Quinta-feira, 5 de Janeiro de 2017
MONANGAMBA . XLIV

SONHOS DE SOL - 05.01.2017 - Choro de mais-velhos num tempo de gigabits… Redundâncias de nossas vidas…

Monangamba é nome africano, nome de vendedor de trabalho avulso

Por

soba0.jpeg T´Chingange

Nas relações mais próximas, agredimos sem intenção ou intencionalmente. Mas agredimos! Não respeitamos o tempo do outro, a história do outro. E, assim, vamos causando transtornos; esses tantos transtornos mostram que não estamos prontos, mas em construção. E, no tempo, todo nós temos que nos limpar e cuidar das feridas, assim como os outros que convivem connosco, que também o têm de fazer; melhor, toda a humanidade.  

agostinho1.jpgHoje mesmo estive confuso no tratamento das palavras “afim” e “a fim” e acabei por escolher esta segunda por significar ter a finalidade de e, assim como todas as garantias acabam no acto do pagamento da factura, a fim de. O desejo do bem-estar força o homem a tudo melhorar, impelido que é pelo instinto do progresso e da conservação, que está nas leis da Natureza.

:::::

Não existe ninguém que encontrando um espinho debaixo de seu pé não o retire, para ou a fim de não se magoar. Sendo assim, porquê a Ciência e a Religião não se puderam entender até hoje! Porquê encaram as coisas de modo tão díspar provocando o vazio dum traço que deveria ser de união e não de separação! Isto invariavelmente confunde-me levando-me à quinta ou sexta dimensão do espírito aonde não existe ontem nem amanhã nem tampouco o agora físico.

p-brana4.jpg O traço da união estará sempre no conhecimento das leis que regem o Mundo; nas relações com o Mundo corpóreo e o espiritual penso eu! Entendo que estas leis são tão imutáveis quanto as que regem os movimentos dos astros e a existência dos seres. O Universo não tem fim nem bordos! Não é um simples cubo com comprimento, largura e altura. A mente também não! O paraíso deve então estar por aí nesse espaço etéreo!

:::::

Entendo sim que se a fé se dirigir à razão, a razão nada encontrará de ilógico na fé e, o materialismo será vencido. Ando à espera dessa nova era para a Humanidade porque todas as outras não me preenchem. Andamos muito cheios de redundâncias dizendo disparates como “há dois anos atrás”, o atrás está a mais ou um “sorriso nos lábios” e, os lábios estão demais. E “conviver juntos” quando só o conviver diz tudo; e, o “consenso geral” com o geral a mais, ou a “surpresa inesperada”, sendo a surpresa só em si suficiente.

p-brana3.jpg “Na minha opinião pessoal” o pessoal não faz falta ou então e para acabar “ o novo lançamento” quando o lançamento já diz tudo. Isto são tudo redundâncias coladas a nós. Necessitamos atender às designações da Natureza sem redundâncias nas falas porque essas são as leis do progresso. E, o progresso sempre será uma lei de Deus. Quanto a isto não tentem confundir-me com outras redundâncias; não queiram comer minhas palavras.

:::::

Nunca a Ciência e a Religião poderão estar em negação porque Deus não pode querer destruir a sua própria essência, sua obra. Na Natureza o amor está por toda a parte e convidando-nos ao exercício de nossa inteligência; nós o encontramos até mesmo no movimento dos astros. E, ainda é a natureza que nos lega o amor, a paz dos homens, a calma ou turbulência dos mares, o silêncio dos ventos, e o sono ou a dor e muitas coisa não mensuráveis.

nenufar1.jpg Mas, há uma disposição natural em todos nós; a de nos apercebermos muito menos dos nossos defeitos, do que dos alheios. Tal como diz o Evangelho: “Vedes o cisco no olho do nosso vizinho e, não vedes a trave que está no vosso”. Já Santo Agostinho dizia em seu tempo que os homens terão forçosamente de se entender e, entender a Natureza porque esta contem a lei de Deus.

:::::

Santo Agostinho foi um dos primeiros autores cristãos latinos a professar uma visão clara sobre a antropologia teológica ao defender o ser humano como a união perfeita de duas substâncias, o corpo e a alma. Afirmava também que os dois elementos são parte de duas categorias bem distintas. Enquanto o corpo é um objecto tridimensional, a alma é composta por um tipo de substância adequada para governar o corpo e que, é parte da razão.

soba02.jpg Bastava para ele admitir que os homens eram formados por duas substâncias metafisicamente distintas, sendo a alma superior ao corpo. As teorias moldam e condicionam o nosso conhecimento dos factos e a proliferação de teorias é uma fonte de progresso para as Ciências. O grande problema é mesmo o critério da falibilidade em que as palavras mais fortes humilham outras mais débeis.

O Soba T´Chingange - (Otchingandji)



PUBLICADO POR kimbolagoa às 09:18
LINK DO POST | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30



MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds