Sexta-feira, 10 de Abril de 2015
MULUNGU . XLII

TEMPOS CUSPILHADASMordomos da Irmandade de Santo António com fraques de três botões dourados...

Mulungu: É uma arvore de grande porte com flores vermelhas,;existem no Brasil e em Angola; Um pouco por toda a África

Por

soba0.jpg T´Chingange

barb0.jpg Naquela aldeia da santa terrinha do M´Puto, terra Alta da Beira, as calçadas empedradas refletiam em ziguezague a luz amarelada dos lampiões. Àquela festa de Nosso Senhora do Parto, uma capelinha entre pinheiros na parte alta da povoação, ia chegando gente despejando alegrias entre beijos e abraços a familiares, compadres, amigos de borga. E, lá estavam também os festeiros da Irmandade de santo António com fraques de três botões dourados, lenços de seda debruadas na algibeira e largas gravatas de cambrais engomada. Na outra ponta do adro e campo de futebol, já rodava o fogo de artifício chegando até nós o cheiro de pólvora queimada misturado com outros de torresmos, batatas fritas e farturas. O clarão do archote preparado para fazer o balão subir crepitava sombras nas pontas espichadas sobre a brancura das lapelas dos mordomos de Santo António. 

barb01.jpgNo escuro da noite, entre a fumaça colorida do arraial, podia ver-se também, lá longe, as luzes de Folgosinho, Mangualde e Seia  na encosta Norte da Serra da Estrela. Eu era bem pequeno, mas poço recordar os tiques pretensiosos com um ar encalistrado e cheio de suados robores das moçoilas, moças ou raparigas bem epigadas. Destacavam-se os filhos e filhas dos ricos negociantes que por ali bem perto tagarelavam com patrícios vindos de França e Suíça à festa do 15 de Agosto, dia de Santa Maria, padroeira desta e muitas mais terras do M´Puto. O ambiente tremia no frouxo vozear de cochichos das meninas casadoiras que com risos delicados, faziam tilintar colares de filigrana e braceletes farfalhando saias em ondulados gestos.

barb3.jpgNesses antigos tempos, sendo eu gente pequena, animava s dias correndo pelos becos com pau no arco ou saltando de oliveira em oliveira como uma macaquinho; ainda não tinha sonhos nem sentia desesperos a ladrar-me por dentro. Todos os dias, tiritando de frio e com ar preguiçoso de como quem cumpre uma aborrecida tarefa lá ia eu para a escola de Barbeita com bata e tamancos trauteando aquelas graníticas pedras. Um certo dia, eu e Messias desmanchamos umas bombas de festa, despejamos a pólvora em umas quantas folhas de jornal e atiçamos fogo a uma das pontas.

barb2.jpgO imperfeito rastilho não pegou de imediato e, de impaciência, lá vou eu soprar para atiçar e, eis que no momento exato que me debruço sobre a improvisada tocha de jornal amarrotado, dá-se o fenômeno ! Pum! Um fogo explodido lambe-me toda a cara, queima-me os cabelos e as pestanas! Ai Jesus, ai Jesus... Lá vai Messias aflitinho chamar a mãe Arminda! – Acude seu filho Tonito; ele está todo queimado! A explosão soprou-lhe na cara! E, lá foi meu tio "O Cristo" na bicicleta do meu outro tio "O Nosso Senhor" levar-me ao hospital. Pude ver-me mais tarde após a chegada do hospital, uma múmia enfaixada em gaze branco com dois olhos espreitando o futuro. Tem sempre um começo!

O Soba T´Chingange

 



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:51
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
CONTADOR
contador free
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds