Sábado, 11 de Julho de 2015
FRATERNIDADES - LXXXV

AS CINZAS E O TEMPO - Temos de levar a vida a brincar porque levá-la a sério é muito mais complexo...

Por

torres.jpgEDUARDO TORRES - Uma mukanda para mim, T´Chingange sobre o tempo e nós…

araujo10.jpgUm dos primeiros temas que abordei, quando comecei a usar o Facebook, foi nada. Como não tinha assunto, e as mãos estavam cheias de nada, resolvi utilizar o nada para escrever alguma coisa, e na verdade consegui-o, a ponto de uma amiga, com grau académico, em conversa telefónica, me ter felicitado, por ter achado interessante o artigo e o modo como o tinha desenvolvido, usando a minha imaginação. Ao ponto que quero chegar, é que gosto de escrever acerca de fácil raciocínio, controverso muitas vezes, mas de fácil entendimento. Será fácil, para mim, dissertar sobre o cor-de-rosa, porque não é difícil obter esta tonalidade a partir do encarnado e do branco.

araujo4.jpg Mas difícil mesmo, é conseguir pronunciar-me sobre as duas cores base, se me apetecer uma descrição como conseguir obtê-las, porque num caso, é uma mistura que eu sei que posso fazer, no outro, a dificuldade de saber como obter as duas cores base para mistura-las. Para simplificar, com este exemplo, seria para mim muito mais fácil escrever sobre o cor-de-rosa, do que do encarnado ou do branco, porque uma cor nasce de uma mistura, as outras existem naturalmente, questionando-se os termos em que o poderia fazer, porque a flor que nasce com esta cor não obedeceu a misturas, porque a natureza não tem essa necessidade.

cacu2.jpg Posto isto, compreendo, segundo a minha lógica de pensamento, que o tempo estático, está naturalmente dividido pela estrela mais próxima de nós, que consegue, através dos movimentos de rotação e translação, obter fases de claridade e escuridão, a que se convencionou chamar dia e noite. Recordo-me, ainda criança, de ouvir a minha mãe, que falava bem o muila, ou ambundo, não sei, ter perguntado a um trabalhador contratado, por acha-lo muito jovem, que idade tinha. E, ele respondeu-lhe através dos dedos das mãos, as luas que tinha desde que nascera, após a minha mãe se fazer entender, o que para ele, para o seu povo de origem, o nascer do sol e o seu ocaso, não tinham significado na contagem da idade, o espaço compreendido entre as duas situações, era uma repetição constante, enquanto a lua, através das suas fases, conseguia definir o tempo, porque era variável na forma de surgir no firmamento. Por isso, para mim o tempo é estático, porque o tempo não se define, são os variados elementos que o definem.

amigo0.jpg Tu T´Chingange disseste:”-O que muda, são as mentalidades. O tempo é soberano, o ser humano é que arranjou uma razão para medi-lo, por conveniência própria. Quando escrevo sobre o meu tempo, tenho que situar a mentalidade das pessoas nesse tempo, porque cada um de nós é que está a mudar no tempo, não é o tempo que nos está a mudar a nós”. Penso que avaliamos o assunto sob um aspecto muito subjectivo, porque, segundo melhor opinião, eu vou mais para o caso de crescer no tempo do que o tempo me fazer crescer (lindo).

cacu7.jpgPara contrariar este efeito, e por necessidade própria, o tempo foi medido por variados períodos que culminam nos anos, mas segundo a minha modesta teoria, o tempo não avança nem recua, é estático, tudo o que compõe a natureza é que se altera devido a fenómenos próprios, de desgaste natural, porque envelhece no tempo e não é o tempo que nos faz envelhecer. Quando referes “a chover como na rua; que o tempo não avança nem recua, é estático!» ”, talvez seja o caso para lavar as mentalidades. “- Que se o tempo não corre, nem o pai morre nem a gente almoça, o que é um dito popular muito corrente! Referiste-me para um prémio Pulitzer; aqui eu fiquei na dúvida se sabias que prémio é esse.

cruzeiro0.jpgO prémio Pulitzer, deves saber que é um prémio dado a quem se destacou em obras do foro jornalístico! Continuo a dizer que para mim o tempo se não corre passa! É o ponteiro do relógio que o marca. Mas também acho que tudo é uma ilusão. Este texto novo está duma clareza perfeita na construção e mensagem pelo que tenho que te recordar que temos mesmo de levar a vida a brincar porque levá-la a sério é muito mais complexo... Torres termina com um abraço... Fiquei taciturno, a pensar no pensamento, coisa confusa e difusa que muda no tempo e destempera no agora que muda sem nossa influencia num ai ou ui! Um abraço a todos meus amigos, meus kambas.

 O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:06
LINK DO POST | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Setembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
18
19

20
21
22
23
24
26

27
29
30


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds