Quinta-feira, 30 de Julho de 2015
MONANGAMBA . XXXIII

ANGOLA DAS CINZASLEMBRANÇAS RETROACTIVAS - O escuro das nossas vidas era mesmo só a noite, sem cores repentinas…4

Por

t´chingange 0.jpgT´CHINGANGE

lucala1.jpgNo repouso sagrado das almas, relembro que nós, eu e ele, o Zeca Kafundanga não tinhamos ausências superlativas porque ainda desconhecíamos os métodos de tristeza que a saudade ainda nos iria trazer. O escuro das nossas vidas era mesmo só a noite sem cores repentinas, nem mesmo eram nuvens, só mesmo a brincadeira que fazia o nosso todo no completo com carrinhos de fingir feito com verguinha, restos de obras, rodas com eixos sem semieixos e complicados chassis, tracção às quatro e guarda-lamas; uma verguinha fazia de rodas com larguras de carreiro e, uma outra mais comprida o guiador com espigão a engatar no travessão das rodas, tudo em ferro robusto para durar e com o motor de vruum-vruum saindo do jeito se DKV, se Mercedes, se Fiat, se Chevrolet ou Dodge, volantes de banga e uma pequena mudança de fingir com manete redonda de madeira, berloque de uma velha cama. Os sons de nossos automotores eram mesmo de uma só categoria, bons e duradouros.

lucala2.jpg Difícil mesmo era fingir o ruido do guincho e correntes quando enterrávamos. De tudo fazíamos brincadeira e, o tempo, nem se dava conta de passar. Entre malta multicolor tudo era galhofa. Sara Chaves, uma cantora nossa vizinha na rua paralela à nossa gargarejava sua voz bonita, eram agudos e graves mais trinados e nós achando graça cantarolávamos também cantigas de só à toa com inventos vocais de merengues e cantigas do chá das seis do Restauração do tal de Luis Montês, empresário de artistas e eventos da Luua.

lucala0.jpgPor volta de 1957 ou 1958, meu pai Manuel Cabeças, foi para o Lucala em trabalho; estavam a construir uma nova ponte sobre o rio Lucala às ordens do Engenheiro Paiva Neto da Brigada dos caminhos de Ferro do Norte; refiro o nome deste engenheiro porque mais tarde também veio a ser o meu chefe na mesma Brigada da Divisão de Estudos e Construção. Sucede então que Kafundanga já com os seus dezassete ou dezoito anos foi levado por meu pai para trabalhar como cozinheiro; ele tinha a seu cargo fazer a comida para aquela gente que viviam em barracos em forma de acampamento circular, telha de zinco.

lucala3.jpg Havia nele chinguiços ao redor com arame farpado a impedir invasões de bichos, predadores; havia também umas latas a fazer de archotes que ardiam iluminando de noite o recinto e também com o objectivo de afugentar felinos que por ali se vinham esfregar no óleo derramado. Fiquei nesse então a saber que as ditas bestas, hienas, mabecos e até leões, faziam isto para se livrarem de carrapatos que a eles se agarravam. Soube disto em uma visita que fiz quando de férias, viajando em magirus, uma aventura e tantos por essas picadas de terra, atasca aqui, desvia acolá e, assim durante dois dias pude rever as aventuras de Kafundanga em sua nova actividade; eu, o patrão-menino ali estava recolhendo as farpas das estórias que virão a seguir nos retroactivos de estórias desse então.

lucala4.jpg Eram tempos em que nós nos entretínhamos com tudo sem espantos arrepiados ou prefácios elaborados. Mas desta feita fiquei a saber que meu pai ficou umas três horas encavalitado numa nhiwa, uma árvore parecida ao longe com o embondeiro e, porque em um certo dia que se afastou do acampamento para recolher um certo cacto próprio para fazer um certo chá, ele se viu acossado por um solitário, uma pacaça ferida e isolada da manada e, que investiu sobre ele! Ficou por ali em cima gesticulando com sua catana até que um companheiro dando por falta do Cabeças, desferiu um tiro de zagalote bem no crânio do corpulento animal. Foi carne desta peça de caça que eu comi e, ainda me lembro do seu forte sabor a ervas.

Monangamba - trabalhador sem especificação, faz-de-tudo (por vezes pejorativo).

(Continua…)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 21:32
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds