Quinta-feira, 3 de Março de 2016
MULUNGU . XLIX

TEMPO COM FRINHAS . Muitas das coisas que acontecem neste nosso mundo, vêem de opiniões que se dizem acertadas! … Fui ver o mar vermelho!...
Mulungu: É uma árvore de grande porte com flores vermelhas.
Por

t´chingange 0.jpgT´Chingange

MULUNGU2.jpg Uma semana atrás fui ao Mar Vermelho, uma terra que fica no interior de Alagoas e para lá de Viçosa. Creio que os primeiros pioneiros do lugar ao chegar ali, viram ondas na forma de serras e porque as terras eram vermelhas, assim ficou conhecida de mar vermelho. Estas conjecturas indo ao encontro do que guardam os anais das gentes não diz isto e fiquei a saber assim que a sua origem está ligada à história de um tal de Coutinho, um viajante que chegou à região por volta de 1800. Este sertanejo construiu ali uma casa iniciando-se na criação de gado e no amanho da terra. Com a chegada de novas gentes, novas casas foram surgindo próximas a uma lagoa, que tinha em suas margens, muitos pés de gravatás.

::::
Ora sucede que as folhas de gravatá que são vermelhas caíam e formavam um “mar vermelho” na lagoa, dando assim origem ao nome do município. A propriedade do tal Coutinho foi transferida para o alferes Cazuza e mais tarde, para o major Joaquim Canuto de Albuquerque Maranhão. Este último proprietário, em 1900, instalou o primeiro vapor de algodão. Mar Vermelho transformou-se em um núcleo comercial pelo que surgiu sua primeira feira em 1910 e, que teve um bom movimento até 1947. Com a construção da estrada de ferro que passava por Viçosa, Mar Vermelho perdeu interesse vindo assim a ser desmembrado de Anadia a 3 de fevereiro de 1962 e, passando à categoria de município através da Lei 2431.

vermelo0.jpg Localizado na zona da mata de Alagoas com clima de serra e inúmeras fontes de águas minerais é conhecida como a “Suíça Alagoana” exactamente por ter características semelhantes àquela região européia. Digamos que é um agreste suave aonde chove razoavelmente no tempo quente e de sequeiro nos meses de maior frio. Nada aqui se parece com o tal de Crescente Fértil aonde Moisés com um bordão abriu as águas do mar para que os cristãos israelitas fugissem à ira do Faraó após a décima praga de Deus sobre os egípcios. Consta que atravessaram o mar uns 600 mil homens com suas famílias, seus rebanhos, suas ovelhas, seus cabritos e seu gado. 

:::::
Dizem os escritos que Jeová disse a Moisés que estendesse a sua vara sobre o mar Vermelho originando assim um grande vento oriental. As águas do mar foram divididas e retidas em ambos os lados impedindo que o exército do Faraó os atingisse. O inchaço da descrição bíblica terá de aqui, ser dimensionada a uma escala bem menor porque só vi pequenas lagoas do tipo açudes e foi num destes que passamos uma bela manhã nadando e pescando traíra, minúsculos peixes que nos mordiam a pele retirando talvez farpas de pele apodrecida.

vermelho02.jpg Pensava eu que pudesse ali encontrar peixes com duzentos milhões de anos, por influência do nome; peixe do Jurássico como o “Triops Vicentinus” mas, nada disto sucedeu! A cabeça da gente por vezes inflama as coisas tornando mentiras em verdades originando assim as tais lendas que nos regem. Encontrei sim gente simpática com quem compartilhei amizade. Isto sucedeu na casa de seu Afrânio, primo de Jú situada num lugar alto de onde se podia desfrisar a paisagem na forma de largas vistas.

::::
Afrânio foi por duas vezes prefeito do município de mar Vermelho; acomodou-nos em sua casa estilo colonial, varandas ao redor com redes de jiboiar no lado nascente e circundada de muitas árvores de fruta tais como ciriguela, manga, pitanga, limão galego, acerola, mamão e outras. E, lá estavam as caixas, depósitos de água que abasteciam aquela com água potável. Ao redor havia montículos de macaxeira plantada, batata-doce e quiabos.

vermelho 03.jpg Daqui podia ver-se as fechadas matas nas encostas de sabiás, madeira usada nas cercas e rija como pau-ferro, araguaneis e acácias rubras e, muitas fiadas de mulungus delimitando as propriedades, todas esta dando coloração diversa ao horizonte cercano e longínquo. E havia cajueiros e mangais divisando-se nos intervalos destas e lá longe nas chapadas as pedras vidradas pela escorrência das águas, quando chove. A mais baixa temperatura aqui registrada foi de 10ºC, em 10 de julho de 2010. A principal atracção deste município é o clima serrano, e, por ser frio e seco, é aconselhado pelos especialistas para auxiliar no tratamento das doenças do aparelho respiratório.

:::::
O Festival de Inverno, em Agosto, é o grande evento que no correr dos anos ficou marcado em sua história inserindo-o no roteiro cultural alagoano. Ninguém me encomendou esta descritiva narração dum Mar Vermelho que nada tem a ver com aquele outro mas, a curiosidade alimenta o sonho e o sonho faz das suas. Estas terras são medidas em tarefas e é por aqui que se fazem as contas, os preços e custos. A Tarefa - medida agrária foi constituída originalmente por terras destinadas à cana-de-açúcar e que no Ceará equivale a 3.630m², em Alagoas e Sergipe a 3.025 m² e, na Bahia a 4.356 m². É em realidade o trabalho que um homem leva a limpar o mato rasteiro (cana da açúcar).

vermelho 04.jpg O mundo é pequeno e poder-se-ia dizer que os escravos do Egipto fugiram para aqui! As coisas mudaram e desde então os escravos libertaram-se do Faraó mas tiveram de se submeter ao senhor coronel, ao major, ao alferes e um conjunto de gente que estabeleceu ordens militares para se regerem. Não há muito tempo que as coisas por aqui se faziam porque um qualquer Faraó o queria. Ficaram resquícios e muitos, que é até um manancial para quem como eu, quer entender a evolução de uma sociedade. Leva tempo para tudo se compor e lá teremos de dar tempo ao tempo para que tudo fique na paz do senhor. O Brasil tem esta característica de onde se juntam a ponta com o rabo, o rio com o esgoto chamado de salgadinho. 

:::
Em um qualquer outro dia as águas do Mar Vermelho voltarão a cobrir o Faraó, seus carros de guerra do Egipto com todo o povo de Deus que ficou feliz com a salvação! Miriã, irmã de Moisés, tomará seu pandeiro, Moisés soprará a sanfona e dançando com alegria, glorificarão um ETE vindo do ar sem cavalos nem cavaleiros, das longínquas galáxias. E trarão flores de mulungu, da árvore pertence à família das Fabáceas e suas espécies mais conhecidas: Erythrina Velutina, Erythrina Crista-Galli, Erythrina Verna, Erythrina Speciosa, Erythrina Falcata, Erythrina mulungu. Todas estas são chamadas de mulungu. Uma delas pode ser encontrada no Calahári porque fui eu que a lá pus.

vermelho1.jpg Sabem que mais, no Brasil o mulungu é usado há muito como sedativo natural. Diz-se que a erva consegue estabilizar o sistema nervoso central. Em tempos de stresse é usada para equilibrar e acalmar os nervos. É também usada como antioxidante para tonificar, equilibrar e fortalecer o fígado. Seus frutos são em forma de vagem, com cerca de 6 cm de comprimento. A sua raiz é usada como calmante e sedativo. Também é chamada de suinã, sananduva, crista-de-galo, corticeira. Como complicam estas coisas e, o quanto há a saber-se para sermos génios.

:::::
O Mulungu também pode ajudar a reduzir a tensão arterial. As substâncias químicas existentes no mulungu têm sido estudadas extensivamente; estas englobam grandes quantidades de flavonóides, triterpenos, e alcalóides. O principal remédio natural vendido no mundo inteiro hoje em dia contra o stresse e a ansiedade, e como sedativo em geral, é a kava-kava. Esta planta, todavia, tem sido sujeita a relatórios negativos nos últimos anos a respeito de possíveis contra efeitos no fígado.

vermelho01.jpg Como o mulungu tem os mesmos efeitos calmantes e reguladores do stresse (se não melhores), e tem um efeito positivo no fígado, é indicado como o novo substituto da kava-kava. Cerca de meia chávena de uma decocção normal da raiz (por dia) deve ser suficiente e seguro. Estudos clínicos com animais constataram efeitos hipotensivos. Recomenda-se, pois, para quem tomar medicamentos para reduzir a pressão arterial (ou se tiver a tensão baixa), o uso do mulungu com a devida precaução e a monotorização regular da tensão.

:::::
E, lá terei de voltar ao Mar Vermelho que durante muito tempo se dizia que a travessia teria sido num lago ao norte do Mar Vermelho chamado de Mar de Juncos ou Lagos Amargos onde veio a ser aberto o Canal de Suez. Mas acredita-se que se dava este nome ao Golfo de Ácaba, um dos braços do Mar Vermelho. Em 1988 o explorador americano Bob Cornuke defendeu a teoria de que a travessia teria sido no Estreito de Tiran, na entrada do Golfo de Ácaba, onde existe uma "ponte de terra" ("landbridge" em inglês) no nível do mar entre o Egipto e a Arábia Saudita.

MAR VERMELHO 0.jpg Para ele, Cornuke, a maré baixou e mais tarde subindo afogou os egípcios, ou seja, um evento natural. Porém, não foram encontradas evidências para comprovar sua teoria e o local é relativamente raso não sendo suficiente para afogar um exército de mais de 600 homens! Moisés foi claro em relatar o que viu: um vento oriental penetrou no mar formando "muros de água". É bem diferente de uma "ponte de terra"! Um evento sobrenatural provado pela arqueologia! Assim nasce uma lenda…

:::::
O mar Vermelho (árabe: Bahr el-Ahmar, hebraico Yam Suf ou Hayam Haadóm) é um golfo do oceano Índico entre a África e a Ásia. Ao sul, o mar Vermelho comunica com o oceano Índico pelo estreito de Bab el Mandeb e o golfo de Áden. A norte se encontram a península do Sinai, o golfo de Aqaba e o canal de Suez (que permite a comunicação com o mar Mediterrâneo). O mar Vermelho tem um comprimento de aproximadamente 1900 km, por uma largura máxima de 300 km e uma profundidade máxima de 2 500 metros na fossa central, com uma profundidade média de 500 m, sua água tem um percentual de salinidade de aproximadamente 4% (ou 40‰).

MAR VERMELHO 06.jpgOs países banhados pelo mar Vermelho são Arábia Saudita, Djibuti, Egipto, Eritreia, Iémen, Israel, Jordânia e Sudão. Segundo a Bíblia, o povo hebreu acabava de ter saído do Egipto, após serem escravizados por 400 anos. Moisés, um hebreu criado pela família real egípcia, recebeu uma ordem de Deus para libertar seu povo, que estava cativo no Egipto. Que se saiba nunca foi comprovado se a travessia realmente aconteceu e se o mar se abriu, mas a probabilidade é pouca, sendo que nunca acharam evidências arqueológicas. Zahi Hawass, um arqueólogo egípcio, disse: Realmente é um mito... Às vezes, como os arqueólogos, teremos que dizer que nunca aconteceu porque não há nenhuma evidência histórica.

:::::
Mas, estando nós em uma área rural pudemos apreciar as machas longínquas, grupos de vacas pintando as encostas sarapintando as largas vistas para lá das ondas verdes, depois dos rios, barrancos ou grotas cobertas de vegetação. Nestas terras do agreste acabamos por comprar um galo capão e seis galinhas velhas do Biafra. Entretanto íamos rindo com o linguajar da Carla a menina faxineira que ia e vinha de casa da mãe Lucienne.
E num repentemente ficamos a saber o preço de uma porção de terreno, uma tarefa e também de quem fazia o queijo de coalho. Apontaram no outro extremo, é lá na casa do Sebastião conhecido só por o Tião.

vermelh3.jpgLá acabamos por ir à lagoa aonde supostamente teria de haver o tal peixe do Jurássico mas só pescamos umas amostras de triara. O tal de “Triops vicentinus” não deu mostras de si. Nem o tal de cará e dum fidalgo que dizem ser uma delícia no forno! Depois de atravessarmos o açude como se fora o mar Vermelho, chafurdamos na água e massajamos a coluna na água que o tubo entornava nas nossas celulites. Por ali ficamos botando pilhérias, pescando e bebendo água de coco. Tem sempre um Brasil desconhecido que espera por si…

T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 15:14
LINK DO POST | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Julho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds