Quarta-feira, 1 de Julho de 2020
XINGUILA . II

KILUNDU . COISA ANTIGA DO MU UKULU NO PAMBU N´JILA
Crónica nº 3035 Coisa doidakilundu: cerimónia de chamar os espíritos ao culto01.07.2020
Por

soba002.jpg T´Chingange – Desde o Sul do M´Puto

araujo10.jpg Um dia fui a terras de Moiros como convidado de uma entidade que sempre repetia “faço das tripas coração para andarilhar”; diga-se que nunca entendi o que queria dizer com isso mas, levado pelo sono da burundanga eram pormenores que não me prendiam a atenção pois que, só muito recentemente soube o que era esta coisa que tem o nome científico de endopamina. Assim e com o Cipaio Kukia Mandinga em ALHAMBRA, assisto ao pacto de Mano-Kilombelombe com Januário.
Eu já era Mano-Corvo - Uma fusão de homem com pássaro do tipo Kwetzal (México) com Costa Araújo... No M´Puto, na estepe Alentejana tive a sensação de começar a penetrar na minha intranquila dependência da kianda, pois que quase que me dei conta que meu pacto de sangue com o velho de mais de talvez 395 anos, começava a borbulhar-me no cocuruto da meninge.

araujo62.jpg Para entenderem o que nunca eu entendi digo-vos que a burundanga, é uma velha conhecida nas ruas da Venezuela, Colômbia e Brasil. Recentemente soube que uma em cada cinco pessoas intoxicadas em Bogotá inalou ou ingeriu burundanga, droga usada em pelo menos três assaltos por dia na Colômbia. O Departamento de Estado dos EUA classifica-a entre os narcóticos mais perigosos e estima em 50.000 o número de assaltos por ano com esse pó.
Essa droga fácil de conseguir e barato de fabricar, mergulha a vítima na passividade. Entendem o que sucedeu comigo naqueles idos tempos de cafufutila. Não! Pois eu também andei embrutecido e num entretanto da minha cena os seguranças de serviço virados ao futuro com uma máscara do tipo COVID, levaram-nos direitinhos à única entrada exterior do Palácio Nazarie.

burundanga5.jpg Essa “droga zumbi” faz a vítima perder a vontade própria e a memória. São muitos os testemunhos de vítimas que relataram roubos ou abusos sexuais violentos, mas não se lembram de nada no dia seguinte. No meu pacto só tenho leves recordações de mijar no Tejo em cima de uma ponte com arcos no lugar de Toledo, um lugar bem distante daquela outra cidade antiga. A maior parte do complexo cidade de Alhambra, foi construído, principalmente, entre 1248 e 1354, nos reinados de Maomé I e dos seus sucessores.
Alhambra era um local onde os artistas e intelectuais procuravam refúgio no decurso das vitórias cristãs por todo o Alandalus. Mistura elementos naturais com outros feitos pela mão do homem, sendo um testemunho da habilidade dos artesãos muçulmanos da época. Tratados como mustafás, nós, por via da indumentária de Januário Pieter e seu guardião - lanceiro, um espanto de nos fazer sentir os maiores privilegiados – vou contar…

araujo179.jpg O Cipaio Kukia Mandinga muito vaidoso, banga ultra moderna fardada de zuarte amarela, balalaica com muitos bolsos e uma catrefada de zingarelhos pendurados à mistura com pequenos chifres de porco do mato. Tenho até dificuldade em contar esta patranha mas o efeito da droga é mais que alucinogénio… As sementes da Datura, um outro nome d figueira-do-diabo, são ricas em escopolamina, um relaxante potente cujo princípio activo, combinado com diferentes substâncias químicas, resulta no pó burundanga. Tenho uma no meu quintal…
A partir dali rodávamos a cabeça em todos os sentidos observando toda a beleza daquele conjunto palaciano com quartéis, estábulos, mesquitas, escolas, banhos, cemitérios e jardins. O escambau de coisas desanoitecidas já esquecidas ou penduradas por detrás das portas junto às muitas ferraduras de muares e outros bicharocos espinhosos. O Palácio dos Nazaries, é em verdade um conjunto de residências principescas sem fachada, sem alinhamento de salas, com passeios e jardins interiores de grande frescura. Pode adivinhar-se as forças ingrávidas de arcos com paredes furadas de renda; portas, janelas e arcadas por onde a luz penetra na medida certa e, aonde parece mesmo, não haver gravidade.

araujo172.jpgHoje, a burundanga é frequente em bares e boates de Caracas e Bogotá aonde organizações criminosas, utilizam belas mulheres como isca, recorrendo a truques diversos para fazer a vítima ingerir ou inalar o pó num momento de distracção; a partir daí os médicos divergem sobre a intensidade da perda de vontade. Não chegava esta coisa ruim do tal de COVID para agora andarem a usar truques para nos levarem até à Chibia, um lugar no Cu do Mundo lá da N´Gola do Cipaio Mandume com o nome de Tato-Mota…
A primeira referência a este Mandume foi obtida no Qal’at al Hamra que surge durante as batalhas entre árabes e muladis ocorridas no reinado de Abdalá I de Córdova (888-912) – Foi o que li numa das paredes. Como é! Assim como duma terra chamada Mapunda e uma outra com nome de Chibia com nome de espantar pássaros xirikuatas, Cipaio Mandinga, direitinho que nem um fuso, a tudo olhava com vontade de saber. Muxuxou que era muita areia prá sua camioneta e que, teria de comer um “chipe extra de memória” e sistema integrado para fosforescer mais rápido na sabedoria – Sukuama!

burundanga1.jpg Foi no Pátio dos Leões, a sala privada do Sultão em que eu, T´Chingange e Pieter selamos o nosso mais verdadeiro pacto de sangue. Esse cipaio Kukia que anda por aqui, até pode nem se lembrar mas assistiu direitinho com sua lança, feito Massai da Tanzânia; um jardim que havia lá perto de sua casa cubata no Lubango. Pópilas, estou até cansado de tanta mistura na cabeça dele que faz pena. Nunca no Lubango ouve caserna de bichos zebra, desses e, com esse nome!? Não admira que por medo, as pessoas passassem de largo como se nós também fossemos daquele muitos idos anos e muito cheios de caruncho…
:::::
Ilustrações aleatórias do Mano Costa Araújo, nosso Mestre
Glossário:
Pambu N´jila: - Agente de ligação entre o espaço físico e o místico; lugar de veneração ou peregrinação; Lugar predilecto Duilo: - Céu (em um amiente de espíritualidade); kalunga: - espírito forte, divindade ou espírito das águas, iemanjá, mar, água no geral; Mano-Kilombelombe: - Mano-Corvo, Uma fusão de homem com pássaro do tipo Kwetzal ( México); M´fumos : - Chefes; Kukia: - Sol, pô do sol; Minkisi: - agente de ligação entre o físico e o místico, tem poder nos elementos da natureza, (faz chover, faz trovoada), gente com mau-olhado
Sukuama!: - Caramba!; poça!; Cus diabos; Porra!
O Soba T´Chingange



PUBLICADO POR kimbolagoa às 06:54
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

Outubro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


MAIS SOBRE NÓS
QUEM SOMOS
Temos um Hino, uma Bandeira, uma moeda, temos constituição, temos nobres e plebeus, um soba, um cipaio-mor, um kimbanda e um comendador. Somos uma Instituição independente. As nossas fronteiras são a Globália. Procuramos alcançar as terras do nunca um conjunto de pessoas pertencentes a um reino de fantasia procurando corrrigir realidades do mundo que os rodeia. Neste reino de Manikongo há uma torre. È nesta torre do Zombo que arquivamos os sonhos e aspirações. Neste reino todos são distintos e distinguidos. Todos dão vivas á vida como verdadeiros escuteiros pois, todos se escutam. Se N´Zambi quiser vamos viver 333 anos. O Soba T'chingange
Facebook
Kimbolagoa Lagoa

Criar seu atalho
ARQUIVOS

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

TAGS

todas as tags

LINKS
PESQUISE NESTE BLOG
 
blogs SAPO
subscrever feeds
Em destaque no SAPO Blogs
pub