Domingo, 6 de Novembro de 2016
MUXIMA . LXIII

MULOLAS DO TEMPO Kissonde é uma formiga carnívora - Fabricando feromonas na linguagem de soma ou subtracção de gostos…

Por

soba15.jpgT´Chingange

kissonde1.jpg O comportamento humano tem traços hereditários que nos identificam na irresistível necessidade de pertencer a grupos sociais.  E assim, aqui estou partilhando saberes na necessidade de criar laços, fraternidades ou bisbilhotice entre gente que fala o meu dialecto, gentes que partilham as mesmas crenças em vários grupos sociais do Facebook.  Sim! Mas, sabendo de antemão que poderá daqui advir consequências imprevisíveis por remexer em experiências ou cenários passados; isto porque cada cabeça é um mundo!

:::::

Porquê isto!? Por coisas do passado e para colocar a imaginação em possíveis actos futuros a partir da dedução ou simples cruzar de dados aleatórios assim como numa novela. Cada um de nós se movimenta de um lado para o outro numa rede social de amigos maioritariamente virtuais espairecendo-se da solidão e, numa característica de comunicar sua necessária condição de expandir a mente.

formiga.jpg Fabricando feromonas na linguagem da soma ou subtracção de gostos com sorrisos ou choros representamos isso com bonecos expressivos; uma forma de abreviar carecidas falas, as palavras antropófagas que comem outras ou muito perfumadas de feromonas entrelaçadas num jogo de assédio linguístico. Uma forma de dizer!

:::::

Assim, numa forma de jogo de amizade evolutivo recorremos aos nossos “bancos de memória” combinando-nos no passado, no presente e futuro! Digamos que serão artes criativas do nosso nível sensorial. Uns têm coragem, outros nunca a terão! Terei agora de mudar a forma de senti e ver recorrendo às formigas que são possivelmente os seres mais avançados entre as criaturas da Terra em sua organização social.     

formiga2.jpg Enquanto os homens mandam nossos jovens para a guerra, elas, as formigas enviam as mais velhinhas. Foi por esta curiosidade que me detive a rever o comportamento da formiga com que coabitei durante bastante tempo, o Kissonde. Relembro-me que em uma incursão militar, operação de soberania em reconhecimento de fronteira e, em terras de Cabinda, mata do Maiombe, por pisar inadvertidamente umas quantas formigas destas, tive de me despir a fim de me livrar delas. Elas subiram por minhas pernas começando a morder-me nas partes moles e de tal forma que tive de gritar. Uma tortura e tanto!

:::::

Fui eu que invadi seu espaço, sua picada que também era meu trilho de guerrilheiro. Fui tão violentamente atacado e, de forma tão rápida que fiquei como o Adão num lugar mais afastado do seu carreiro, seu raio de acção. Seus ferrões eram demasiado dolorosos e ao retirá-las da minha pele, suas cabeças mais volumosas que o resto do corpo ficavam afincadas por suas pinças em meu couro.

formiga3.jpg Avermelhadas e carnívoras medindo cada um centímetro, formam um carreiro comboio com muitos metros de comprimento e uns quinze centímetros de largura; parecem encavalitar-se em número de milhares. Podem comer um coelho em menos de uma hora. Qualquer ser vivo que se encontre no seu caminho pode ter morte certa se não conseguir escapar-lhe a tempo, quanto a nós humanos, quando damos por isso estamos cobertos por elas, e só quando começamos a sentir as suas tenazes, nos apercebemos do perigo.

:::::

Em uma noite que tivemos de bivacar numa clareira em um lugar chamado de Bitinas, uma antiga serração de madeiras junto à fronteira, começou-se a ouvir um zumbido na floresta e, bem perto de nós. O soba Mateus, imbinda e nosso guia da mata, ouvindo isto recomendou que não nos mexêssemos porque havia um comboio de kissondes a passar por ali.

formiga7.jpg Assim procedemos ficando quase sem respirar até que se deixou de ouvir tal ruído! Imaginem o quanto seria de perigoso no meio daquele escuro de breu, um pelotão com mais de 30 homens andar-às-cegas e, sem saber para onde fugir dessas terríveis insectos. As formigas são o género animal de maior sucesso na história terrestre, constituindo de 15% de toda a biomassa animal terrestre.

::::: 

Embora nem todas as espécies de formigas construam formigueiros, muitas fazem autênticas obras de engenharia, normalmente subterrâneas, com um complexo sistema de túneis e câmaras com funções especiais – para o armazenamento de alimentos, para a rainha, o “berçário”, onde são tratadas as larvas, etc. As sociedades das formigas são organizadas por divisão de tarefas, muitas vezes chamados castas; temos muito a aprender com elas…

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 17:47
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
CONTADOR
contador free
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds