía do fundo do Poço Partido a cantarolar “o torresmo    transmontano”.
 Enquanto espera, sacia-se numa leitura de entreter, dos tempos de Salazar; ele não lê, come toda a literatura Salazarenta,... coisas periclitantes dos antepassados tempos em que a simples compra de um lápis requeria três propostas do mercado e, as peixeiras apregoavam de porta em porta “é carapau fresquinho”.
Já sentado na companhia do Conde do Grafanil, t´chikukuvanda e Kasukuta, relembra:
- Uma Kizomba de amigos, tem de ter uma boa pinga! dizia repetintativamente.
M´bika, o empregado de ponto em Verde, trouxe a todos, lambretas loiras e pretas  por forma a se refrescarem com acompanhamento dos tais torresmos e uns pasteis da casa.
Atarantado com um sem numero de coisas, papelada vária, o Conde do Grafanil, lamentava-se do  tempo ser demasiado escasso para, sózinho, tratar de tanto desencanto; as muitas instâncias de ministérios e secretarias já lhe desviaram a vesícula para um lado incerto.
 Uma e pouco mais da tarde já eram e, já os amarelos, comiam na mesa dos fundos por debaixo da televisão; no centro, amontoavam-se as espinhas. Aquele mukifo estava-lhes adstrito por amizade de muito mais tempo.
 Na vontade de destemperar coisas atrapalhadas da vida e justiça, Senhor Conde derivou em conversa de matubas com o Kasukuta que entretanto despertou conversa de atrair moscas, cobras e lagartos.
Vinha olheirento como uma coruja que escondia olhos ao Sol!
Kasukuta vinha do rio, o barco dele transbordava de swinguistas em todo o seu calado, bombordo e estibordo. Da boca da barra, nos entrefolhos da noite, empurrou o tempo no escuro e quando deu por si,  já era dia e ele, azar mesmo,...  não tinha mais bicho para disputar milho com ele.
As m´boas swinguistas, bazaram e, aqui estava ele, de garganta sequiosa, engolindo uma patineta  a dar jus ao seu guzo  que saia pelas escotilhas.
Com ele, só barco ou patineta! Era necessário muito, por demais, desequilíbrio
Reunido o quórum da Kizomba com a chegada do Jamba, Visconde do Mussulo e T´chingange, deslocaram-se para a respectiva mesa reservada, mesmo ao lado dos amarelos, coleccionadores de nódoas, na especialidade de sardinha.
Eu, o relator, pedi carapau alimado, Fuca-fuca  foi pelo bitoque com ovo a cavalo e t´chikukuvanda optou pelo mocotó bem à maneira da Catumbela.
Fuca-fuca, periquitava justiça com Jamba; no trato das palavras ab-rogavam-nos da conversa sem optimizar o perfeito Juízo, derrogando-nos a um entretanto passado com um tal acórdão do Supremo.
Sungadibengo, perito a fazer calulo, fazia tempo que não dava noticias, porventura estaria naquele instante na rega dos seus jardins; a jimboa  decerto abafavam as roseiras e, de grandes e viçosas estavam nas condições ideais para fazer o calulu com saka-saka.
Kamalundu e Ximba, já distribuíam barulho, discutindo as arbitrariedades do “Protal” e as brancuras  sarapintando irregularidades; Discordavam um do outro na cor dos semáforos, da falta de apito para os invisuais, da rampa para os deficientes e a forma de estacionamento anárquica na Praia do Barranquinho.
Ambos estavam de acordo na falta de legislação acertada no negócio dos carros “mata velhos”; ambos concordavam com cadeiras de rodas movidas a energia solar e, no mínimo com umas três mudanças e marcha atrás.
E, eis que chega N´dalatando vociferando ternuras a um rufia qualquer que teima em não lhe pagar; naquela manhã pôs gravata para se melhor impor à exigência mas, o fulano roeu a corda mais uma vez. Aquele artista de dentes ralos, não era boa peça e, ele deveria ter seguido a sua intuição.
- Hoó homem, deixa isso para lá; vamos à sardinha que está quente, disse alguém para desentorpecer a conversa. Esse tal tipo tinha peçonha e se calhar só o homem do fraque é que podia resolver o assunto e, por aqui se ficou!
Welwitschia Mirábilis, vinha e ia numa azáfama nada condizente com o deserto, dando mais uma dúzia de quentes e empoladas sardinhas. Kazukuta metia-se com a senhora dama a propósito duma curita que lhe tapava parte do queixo; a protuberância,  fora do sítio, tinha sido extirpada. A Kizomba à volta disto congeminou eventualidades cheias de suposições.
Na hora do medronho, o saldo das nódoas tinha ultrapassado na soma, as dos amarelos da mesa ao lado. Só Jamba contava quatro, na saliência do seu “pólo”.
Eu, T´chingange, ao sabor de uma chávena de café com cheirinho especial, falei daquela grande roça de onde saiu, da vontade de rever a Boa lembrança da CADA, a verdura dos cafezais, das libatas com catinga e cazumbis do outro lado do rio N´nhia!
Na hora do medronho, o Visconde do Mussulo relembrou:
 - Isto para terminar bem, merecia um marufo das minhas cassoneiras! A ultimo promessa ficou no ar,  simplesmente! Num outro dia será,... Talvez na futura rotunda do Muquitixe!
 
   Glossário: Ximba -Sipaio, Zelador; Kasukuta -malabarista do sambizanga (bairro de Luanda); lambreta / patineta -copo de cerveja (pequeno e grande); Matubas -testículos; guzo -força, valentia; Jamba -elefante; T´chingange -feiticeiro, cobrador de impostos, auxiliar do Soba; Fuca-fuca –formiga leão; T´chikukuvanda – lagarto de cores vistosas; Kizomba –Festa, reunião de amigos; M´bica –escravo; Mukifo –lugar recolhido, lugar preferido; Swinguista – dançarina de swing; m´boas –mulher esbelta, prazenteira; Bazar –ir embora; mocotó –perna de porco ou vaca, gelatina; Periquitar –vem de periquito; Calulu –especiaria de peixe (Angola); Saka-saka – esparregado de folha de mandioca com 7 fervuras; N´dalatando –Antiga cidade de Salazar; Cobrador de fraque –jagunço (Brasil); Cassoneira –palmeira de onde se retira seiva para fazer marufo; Marufo –vinho de palmeira(doce ou fermentado); Welwitschia Mirábilis –planta do deserto Namib; Muquitixe –Cruzamento de estradas dando para Dondo, Huambo e Gabela. 
  
 
 
 
 
 
 
 
Os Xicoronhos (Brancos de 2ª)................................
       Monteiro –--- T´chingange....(feiticeiro, secretário do soba)
      Viegas –----- Conde do Grafanil
      Pimentel –--- Visconde do Mussulo
      Afonso –----- N´dalatando
      Rodrigues --- T´chikukuvanda...(lagarto)
      Jorge –------ Kasukuta...(malabarista do Maculussu)
      Carmo Silva – Sungadibengo...(mulato)
 
Os Albinos (assimilados).....................................
      Mário –------ Kamalundu...(nome de gente importante)
      HERM.-------- XIMBA
      Luis Filipe — fuca-fuca ... (formiga leão)
      Paulo Serra – Jamba...(elefante)
 
Os Escravos (N´bikas)........................................
      Cristina ------------------- Welwitschia Mirábilis
      Zeca –---------------------- Dilengo...(coelho)
      Mulher do Zeca ...( Elsa)--- N´gana... (senhora)
      Filha do Zeca -------------- Eufrosina
      António –------------------- M´bika... (escravo)
 
 
 


PUBLICADO POR kimbolagoa às 12:20
LINK DO POST | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds