Quarta-feira, 24 de Julho de 2019
MALAMBAS . CCXXVIII

UM CACTO CHAMADO XHOBA . VIII – 24.07.2019

MALAMBA NAS FRINCHAS DO TEMPO é a palavra com asas…

- Boligrafando estórias do ano de 1999, talvez 1997.

Por

soba0.jpeg T´Chingange - No Alentejo do M´Puto

:::::59 malavo3.jpg 

Numa idade própria para cultivar flores, falar com elas, gozar do seu perfume, trato de fazer novas conquistas entre pessoas. Em verdade é mais gratificante conquistar gente do que atormentá-las, banir a raiva, emoções de rilhar dente duma mórbida ansiedade. Longe dos amilongados uso fracassos passados para lapidar emoções, separando o trigo do joio, lutando no corredor do tempo contra a síndroma de pensamento acelerado.

:::::60

Na solidão do vento Kuvale árido, soprando florestas petrificadas dos pastos dos Himbas dou-me conta de quanto a mente é fundamental para se gerir na sobrevivência, lá em Swakopmund também as hienas castanhas, sorrateiramente usam sua mente para de forma fácil sobreviver com o lixo dos humanos. Não querendo perder a minha capacidade de analisar e criticar com consciência soluço fantasmas passados para tentar saber o que já sei…

:::::61 nasc4.jpg

Percorrendo os caminhos do ser, um dia vulgar nas terras do fim do mundo entre Oshakati e as quedas do Cunene encontramos um muito kota Himba sentado em cima duma velha mala em sua simples palhota - O que tens aí nessa mala? Perguntou-se-lhe - O tempo! Respondeu ele – Patrão, nem sei mesmo, faz quanto tempo estou em cima desta velha mala! Acrescentou o Himba - Dá uma olhada insistiu meu filho M´Fumo Manhanga.

:::::62

O Himba resolveu abrir a mala enferrujada e, mal consegui acreditar ao ver que a velha mala estava cheia de pedras, chifres de bois e muitas ervas, uma fortuna para ele pois que negociava com a desavinda sabedoria dos demais. Ora bolas! Era mesmo um Kimbanda feito kianda. Demos ao homem uma gasosa, um monte de kwanzas, e ele simplesmente olhou de forma desinteressada como se fosse mesmo muito rico e nos prestasse um divino favor. Deve ter dito, mas que vou eu fazer com isto?

:::::63 EDU67.jpg

Navegando assim a vida, percorremos milhas redescobrindo entretantos diferentes mas o episódio deu-nos volta no moleirinha. E, falando do amanhã para completar o tempo já rodeados de caserio fomos matabichar no Spur de Swakopmund; veremos o quanto já cresceu esta terra dum nada que o deserto teima em tapar. A visita não ficaria completa sem uma ida ao famoso Café Anton com seu “coffe and cake” e seus clássicos e deliciosos como Schwartzwalder Kirsahtorte , Florentier e Apfelstrudel.

:::::64

Nomes nada usuais nas nossas dietas feitas com salsaparrilha, beldroegas e jimboa - muamba de chuço ou capota do rust camp. Nas calmas vamos até Walvis Bay ver a waterfront e também a área da lagoa, seu elevado número de flamingos que ali se juntam alimentando-se de crustáceos. Um natural maternidade de dançarinos vestidos a cetim vermelho; espécies residentes que ali se abrigam, juntando-se estes um elevado número de aves migrantes do intra-africano e Palearctic.

:::::65 nasc3.jpg

Boligrafando estórias por aqui mas pensando no Ondundozonanandana, das muitas anotações e escritos em registos de memória de meu safari Xirikwata por Namíbia, sempre ficam por publicar textos que aos poucos vou relembrando como estando no alpendre de soalho e tecto em madeira da Guest House Willtotop de Vanda Potgieter. Repensar nos fins de tarde entre Okavango na Faixa de Kaprivi e os desertos de Swakopmund qui descritos depois de passar as quenturas dos morros de Ozakos e Kiribib.

:::::66

Activar as falas de Elisabeth Miranda da faixa de Kaprivi que com entrecortados e bonitos risos, recordam seus passados dias do outro lado do rio Okavango, um lugar chamado de Dírico, em Angola. Foi possível reconhecer em mim neste roteiro cinco marcas de destino, surpresa, curiosidade, saudade, benevolência e alguma temeridade. Também senti um desassossego de excitação. África é imprevisível na soma de angústias, incêndios com sinais de pavor, traficâncias com segredos de podridão - coisas que só África nos transmite…

(Continua...)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 20:37
LINK DO POST | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
19
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
CONTADOR
contador free
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds