Terça-feira, 12 de Agosto de 2014
MUSSENDO . VIII

HUAMBO - Pude cheirar o azedo de sua morte, bufas importadas do M´Puto.

Mussendo: Conto curto de raiz popular, missiva em forma de mokanda (carta) do Kimbundo de Angola (N´gola) durante o tempo colonial (Arnaldo Santos foi seu 1º mestre).

Por

    T´Chingange

Uns dias atrás, na devoração dos meus passados, ressurgi do nada como uma kianda na Ilha dos Amores do Quipeio e, o que vi, surpreendeu-me sobremaneira. Pude observar por detrás de chinguiços ressequidos e vissapas espinhosamente verdes, um militar vestido de caqui e zuarte com polainas de lona, tal como era usual nos soldados expedicionários do início do século XX para as Áfricas Coloniais. Este homem de antigas sarjas, tinha divisas de sargento também do tempo de Kaprandanda. Estranhei estar este militar um pouco afastado de seu bivaque situado no sopé da pedra Nganda la Kawe mas apercebi-me em seguida que ele não estava só. Apurando bem a visão pude ver um mulher desnuda debruçada na corrente de água fria e límpida; Aquela mulher negra de seios arrebitados com tudo no seu lugar, enfeitiçava seu mwana-pwó magala do M´Puto de nome Muenge. Entendi que ela o chamava assim porque correspondia ao nome Canas que era efectivamente o seu.

 Soube por intermédio da minha sapiente kianda, uma múmia de nome Januário Pieter que aquele cafeco era filha do soba Wambu Kalunga, homem muito respeitado em todo o planalto do Huambo. Deu-me a conhecer que na segunda metade do ano de 1901, se deu início à revolta nos povos do Bailundo. Para lhe fazer frente, organizaram-se duas colunas de expedicionários. Uma saiu de Luanda sob o comando de Massano de Amorim, e a outra saiu de Benguela tendo no comando Teixeira Moutinho. Ambas suportaram longas marchas e duros combates, todos eles contados por vitórias. O sargento Canas pertencia a esta segunda coluna. Convêm aqui referir que a seguir à Conferência de Berlim de 1885, o governo Tuga desencadeou um conjunto de acções de âmbito militar, administrativo, de investigação e de delimitação de fronteiras e também de melhoria de infra-estruturas, comunicações e do comércio. Havia que formalizar no terreno a possessão da Colónia Angola a fim de assumir total soberania desta. As campanhas militares iriam estender-se até meados dos anos 30 do século vinte.

 Este umbigamento do sargento Canas ou Muenge, embora se fizesse em surdina, não passou totalmente despercebido ao povo do soba Wambu Kalunga e no meio de toda esta vivência com cheiro de pólvora e ânimos exaltados, num dia de muito afago com N´Jingala, era este seu nome, surgiu-lhe à porta da libata um monandengue dizendo que os homens de Kahululo, o noivo consorte desta filhota do soba, após terem dançado toda a noite ao som dos tambores de guerra, muito cheios de bolunga de milho fermentada de raiva, estavam a caminho vindos do lugar do Longonjo preparados para a luta. - Verdade mesmo! Diz o monandengue cipaio. Eles estão muito cheios de revoltosa Luta! A pretexto disto e também dos impostos de cubata, os bóeres do sul, alinhavados com Bismarck, tinham insuflado raivas a estes por modo a se insubordinarem aos Tugas; para esse efeito forneceram-lhes armas de fogo, mausers, canhângulos e água do diabo ou ardente que lhes virava as cabeças ao avesso.

::::::::

 Retirando-se às arrecuas das libatas e, com toda a sua disponível força, os homens de Canas Muenge, agrupam-se por grupos em um dos lados e usando as pedras roliças dispersas ao redor e na falda daquele monólito sem nome, só pedra grande e de respeito. Foi num então rápido e envolto num intenso cheiro de pólvora, balas em ricochete, ordens zoadas a eco e uivos medonhos; uma destas, apanhou-o levando-o num ápice à santa terrinha das Beiras. Antes do último suspiro lembrou-se das caldeiradas d´eirozes, da orelheira de porco com feijão branco, a açorda e caldo verde gordo e o bacalhau do Algarve. Seu último pensamento foi para a sua N´Jingala! A lápide que eu vi no sopé da pedra que passou a ter o seu nome, nada disto fala mas, pude cheirar o azedo de sua morte com bufas importadas do M´Puto e total esquecimento dos novos senhores, mwangolés esquecedores dos feitos Tugas.

(Continua…)

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 17:19
LINK DO POST | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
20

21
24
25
26
27

28
29
30
31


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
CONTADOR
contador free
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds