Segunda-feira, 13 de Agosto de 2018
A CHUVA E O BOM TEMPO . XCIV

A HIERARQUIA MUNDIAL - 13.08.2018

- As leis da natureza dizem que independentemente do estatuto parental, todos nascem pelo mesmo local, nus e ateus… A ESPERANÇA é a fronteira que consegue manter a condição social e financeira de pobres, pensando ilusoriamente de que um dia, o euro milhões o fará rico e assim, comprar uma vivenda em Cascais…

Por 

canhot1.jpgAntónio J. CANHOTO...  Um polémico cronista saído da Luua, que tem o diabo à perna... Um cronista 5*****

soba k.jpgAs escolhas de T´Chingange 

OPINIÃO

A única verdade que impera neste mundo é a teoria do evolucionista Darwin, quando dizia que os mais fortes sobreviverão sempre aos mais fracos. Pelas minhas constatações e análises também concluí que os mais ricos e fortes em circunstâncias adversas sobreviverão quase sempre aos mais pobres e fracos. Dentro desta mesma linha de pensamento os mais bem preparados academicamente ou como artesãos vencerão sempre os oponentes menos municiados e qualificados nos desafios ou oportunidades que a vida ou o mercado de trabalho tiver para lhes oferecer.

:::

Não existem segredos existenciais ou filosofias de vida que nos levem ao sucesso pois estes não dependem daquilo que possamos aprender pela forma doutrinária ou pelo nosso autodidactismo nos assegurem um êxito ou triunfo garantido quer nas nossas actividades pessoais ou profissionais. Para quem não nasce rico num berço de ouro, com ama e “chauffeur” não frequenta escolas e universidades privadas de renome internacional, a vida é dura, mas simples de entender, pois obedece a um teorema ou equação onde o logaritmo não permite que ninguém fuja ao conceito de que esta apenas lhe proporcionará sete estatutos vivenciais.

avillez00.jpg Na hierarquia da vida ou se é empregado ou patrão, vencido ou vencedor, rico, remediado ou pobre. As leis da natureza dizem que independentemente do estatuto parental todos nascem pelo mesmo local, nus e ateus, contudo a sociedade alicerçada nas leis do país do qual somos cidadãos juntamente com os nossos progenitores reservam-se ao direito de nos diferenciar pelos berços que nos esperam, a casta social a que iremos pertencer e a religião que iremos seguir.

:::

Alguns privilegiados têm o condão de nascer e viver desde o berço no topo da pirâmide social e financeira rodeados de todo o luxo que o dinheiro pode comprar. A grande maioria dos recém-nascidos é parida do meio da pirâmide para a base num escalonamento que obedece a um lato e variado conjunto de regras rígidas que abarcam características culturais, tradicionais, regionais, sociais, académica, financeiras, rácicas, xenofobicas, politicas, religiosas e homofóbicas durante todo o nosso percurso existencial. Tal como se fosse um sinal de nascença visível numa parte do corpo difícil de ocultar.

bordallo.jpg Todos nós sabemos que quem vive nos chamados rés-do-chão em prédios de vários andares e que têm pátios ou quintais que estes se tornam os caixotes do lixo de quem nos andares superiores que são sempre os mais caros devido á vista que proporcionam aos seus proprietários. No sistema das hierarquias do organigrama social sucede exactamente o mesmo, os pobres e remediados encontram-se sempre em posições de vulnerabilidade e na dependência de um salário para viver o que implica sofrer na pele os humores, caprichos, autoritarismo daqueles que usufruem do poder para os admitir ou tornar obsoletos e descartáveis.

:::

Metaforicamente falando, os pobres que vivem na base da pirâmide é como se vivessem no rés-do-chão os quais usualmente têm pátios ou varandas em prédios de ricos e que enquanto estejam nas suas varandas apanhem com as cuspidelas, beatas de cigarros ou os restos de charutos ainda fumegantes nas cabeças. Alguns mais corajosos ainda têm o atrevimento de se aventurarem a reclamar batendo á porta do vizinho rico, mas se o fizerem terão que se preparar para sofrer as consequências retaliatórias.

:::

Alguns mais atrevidos e ousados pensam reunir as condições que lhes permitam encetar solitariamente alpinismo social na tentativa de chegarem ao topo da pirâmide, mas a grande maioria fica pelo caminho pois os trilhos estão armadilhados e minados. Alguns conseguem heroicamente chegar ao topo, mas nunca serão aceites ou integrados pelas elites que lá nasceram e vivem consequentemente esse ostracismo a que serão vetados como infecto-contagiosos acabará por os fazer descer a pirâmide para uma zona de maior conforto e aceitação pelos residentes.

poluição.jpg O único factor que mantem o equilíbrio mundial, impedindo revoltas e que as massas trabalhadoras se apoderem das riquezas que geram para terceiros o que já aconteceu em Portugal logo após o 25 de Abril de 1974, é a ESPERANÇA de que um dia possam eles também estar no poleiro e usufruir dos privilégios das elites minoritárias. A ESPERANÇA é a única vedação e fronteira que consegue manter as massas trabalhadoras de condição social e financeira de parias e pobres contidas pensando ilusoriamente de que um dia devido a um golpe de sorte por herança, lotaria ou euro milhões se possam autopromover subindo mais degraus na pirâmide da vida trocando a aldeia pela cidade, o exíguo apartamento na Picheleira por uma vivenda em Cascais.

:::

Passar de pedestre a locomover-se num Lexus, deixar de ir á praia em Caxias e ir para Maldivas, Seicheles e Bali. Como ninguém enriquece apenas pelo suor do seu rosto e fruto do seu trabalho, só existem três formas de chegar ao desiderato de nos considerarmos ricos. A primeira é de forma licita como empresários, explorando empregados e pagar-lhes ordenados miserabilistas, a segunda de forma ilícita e fraudulenta e a terceira devido á sorte. O segredo para matar a inveja ou o desejo de todos quererem ser ricos foi o de lhes inteligentemente criar a ilusão de que podem ser iguais aqueles que gostariam de emular e que no mundo existe sempre o lugar para mais UM poder vestir Cristian Dior ou comer caviar, faisão e lagosta.

nzi01.jpg Pois! Regando a sua opípara refeição com D. Peringnon se tiver dinheiro, bom gosto e um palato refinado. Se todos viverem na esperança e ilusão de que mais tarde ou mais cedo poderão triunfar, o mundo funciona muito mais calmamente sem agitações, atritos, revoltas ou greves, e as pessoas não se magoam umas às outras nem se atropelam, pois, vivem nessa falsa expectativa de que a sua hora também chegará. A ideia que norteia toda esta massa anónima que vive e labuta dentro e fora do seu país é a de que um dia irão voltar à cidade, aldeia, vila ou rua, ricos e poder mostrar que também eles cidadãos anónimos, passaram a ter um nome que todos conhecem, veneram e respeitam, por se terem alcandorado para patamares que os diferenciam do resto dos habitantes do seu burgo.

paulo0.jpg Quando não se nasce rico, o que acontece à grande maioria das pessoas, existem para os pobres períodos entre o nascer, viver e morrer onde a pobreza e o luxo podem em circunstâncias muito especificas ocasionalmente conviver. Nesses pequenos intervalos de luxúria libidinosa onde os pobres podem usufruir do gozo e prazer das secreções e clímaxes orgásmicos que o dinheiro pode proporcionar, os ricos vivem com elas desde que nascem até morrer numa ligação umbilical permanente. As leis pela qual mundo está organizado, feito e construído, são apenas duas: as imutáveis com que a física e a natureza nos premiaram ou as criadas pelos humanos que força a plebe e o proletariado a cumprir e obedecer.

António J. Canhoto . 28-7-2018



PUBLICADO POR kimbolagoa às 07:02
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30



MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds