Sábado, 25 de Fevereiro de 2017
MUXOXO . XLVIII

TEMPO CINZENTOS .  4ª Parte  – 25.02.2016  

Na natureza dos dias de hoje, não é o mais inteligente que vence na vida mas sim aquele que melhor se adapta a ela…

Por

soba15.jpgT´Chingange

(…) Pelo sim pelo não, usava umas botas de couro que comprei na feira da Chamusca, de cano alto e justas. Nesta vida de desbravar terras como Serpa Pinto em Angola mas desta feita nas américas, teria de me salvaguardar ao máximo das pragas. Era habitual atar as calças de caqui a meio da canela e por cima das calças a fim de evitar carrapatos; além disso humedecia as franjas das calças com querosene como repelente aos ácaros gigantes.

CAFE5.jpg Mas eu gostava do mato e, ainda gosto! Sucedeu por mais que uma vez ficar retido na borda de cá do rio mulola, linhas de água que só levam água quando chove a montante e, que me lembre, por uma vez tive de andar mais de cem quilómetros para encontrar via de regresso e, sucedeu também termos de ficar por uma noite deste lado e provisoriamente numas barracas, teperas dormindo em redes.

:::::

Outra vez, tivemos mesmo de mudar o acampamento porque era demasiado perigoso atravessar a mulola; levava muita água, troncos, ramos e até bichos. Tivemos pois de nos acomodar em umas cubatas de taipa, comprarmos géneros e designar o mais jeitoso para fazer a comida. Faziam-se fogueiras lá fora com folhas de banana e outras meio secas e com bosta de boi para afugentar a mosquitada e outras bichezas rastejantes.

mess6.jpg Eu, ali no mato feito explorador que nem Hermenegildo Capelo e minha família, mulher e dois filhos em idade escolar, numa distante Caracas, num bairro da hermandade gallega de Sarria, mariperez em Guaicaipuro, bem no sopé da Serra de La Guaira que circunda a Capital Venezuelana.

:::::

Minha vida não foi fácil depois da guerra do Tundamunjila da Luua de N´Gola e, mesmo em terras do M´Puto também não o foi. Passar por aquelas assembleias de trabalhadores a decidirem de punho no ar, tudo “Ad Hoc”, gente que brincava às revoluções, interrupções por demasiadas ninharias e, era ouvir as chaimites a passar em direcção a Tancos e ouvir boatos e gestos disparatados do Vasco Gonçalves, o primeiro-ministro de então.

:::::

Apagávamos o som da televisão e víamos aquela figura de louco, cabelos desgrenhados a lançar cravos e beijos para a populaça de progressismo besta! Quando abria a boca, denunciava-me pelo sotaque de Angola e eram olhares fuzilantes que recebia. Era mais um ranhoso retornado, diriam uns para os outros e eu, com raiva de morder jacarés vivos; Nalguns casos, a família portou-se pior com seus outros familiares vindos das províncias de mentira do Ultramar.

iguana1.jpg E, afinal a vida é assim um sem fim de agoras atados aleatoriamente a nós e por isso ali estava em San José Del Tisnado, um pueblo cercado de mato virgem que há bem pouco tempo tinha estado de quarentena por uma epidemia de cólera e febre-amarela.  

:::::

Neste então, Venezuela era governada por Carlos Andrés Pérez, havia pleno emprego, construíam-se usinas, barragens e carreteras por todo o país. O petróleo jorrava em Maracaíbo com gestão americana dos gringos dos EUA, dos States como dizia o povão pé-de-chinelo. A Venezuela transpirava riqueza!

:::::

Um dia agarrei um caxicamo (tatu) que andava meio zonzo. Não era para menos, o pobre estava empestado de carrapatos, literalmente a ser comido por estes bichos de mil pés; larguei-o na hora! Mas logo um dos homens auxiliares correu a apanhá-lo dizendo: Que haces engeniero? Este animal és mui bueno e, lá o levaram para cozinhar; estava mesmo condenado o pobre bicho! Creio que não me deram a comer como fizeram com a iguana metida numa arepa e na forma de carne desfiada. E, era boa, sim senhor! Melhor que galinha!

iguana2.jpg Em uma estação topográfica Juan Hernandez disse-me apontando para a gigantesca árvore: Mira lo que comeste esta manhãna! Eram várias iguanas, grandes e com aquela serrilha de dinossauro nas costas. Este espanto rapidamente passou a ser vulgar e já nem me assinalavam o que antes tinha comido! Não mostrei grande contrariedade, nem mostrava asco por aquilo e pouco a pouco não mais faziam alusão a isso.

O Soba T´Chingange

 



PUBLICADO POR kimbolagoa às 15:53
LINK DO POST | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30



MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds