Quinta-feira, 4 de Junho de 2015
MUXIMA . XLII

NUM TEMPO COM CINSAS - Trocadilhos com caracóis, torradas e chouriço …
Por

soba0.jpeg T´Chingange

caracol0.jpg Escoiceando rezas envenenadas, amassadas nas inquietações e depois entrelaçadas em muxoxos, separo o sonho da realidade ou, tento colocar palavras no papel, porque o cérebro tem de ficar destinado para novas vibrações. Há pessoas tão sensíveis que acendem desejos às arrecuas, são tão inteiras que até perecem doentes com seus juntos e certos pensares parecendo aleatórios ou até espontâneos.

caracol01.jpg Catarino, dono das falsas estepes em terra das abetardas no seu palavrear ondulado como as mesas do seu Alentejo, vestido na sua ganga azul de mineiro de Aljustrel mas, sendo patrão dele mesmo, interrogou-me a alma pondo-a em sobressalto, perguntando-me algo que nunca ninguém o tinha feito: - Alguma vez alguém perguntou ao caracol, alguém se interrogou do quanto um caracol sofre ao ser cozido vivo!? 

caracol3.jpg No meio de uma caracolada com sabor de orégãos, tomilho e funcho, esta conversa assustava os menos avisados como eu mas isto, ninguém queria aceitar ou saber. Passei meu lenço de toalha de rolo no rosto, daqueles que se usam na cozinha e fui-me assustando nos restolhos das conversas, nos iluminados atalhos que cada um tem nos pormenores preparatórios para os bicho ficarem sem pedras por dentro. Convém saber-se que o "caracol" vem do latim cochleolus e que, no Brasil e em certas partes de Portugal, é usado principalmente para as espécies terrestres, enquanto que as espécies aquáticas são chamadas caramujos. Os caracóis não tem audição e utilizam especialmente os sentidos do tacto e do olfacto que se situam em todo o corpo mas principalmente nas antenas menores já que pouco enxergam com os olhos situados nas pontas das antenas maiores. Ao lado da boca fica o aparelho genital e a entrada e saída do ar dos pulmões, o pneumóstoma, que fica por baixo da concha.

caracol2.jpg Mas, dizia eu que aqueles pormenores preparatórios iniciavam-se por colocar o caracol após sua apanha em uma bacia com rodelas de batata, esperando o exacto momento em que aqueles roessem as rodelas totalmente deixando só a pele do tubérculo. Para cada malga de cochleolus, dispunha-se uma batata e, acontecendo isto, estarão os bichos em jeito de ir à panela! Cortam-se uns quantos alhos em pedacitos juntando-se-lhe cebola também picadinha, uma ou duas colheres de orégãos podendo também juntar-se-lhes outras sabores como o tomilho e louro para dar o gosto requerido podendo no final juntar-se-lhe umas folhas de hortelã. O lume tem de ser brando para que ponham as cabeças de fora e por forma a serem deglutidos preferivelmente sem o uso de palitos, pontas de piteira ou tabaibos; mas que crueldade!

caracol1.jpg Estas regras paulatinas contavam-se-me em inumana voz rouca, manchando o meu sossego. Era uma festa de amigos em final de tarde no consolo dum alpendre apergolado e com buganvílias com flores vermelhas. Estava calor, para mais de trinta graus com todos bebendo, todos contando zombarias e cavalhadas. Meu afilhado Catarino, homem de expediente, carecido de ocupação salarial, patrão disfarçado de rico, despachava as caracoletas, uma e mais uma, cúmplice neste sossego de vida, queixando-se de barriga cheia. Foi quando alguém se lembrou das conquilhas, das condelipas, das quitetas, das ostras e lagostas serem sufragadas do mesmo jeito! 

caracol00.jpg Entre cheiros e couves empilhadas a eito, ninguém reparou no meu triste silêncio! Não estava habituado. Milocas, a mulher do patrão disfarçado de rico mandão meu afilhado, para cá e para lá rompia o escuro inteiramente contrafeita com aquela pantagruélica tertúlia de bebedolas; só eu podia ver nela o desassossego na função de serviçal. Às tantas nem sei porquê, no meio das vozes que sobravam, ralhando com a preguiça do marido desferiu a sua razão: Catarino,… Pensas, na vida? – Penso! Até muito! Respondeu ele, rematando, … Porquê? – Porque só pensas sentado! Foi quando compreendi o desassossego do escuro; Catarino comia muito! – Traz-me isto! traz-me aquilo! E, …mais eteceteras. - Eu sozinha, dentro e fora, e vocês aí enfardando que nem moirões! Disse, já farta da borga e das extravagâncias. Eram horas de ir dormir! Os amigos foram-se levando os risos, as asneiradas. Ela, Milocas uma vez mais se aleijou; se aleijou na razão de mulher.

O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 17:06
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Outubro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

16

18
19
20
21
23

25
26
27
29
30
31


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds