Sábado, 27 de Setembro de 2014
CAFUFUTILA . LXVI

ANGOLA - SAURIMO  Tempos antigos e tempos novos…

Por

 T´Chingange

 Do outro lado do cais do porto, praia da Angrinha do M´Puto, vejo a azáfama de barcos, traineiras barulhentas seguidas de muitas gaivotas piadoras. No céu azul, lá bem alto segue uma aeronave, também esta, barulhenta. Os iates, aguardam que seus donos adormecidos folguem da noitada de borgas, danceterias e mordomices muito cheias de luzernas, mulheres de postiças e longas pestanas e, outras que não o sendo gozam a vida dos outros em bizarrocos desleixos de si, normalizando seus desvios. Enquanto as ondas barulham no bater na areia, recordo meus dias de sol em uma piscina em um lugar muito distante. Deitado em uma das várias cadeiras desdobráveis de plástico, alinhadas com a borda do fundo da piscina curtia ares de Saurimo.

 Sem água nem nadadores, distraía a vista no correr das folhas secas de um para outro lado; as folhas mortas no pó do fundo da pseudo-piscina, desesperava-me na imaginação dumas termas algures no Calahári, um deserto com rios de areia, mulolas de lugares exóticos com os nomes bizarros de Ai-Ais e Nauklefut. Mas, desta feita, uma piscina pública municipal, aonde em tempos borbulhavam crianças desatinadas aos berros e gritos disputando bóias de câmaras-de-ar sem pneu e macarrões de boiar. A guerra prolongada de Angola pasmou no tempo pequenas e edílicas ilhas que agora numa expressão de descuidada culpa, só têem o que Deus lhes deu, o Sol e a chuva. 

Henrique Augusto Dias de Carvalho (1843-1909), foi um oficial do Exército Português que se distinguiu como explorador africano. Contemporâneo de Brito Capelo e Roberto Ivens, foi enviado em expedição ao Muatiânvua, no país da Lunda, no ano de 1884. Pugnou activamente pela criação do distrito da Lunda, que viria a ser estabelecido em 1895, e do qual foi o 1º Governador. Em 1923, Norton de Matos homenageou os seus serviços em Angola, alterando o nome da capital da Lunda, Saurimo, para Vila Henrique de Carvalho.

 A exploração, que demoraria cerca de quatro anos, tinha não só objectivos de ligação comercial com os povos do Quimbundo, Cuango e Cassai, mas também o contacto com a Mussumba (corte do Muatiânvua). A expedição proporcionou a Henrique de Carvalho um profundo conhecimento desde a geografia a condições de clima e navegabilidade dos rios e até à fauna, flora e agricultura. A história, antropologia e língua dos povos dessa região, ficaram extensamente documentados em sua obra. Da viagem, ficaram documentos, testemunhos fotográficos e uma colecção museológica que se conservam na Sociedade de Geografia de Lisboa – Memórias de um Explorador.

 Henrique de Carvalho de Muatiânvua, nunca sonhou que seu esforço de explorador seria apagado com uma esponja após a independência desse território, e a quem ele dedicou sua vida. E, porque os viajantes também se cansam do harmonioso, em tanta tralha heteróclita consumi-me em pensamentos num local onde à priori não estava predisposto a encontrar-me; logologo em terras do fim-do-mundo duma Lunda Sul tão cheia de aventureiros. Saurimo, um normal lugar em um típico Eldorado ou cortiço de uma Serra Pelada. Terra cheia de gente guedelhuda e mulheres de graciosas tranças amarradas com missangas de diamantes; mulheres da vida desfrisando seus próprios corpos já de si encaracolados.

 Tal como em Saurimo, Luena, Menonge, Mavinga ou Luanda, esta agitação social pode ser apreciada assim como aqui em pleno Algarve do M´Puto aonde também há hálitos de cheiros fortes, bagaços de finos pub´s do povo de Royal com ípsilon à mistura com perfumes rascas. E, águas de cheiro chinesas com charme de putaria e paneleiros sempre a dizer que não, não o são; que são gays! Peneirando-se nas enternecidas carícias, pode notar-se seus traços vincados nos olhos, seus trejeitos, modos postiços que tornam difícil discernir sua precisa idade e seu sexo, num qualquer dia, mesmo sem nevoeiro ou cacimbo.

 Mundo amalucado! Neste preciso momento estou aqui telefonando a Inácio recordando-lhe rever o PH da piscina no meu sítio da Lagoa do M´Puto, porque, esta ao invés da de Saurimo, tem água; graças a Deus! Podia perfeitamente estar bem acomodado na Avenida de Portugal, Instituto Camões da Luua ou, na Marien N´gouabi antiga António Barroso mas, assim não aconteceu. Não! Não estou no meu anestesiado Rio Seco da Maianga bem perto do Almeida das Vacas, cruzamento entre a Dr. José Maria Antunes e Oliveira Barbosa, com meninos de rua dormindo por debaixo da ponte como monte de trapos. Meninos de quem não tem interesse falar!

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 18:47
LINK DO POST | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30



MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds