Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2015
XICULULU . LXII

ANGOLA - ANÁLISE DO ANTESDONTEM 2ª de II partes

As escolhas de:

kim0.jpgKIMBO LAGOA 

 

POR: ELSA PERALTA - É doutorada em Ciências Sociais (na especialidade de Antropologia Cultural) pelo ISCSP-UTL, em 2006 - A sua pesquisa tem incidido sobre processos de activação e materialização de memórias colectivas.

A guerra colonial passou desapercebida a muitas famílias portuguesas em Angola e Moçambique, alheadas do conflito e surpreendidas depois pelo processo de descolonização decorrente do 25 de Abril de 1974.

desc4.jpgHá um ressentimento muito grande, privado, mas também com uma face pública, expresso quando chega o momento das eleições, por exemplo. Não imagino estas populações a votarem em candidatos ou linhas políticas próximas de figuras que identificam como responsáveis pelo processo de descolonização. Não desculpam o que aconteceu.” Um passado traumático, que causa mágoa e ainda não se reconciliou com o presente. “Os ressentimentos que emergem das entrevistas são geralmente três, começando pelo rancor relacionado com o carácter súbito e inesperado da descolonização e do regresso a Portugal.

desc0.jpgPara a maioria dos entrevistados, a possibilidade de virem a abandonar África era nula, mesmo depois do 25 de Abril. Sentem-se inconformados e mesmo ludibriados pelo processo das independências conduzido pelas forças revolucionárias em Lisboa”, esclarece Elsa Peralta. A perda dos bens materiais deixados para trás e o chamado “desapossamento”, ou perda da legitimidade aos olhos do Estado e da sociedade, são igualmente factores de ressentimento, segundo a investigadora. E depois, houve os traumas de um regresso súbito e inesperado a Portugal, onde foram recebidos, em muitos casos, com hostilidade e desconfiança por uma sociedade então emersa num processo revolucionário, marcado pela forte radicalização ideológica em torno da questão colonial. “Aqui são apelidados de ‘retornados’, que muitos consideram, na melhor das hipóteses, um eufemismo para nomear uma população de refugiados das guerras civis em África.  * «Uma esmagadora maioria não aceita nem ser tratada por colono porque faziam ali sua vida normal em uma trerra que consideravam sua; outros reclamam-se refugiados, porque ali nasceram! A grande maioria dos funcionários  nem gozavam suas férias graciosas a que tinham direito de quatro em quatro anos. »

desc3.jpgNa pior das hipóteses, consideram-no um termo ofensivo e persecutório que permitia rotular parte da população nacional como conivente com a doutrina salazarismo e da colonização.” Para outros ainda, a expressão seria apenas inexacta, visto já estarem em terras africanas há várias gerações. Inquestionável é que muitos dos testemunhos recolhidos por Elsa Peralta contrastam claramente com o quadro traçado para esta população, que sugere a sua integração positiva na sociedade portuguesa: “Esta suposta história de sucesso não é corroborada por muitos dos entrevistados, que preferem salientar o efeito traumático, marcado por uma integração muito difícil, que, em muitos casos, ainda hoje não está completada.”

* NOTA: Acréscimo do relator desta. 

As opções do Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 08:49
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

RELOGIO
TEMPO
Weather Forecast | Weather Maps
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
19
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
CAIXA MUSICAL
CONTADOR
contador free
ONDE ESTÁS

Sign by Danasoft - Myspace Layouts and Signs

blogs SAPO
subscrever feeds